Quarta, 19 De Dezembro De 2018

Anuncie Aqui!

Opinịo: Ironsight РAt̩ tu CoDzinho!

Muitos jogos gratuitos estão surgindo no mercado nos últimos meses. Aparentemente, as empresas encontraram a fórmula de fazer dinheiro mesmo sem cobrar pela licença do jogo.

Depois de um grande número de MMORPGs adotarem essa estratégia, outros estilos de jogos também passaram a receber suas versões gratuitas. Path of Exile, Warframe, Fortnite, Paladins e Dauntless são alguns exemplos.

Como um grande fã de jogos de tiro em primeira pessoa (principalmente Call of Duty), sempre tive uma pequena dificuldade em encontrar um jogo gratuito que me agradasse. Mesmo com diversas opções no mercado, em alguns eu não consegui me adaptar com o ritmo, ou com o sistema das armas, mecânicas de classes ou mapas.

Mas nesse último fim de semana, acabei conhecendo um jogo em fase Beta chamado Ironsight. Olhando o trailer de anúncio ele lembrou muito um FPS futurista, mas sem ser completamente Sci-fi. Então resolvi dar uma chance ao jogo, que aparentemente é bem leve para jogar.

Quando entrei na primeira partida online, reconheci o jogo que acompanhei em uma livestream de um grande produtor de conteúdo brasileiro de Call of Duty. Nesse momento senti um leve pânico, já que durante a live o jogo parecia oferecer uma experiência ruim para jogadores fora da América do Norte.

Fui atropelado, se matei 2 durante a primeira partida, foi muito. Velocidade do jogo, movimentação dos personagens, armamentos, talentos, séries de pontuação, mapas e latência. Esses elementos sempre jogam contra você quando está explorando um jogo novo. Precisei de algumas partidas para me encontrar e começar a curtir e entender o jogo.

E depois que o rage passou é que tudo ficou claro. Eu estava praticamente jogando um Call of Duty Beta, mas uma versão nerfada. Mas isso não me impediu de jogar e me divertir, mesmo nas partidas que perdi (e no meu caso, somente CoD me proporcionava isso). O único ponto que me incomoda um pouco é a latência, que acaba fazendo muita diferença em jogos que enfrentamos outros jogadores.

Mas vamos falar mais sobre os pontos positivos. Os mapas que joguei são interessantes, com linhas que permite o jogador usar qualquer tipo de equipamento. A variedade de armas é boa, mas gostaria que tivesse mais. Os acessórios das armas ainda acho que precisam melhorar um pouco. Os talentos também não são muitos, mas estão distribuídos em três categorias sem deixar nenhum loadout muito desbalanceado. As séries de pontuação são boas e não resetam quando o jogador morre, ponto que gosto muito pois não incentiva o camper.

Além da latência, outro ponto que ainda preciso me acostumar é na movimentação, já que existem alguns pontos específicos para subir em objetos ou escalar construções. Mas são pontos que depois de algum tempo você se ajusta. E no caso do servidor, quem sabe recebemos um na América do Sul.

Se você gosta dos jogos na linha do Call of Duty: Black Ops II, Ironsight é uma boa pedida para se divertir economizando umas moedinhas. Lembrando que o jogo ainda está em Beta e melhorias devem estar encaminhadas. Nos vemos no campo de batalha!

Autor: Mozetas

Quem é timEU

Um indivíduo entre outros 7 bilhões que compõe uma única espécie entre outras 3 milhões de espécies já classificadas que vive num planetinha que gira em torno de uma estrelinha que é uma entre outras 100 bilhões de estrelas em uma galáxia entre outras 200 bilhões de galáxias num dos universos possíveis e que vai desaparecer.

  

Posts Relacionados
%d blogueiros gostam disto: