Quarta, 02 De Janeiro De 2019

Anuncie Aqui!

D&Dezembro | Open Game, Hacks e Old School.

O RPG n√£o √© totalmente dominado por grandes editoras. Embora o p√ļblico foque bastante no que sai no mainstream, existem p√©rolas sa√≠das de editoras menores. E existem mais p√©rolas que os pr√≥prios jogadores personalizam. Ou mesmo criam do nada.

O movimento Open Gaming sempre argumentou sobre a necessidade de sistemas que pudessem ser modificados, copiados e distribu√≠dos livremente. Mais: deveria ser garantido que jogos licenciados como abertos n√£o deveriam sofrer restri√ß√Ķes futuras sob hip√≥tese nenhuma.

Resultado de imagem para freedom gif

Embora tenha sido feito um grande esforço anteriormente com FUDGE, foi só com o lançamento da terceira edição de Dungeons & Dragons, sob a Open Gaming License, que o movimento ganhou força.

Retroclones e Old School

Conhece aquele amigo ou grupo de amigos que n√£o tem saco para atualiza√ß√Ķes, e continuam jogando antigas edi√ß√Ķes de jogos estabelecidos?

Resultado de imagem para old times gif

Eles n√£o est√£o sozinhos.

Os argumentos variam e v√£o bem al√©m de ‚Äúno meu tempo era melhor‚ÄĚ. Um deles √© de que algo se perdeu nas transi√ß√Ķes entre edi√ß√Ķes. Alternativas sempre vinham surgindo, que preservassem esse qu√™ especial √† medida que consertavam as falhas. OSIRIC √© um bom exemplo.

Isso é o Old School RPG.

The Black Hack

Resultado de imagem para the black hack

Vamos focar no termo Hack?

Quando falamos dele, a gente pensa em hacker né? Do inglês, pode significar o ato de invadir ilegalmente o computador de alguém. Também pode significar cortar em pedaços.

The Black Hack pode ser visto como a segunda defini√ß√£o, mas com uma diferen√ßa: o corte √© cir√ļrgico, deixando apenas o essencial: apenas vinte p√°ginas, sem frescura, s√≥ o m√≠nimo necess√°rio para garantir a divers√£o dos envolvidos. Menos tabelas e regras complicadas, mais imagina√ß√£o!

Resultado de imagem para imagination gif

E a chave do seu sucesso é essa: simplicidade e curva de aprendizado quase reta de tão rápida.

Os testes e combate são todos feitos através de d20, rolados para se tirar um valor menor que o atributo chave(decididos na rolagem de 3d6) para o teste em questão. Similar a Numenera, o jogador faz todas as rolagens, tanto para atacar quanto para se defender do ataque(o mestre só narra e coloca os desafios).

E por ser conte√ļdo aberto, permite que suas regras sejam usadas para criar outros tipos de conte√ļdo(outros ‚Äúhacks‚ÄĚ, por assim dizer). Muitos f√£s aproveitaram para personalizar o conte√ļdo para seu pr√≥prio uso. J√° vi at√© mesmo uma vers√£o Beat‚Äôem up, ao estilo Double Dragon, Final Fight e Streets of Rage!

Resultado de imagem para double dragon gif
Pra quem sempre quis dramatizar esta história.

The Indie Hack

Imagem relacionada

Claro, o conte√ļdo aberto gerado por The Black Hack n√£o ficou apenas nas m√£os dos f√£s. Algumas companhias pequenas aproveitaram para criar excelentes produtos nessa base minimalista. The Indie Hack, da Scablands Press Games, se inspira bastante em The Black Hack mas personaliza muita coisa.

A simplicidade continua. Embora mais robusto que The Black Hack(pouca coisa: o primeiro conta com vinte páginas, este conta com pouco mais de 40), mantém tudo muito simples, mas com seu toque pessoal.

Vejamos o combate. O mestre decide o desafio do personagem e o jogador rola dois dados de seis faces: um claro, que representa a dificuldade do desafio; e um escuro que representa o heroísmo do personagem. Se o resultado do dado escuro for maior, o jogador é bem sucedido.

Assim como The Black Hack, The Indie Hack também é um jogo de licença aberta e permite que jogadores possam criar seu sistema próprio baseado nele.

Uma era do Faça Você Mesmo?

Creio que jogadores sempre criaram conte√ļdo desde sempre, mas com ferramentas simples e amig√°veis como esta, poderemos estar diante de uma era interessante para o entretenimento de mesa.

E você? Está inspirado?

Agradecimentos à Guilda dos Mestres, principalmente pela lista de Hacks. Prometo aproveitar!

http://guildadosmestres.com.br/the-black-hack-br-repository/

Não deixem de conferir The Indie Hack em livro físico ou pdf, trazido até nós pela Fábrica Editora.

https://fabricaeditora.com.br/produto/the-indie-hack/

Posts Relacionados
%d blogueiros gostam disto: