Segunda, 09 De Julho De 2018

Notícias sobre Filmes, Séries e Netflix

Dica de Leitura | Southern Bastards (Jason Aaron)

Muito do quadrinho que é consumido pelo leitor brasileiro é lançado originalmente nos EUA. Materiais de alta qualidade que são publicados primeiro no mercado norte americano e, consequentemente, dependendo da fama do mesmo, lançados no Brasil por editoras como Panini, Mythos, Pipoca & Nanquim, Nemo, Devir. Com o intuito de analisar esses quadrinhos, criamos uma coluna voltada para dicas de material inédito por aqui, informando a nossos leitores os quadrinhos mais importantes lá fora e que devem ganhar destaque quando forem lançados me terras tupiniquins.
O escritor Jason Aaron é conhecido do público brasileiro. Ele é o criador de Escalpo, responsável por uma fase elogiadíssima de Wolverine, além de ser, atualmente, o escritor da revista Thor, personagem no qual ele está gravando o seu nome a ferro e trovão.
Porém, o público brasileiro ainda desconhece a sua mais recente obra autoral: Southern Bastards (Bastardos do Sul).

 
Repetindo a dose de Escalpo, o autor nos apresenta o lado negro da região sul americana, ainda tomada pela ignorância, preconceito, brutalidade e violência injustificada.
Lançada pela editora americana IMAGE em 2014, a série hoje conta com 20 edições publicadas no mercado norte americano e é daqueles títulos que você não consegue tirar os olhos até chegar ao fim.
Acompanhamos Earl Tubb, militar que, após anos afastado devido a desavenças com o pai, antigo xerife da região, retorna à sua cidade natal no sul americano (que é a representação da cidade em que Aaron nasceu e até hoje tem medo de voltar). Ao chegar ao local para empacotar as coisas do tio que não poderia mais morar sozinho, e fechar a casa que foi de seu pai, Tubb encontra o município dominado por criminosos liderados por Euless Boss, o técnico do time de futebol americano da cidade.

 
Já ouviu essa história antes, caro leitor? No primeiro momento, sim. Essa é uma história sobre acerto de contas com o passado e fazer a diferença para com sua comunidade. Porém, aí entra o brilhantismo de Aaron. O foco da narrativa muda com o desenrolar da história, nos trazendo o incrível ponto de vista de quem inicialmente era o vilão desse conto regado a sangue, costelas de porco e futebol americano.
O trabalho de arte de Jason Latour é competente também, mas nada se destaca tanto quanto o trabalho de colorização. A cor vermelha de sangue é figura constante das edições, como se aquele universo fosse permeado pela violência.

Resultado de imagem para imagens southern bastards
A cor vermelha é onipresente em Southern Bastards

Southern Bastards é daquelas obras que merecem o conhecimento do grande público, tanto que já é ganhadora do oscar dos quadrinhos, o prêmio Eisner, por melhor série continuado em 2016.
Essa série merece uma adaptação fiel para a TV, já que há muito tempo não se ouve falar da adaptação da obra mais famosa de Aaron, Escalpo.
Apenas aguardando que uma editora publique o material no Brasil, Southern Bastards tem o que é preciso para conquistar o público brasileiro e figurar ao lado de outras tramas de crime e violência que tanto fazem sucesso.

Posts Relacionados
%d blogueiros gostam disto: