Terça, 10 De Julho De 2018

Notícias sobre Filmes, Séries e Netflix

Especial | O maravilhoso projeto que é o 52 Films by Women

Texto Luana Mattos
O Women in Film (organiza√ß√£o que defende e promove as carreiras das mulheres que trabalham nas ind√ļstrias de TV/CINEMA) criou o desafio #52FilmsByWomen projeto que foca em dar visibilidades para filmes dirigidos por mulheres ou mulheres que participam e cooperam para arte na TV e no Cinema. O desafio √©: ver 52 filmes, um por semana durante um ano, filmes com dire√ß√Ķes femininas.
Estima-se, segundo o site, que as mulheres s√≥ eram 7% da dire√ß√£o dos filmes mais vistos de 2016, em 2017 essa estimativa dobrou para 11%, e em 2018 esperasse que este numero dobre novamente, mas ainda assim, s√£o n√ļmeros pequenos. Sabemos o quanto mulheres ainda s√£o minorias em Hollywood, e n√£o por falta de talentos, mas visibilidade e oportunidades. Quantos filmes com dire√ß√Ķes femininas voc√™ j√° viu este ano? ou ao longo de toda sua vida? dez? cinco? menos que isso? eu tamb√©m conhecia pouco sobre, alguns eu j√° tinha visto, embora n√£o fazia ideia que eram filmes dirigidos por mulheres. Ent√£o resolvi entra no desafio e ver um por semana, descobri tanta coisa maravilhosa,¬†vai aqui algumas curiosidades sobre mulheres por tr√°s das telas.
Agn√®s Varda, uma das vozes mais importante do cinema franc√™s e a √ļnica mulher a fazer parte do famoso movimento de cinema nouvelle vague. Agn√®s Varda iniciou a carreira primeiro como fot√≥grafa, nascida na belga mas radicada na Fran√ßa,¬† consolidando seu trabalho em 1955 com o longa La Pointe Courte que se diz um dos precursor do movimento Nouvelle. O longa √© dividido em duas partes, e relata, primeiramente, os habitantes de um pequeno povoado. Em sequ√™ncia, apresenta-se um casal em crise, em torno do protagonista que retorna ao local onde nasceu e passou sua inf√Ęncia. Eis algo sobre Varda que provavelmente √© uma de suas caracter√≠sticas mais presente √© o fato de misturar document√°rio com fic√ß√£o, ela √© muito documentarista e tr√°s muito disso para seus filmes ficcionais.
Em “Cleo das 5 √°s 7“(Cleo from 5 to 7) um dos seus mais magn√≠ficos filmes e meu favorito at√© aqui, conta a trajet√≥ria de uma jovem a caminho de um hospital, onde saber√° o resultado de seus exames (ela pode ter c√Ęncer) s√≥ e temerosa ela perambula pelas ruas da cidade, cada vez mais angustiada, at√© que em um parque ela conhece o jovem Antoine e junto dele, encontra o conforto que lhe faltava. Diferente de La Pointe Courte onde seus personagens carregavam um ego√≠smos, em Cleo √© marcado por fragilidade e sensibilidade.
Agnès Varda tem hoje 89 anos, e tem uma carreira linda e consolidada e muitos mais filmes memoráveis dos que eu citei, a cineasta tem prêmios como o César (um honorário que recebeu em 2001), O Urso de Prata que ganhou pelo filme As Duas Faces da Felicidade em 1965, o Leão de Ouro principal galardão do Festival de Cinema de Veneza, ela ganhou pelo longa Os Renegados em 1985. E em 2017 Agnès recebeu um Oscar honorário por todo seu trabalho pela sétima arte, se tornando assim a primeira mulher a conquista tal feito e agora este ano 2018 no auge dos seus 89 anos se torna a pessoa mais velha a receber uma nomeação ao Oscar e sua primeira ao longo de toda sua carreira, ela foi indicada pelo seu aclamado documentário Visages,Villages.
Agnès Varda sem duvidas é lendária.

‚Äú√Č esse o meu projeto: filmar minha m√£o, com minha outra m√£o. Entrar no horror. Acho isso extraordin√°rio. Tenho a impress√£o que sou um animal. Pior: sou um animal que eu n√£o conhe√ßo!‚ÄĚ Os Catadores e Eu (2000)

Kathryn Ann Bigelow, √© prov√°vel que este nome seja familiar √† voc√™; Kathryn Bigelow nascida em San Carlos, Calif√≥rnia foi a primeira mulher a ser premiada com um Oscar de melhor dire√ß√£o por The Hurt Locker (Guerra ao Terror) filme de 2008, o longa de g√™nero drama conta a hist√≥ria de um grupo de soldados americanos no Iraque, l√° o sargento William James, sargento J.T. Sanborn e o especialista Owen Eldridge s√£o membros do esquadr√£o antibombas do ex√©rcito norte-americano em Bagd√°. Quando o fim de sua miss√£o se aproxima, o n√ļmero de situa√ß√Ķes perigosas aumenta, fazendo com que qualquer um deles perca sua vida em um piscar de olhos.
Além do premio de melhor direção o longa levou o de melhor filme, melhor roteiro original, melhor montagem, melhor mixagem de som e melhor edição de som. Kathryn Bigelow concorria em categorias disputadas, juntos de James Cameron e Quentin Tarantino.
The Hurt Locker √© uma obra incr√≠vel, assim como outros filmes de Bigelow que seguem essa mesma tem√°tica, ela diz que se sente atra√≠da por “personagens provocantes” em Zero Dark Thirty (2013) outro de seus filmes mais aclamados, ganhador do Globo de Ouro de melhor filme, baseada em fatos reais, Zero Dark Thirty conta a ca√ßada do homem mais procurado do mundo, Osama Bin Laden, O filme segue Maya, uma agente da CIA que atua no interrogat√≥rio de prisioneiros ligados √† Al Qaeda, incluindo nomea√ß√Ķes ao Oscar por melhor filme, melhor atriz (para Jessica Chastain), melhor roteiro original e melhor montagem. Kathryn se tornou uma grande inspira√ß√£o para as cineasta em debut, suas obras valem muito apena serem apreciadas.

 
Ava DuVernay nascida em Long Beach, Califórnia se graduou em estudos afros-americanos e em inglês, se interessou por jornalismo mas ficou desiludida com a profissão e montou sua própria produtora, tornou-se uma produtora de sucesso, foi ainda no final da faculdade que descobriu o cinema independente e começou a promover alguns, mas nesse meio, teve uma epifania e viu que queria criar sua própria história, seus próprios filmes, seu primeiro longa foi I Will Follow,  um drama, depois veio o bem sucedido Middle Of Newere , ganhador de melhor direção no Festival Sundance em 2012, se tornando assim a primeira mulher afro-americana a conquista o prêmio.
Em 2015 ela come√ßou a despertar olhares dos cr√≠ticos com o seu aclamad√≠ssimo¬†Selma, o drama baseados em fatos reais tr√°s a trajet√≥ria de Martin Luther King Jr, na luta para garantir os direitos de votos de todos os afrodescendentes, e nos protestos que culminou na marcha de Selma √† Montgomery, Alabama,¬†Selma¬†√© um filme fascinante.¬†O longa recebeu duas indica√ß√Ķes ao Oscar, melhor filme e melhor can√ß√£o (o qual foi o vencedor), ela n√£o foi indicada a melhor dire√ß√£o, o que vejo como um erro da academia. Em uma entrevista quando foi perguntada sobre o que sentiria caso fosse indicada a melhor diretor, pois ela seria a primeira mulher negra na hist√≥ria a receber a nomea√ß√£o, Ava disse¬†“Isso n√£o √© importante para mim“,¬†e completa¬†“Mas sei que √© importante para outras pessoas“.¬†DuVernay n√£o recebeu sua indica√ß√£o, mas isso n√£o tira o brilho de sua obra, al√©m de Selma, Ava DuVernay dirigiu um document√°rio incr√≠vel para a companhia de streaming Netflix,¬†A 13a Emenda, o document√°rio mostra as consequ√™ncias da escravid√£o nos EUA, e de como o sistema penitenci√°rio perpetua essa escravid√£o.
“Todo cineasta faz um filme com o pr√≥prio ponto de vista”

Greta Gerwig ,¬†de Sacramento, Calif√≥rnia. Come√ßou a carreira sendo conhecida pelo p√ļblico como atriz, uma extraordin√°ria atriz, diga-se de passagem, filha de Christine Sauer, uma enfermeira e Gordon Gerwig, um consultor financeiro e programador. De origem alem√£, irlandesa e inglesa foi criada em uma fam√≠lia liberal, mas frequentou uma escola cat√≥lica, ela se descreveu como uma crian√ßa intensa e sempre interessada em artes, sempre amou a dan√ßa e tem um diploma em musica, teatro e dan√ßa que fez em uma universidade de Nova York.
√Č formada em Filosofia e Ingl√™s pela universidade de Columbia, seu sonho era ser dramaturga, mas durante a faculdade conseguiu um papel pequeno no filme indie¬†“LOL”¬†¬†de Joe Swanberg foi aqui que ela se apaixonou pela atua√ß√£o,¬†Gerwig¬†ent√£o come√ßou uma parceria com um movimento art√≠stico cinematogr√°fico Nova-iorquino chamado¬†“mumblecore“, algo bem parecido com o Nouvelle Vague, foi nesse meio que ela come√ßou a escrever roteiros, fez uma parceria com Joe Swanberg, no longa¬†Hanna Takes the Stairs ¬†de 2007 ,¬†al√©m de ter atuado, tamb√©m foi a co-roteirista. Em 2008 ela estrelou v√°rios filmes mumblecores, nos quais ela tamb√©m escrevia, at√© recebeu um titulo por isso, come√ßou a ser chamada de “musa do mumblecore”¬†embora a mesma n√£o goste tanto de ser chamada assim.
Em 2010 interpretou um de seus papeis mais elogiados o de Florence, no filme de Noah Baumbach, “Greenberg”¬†onde protagonizou ao lado de Ben Stiller. O filme lhe rendeu sua primeira indica√ß√£o ao Independent Spirit Award de melhor atriz, e o pr√™mio de melhor atriz no Athena Film Festival. Foi em 2012 que ela co-escreveu junto com Noah Baumbach seu ent√£o namorado, o filme indie mais aclamado e meu filme favorito da vida¬†Frances Ha, Greta faz o papel de Frances uma jovem que se joga de cabe√ßas em seus sonhos, mesmo que a realidade poss√≠vel seja bem pobre.
Ela quer muito mais do que tem e leva a vida com uma alegria inexplicável e muita leveza (se você ainda não o viu, assista pelo amor de Meryl Streep e Viola Davis). Greta como atriz também atuou no cinema mainstream como Nancy Tuckermam no filme Jackie (2016) estrelado por Natalie Portman, e no filme 20th Century Women (2016), onde interpreta Abbie Potter, ela contracena ao lado de Annette Bening e Elle Fanning, dois filmes muito elogiados pela critica especializada e onde como atriz Gerwig exerce um trabalho magistral.
Mas em 2017 resolveu lan√ßa seu primeiro debut como diretora, seu filme¬†Lady Bird¬†¬†√© sucesso em todas as criticas, √© seu primeiro trabalho independente, totalmente sozinha tanto na dire√ß√£o como na cria√ß√£o do roteiro, inicialmente o roteiro de Lady Bird era de 360 paginas¬†(WOW!!),¬†Greta resumiu muita coisa para poder passa para as telas de cinema, o filme tamb√©m √© uma semi-biografia (P.S: se voc√™ viu Frances Ha, ver√° que tem uma semelhan√ßa nas duas protagonista, dedo de Gretinha),¬†Lady Bird¬†segue todo aquele esquema de coming of age, o que torna ele diferente e especial, √© a maneira como Gerwig o dirigi fazendo ser √ļnico e autoral, voc√™ se sente representado, em tudo, nas m√ļsicas, nas rela√ß√Ķes de Lady Bird, com sua m√£e principalmente, o que Greta faz aqui √© sensacional. O filme estreia dia 15 de fevereiro nos cinemas brasileiro, e √© um dos fortes candidatos a ganhar o Oscar, foi indicado em melhor atriz para¬†Saoirse Ronan, melhor atriz coadjuvante para¬†Laurie Metcalf,¬†melhor filme, melhor roteiro original para¬†Greta Gerwig,¬†e melhor dire√ß√£o para Greta Gerwig, caso ganhe ser√° a quinta mulher na hist√≥ria em todos os 90 anos de edi√ß√Ķes do Oscar a leva uma estatueta de melhor diretor (ISSO PRECISA MUDA ACADEMIA!).
Mesmo que Greta n√£o ganhe nada, embora eu tor√ßo muito para que ela leve pelo menos dire√ß√£o, lembrem que esse √© apenas seu primeiro filme como diretora, j√° percebemos o quanto ela √© incr√≠vel n√£o s√≥ como atriz, mas como diretora, confesso que estou empolga para ver suas pr√≥ximas produ√ß√Ķes, sei que muitos pr√™mios ainda viram.

Greta Gerwig on Set de Lady Bird, detalhe para está cena, é uma cena de baile e Greta filma com um vestido de baile, ela disse que queria que fosse especial.

#52FilmsByWomen √© um projeto vasto, tem muito mais mulheres talentosas, eu s√≥ citei as minhas favoritas deste meio, em 2018 muito mais filmes com dire√ß√Ķes femininas ser√£o lan√ßados, no festival Sundance, todos os filmes que ganharam nas principais categorias s√£o filmes com produ√ß√Ķes e com mulheres na dire√ß√£o. Fiquem atentos e vamos compartilhar, abra√ßar e dar visibilidades para estas mulheres incr√≠veis.¬†

Quem é PikachuSama

Editor de Contéudo deste site. Eu não sei muita coisa, mas gosto de tentar aprender para fazer o melhor.

 

  

Posts Relacionados
%d blogueiros gostam disto: