Quarta, 13 De Março De 2019

LOJA QUINTA CAPA

O Senhor dos Anéis | Tudo que você precisa saber sobre a produção da Amazon

Uma das maiores tragédias apresentadas em O Silmarillion deve ser contado na produção da Amazon.

A série de TV de O Senhor dos Anéis da Amazon neste momento está em desenvolvimento, mas a coisa ainda está envolta em segredos com mais perguntas do que respostas. Alguns anos atrás, Christopher Tolkien se desligou da Tolkien Estate , o órgão legal que administra a propriedade do escritor inglês J. R. R. Tolkien, incluindo os direitos autorais da maioria de seus trabalhos e foi nessa época que a Amazon Studios confirmou planos para desenvolver a série de TV do Senhor dos Anéis para o Amazon Prime, embora eles não especificassem sobre o que a série abordaria ou mesmo qual época da cronologia se passava ou que ligaria aos filmes de Peter Jackson. Christopher era o curador da obra do pai e ele nunca aprovou as adaptações do cinema imagine virar série de TV.

A confirmação só veio em novembro de 2017. A Amazon Studios adquiriu os direitos globais de franquia para as obras do Tolkien e anunciaram seu compromisso de desenvolver uma série de TV épica com, pelo menos, cinco temporadas que exploraria a Terra Média antes dos eventos de A Sociedade do Anel. No entanto, essa afirmação não significava muita coisa, já que a história da Terra Média abrange milhares e milhares de anos.

Embora a Série da Amazon ainda esteja nos estágios relativamente iniciais de desenvolvimento, o estúdio começou a promover a nova série nas redes sociais, que revelaram detalhes importantes sobre a história. Então, quando é que o público e os fãs de Tolkien podem esperar da série de TV do Senhor dos Anéis?

Ainda não foi confirmado, mas espera-se a primeira temporada 2021. Essa data está baseada considerando que o acordo contratual da Amazon Studios com a Tolkien Estate indica que a série precisa entrar em produção até 2020. A coisa faz sentido, além disso cairia no vigésimo aniversário que A Sociedade do Anel passou no cinema. Até eu estou surpreso que já se passou tanto tempo assim. Esses são fatos sobre o que sabemos até o momento. Qualquer coisa fora do que foi revelado ou falado aqui, passará apenas de especulação. Agora vou explicar um pouco como é essa divisão de tempo das Eras do mundo criado por Tolkien em seus livros.

Grande parte das lendas de Tolkien se iniciam e se definem no período heroico que ele definiu como Primeira Era. Também é a Era que o autor fez mais versões e revisões de seus manuscritos originais, as mais famosas histórias dessa Era foram publicadas em O Silmarillion. Ele empregou neste período um profundo senso de tempo e da história que culminaria com os acontecimentos que todos conhecem em O Senhor dos Anéis. A Primeira Era terminou com a Grande Batalha, na qual o exército de Valinor (Uma Ilha que habitava seres que do nosso ponto de vista, eram como Deuses chamados de Valar) invadiu Thangorodrim e venceu Melkor, um dos Valar mais poderosos que sucumbiu por vontade própria as trevas, além disso, ele era Mestre de Sauron.

A Segunda Era teve seu início logo após a queda de Melkor e sua fortaleza continente, quando estas foram destruídas perante a ira dos exércitos de Valinor na que foi chamada a Guerra da Ira. A batalha foi tão avassaladora que essa região simplesmente despereceu do mapa da Terra Média e foi submergida pelas águas do Mar, a coisa foi tão cataclísmica que abalou o continente chamado Beleriand.

Os Homens (edain) que lutaram contra Melkor e a favor do Oeste (Valinor) foi dada uma escolha: Viver sob o domínio dos elfos em Eriador, ou de velejar para Númenor, uma ilha que seria construída para eles pelo valar Aulë (Mais ou menos o Deus da Construção) e enriquecida por Yavanna (Deusa da Terra) e sustentada por seus alicerces através do poder de Ulmo (Deus dos Mares). A maioria das três casas dos edain decidiu velejar para essa ilha mágica, onde foram submetidos ao comando do Rei Elros Tar-Minyatur. A paz, prosperidade dos homens e seu poder cientifico e militar perduraria por 21 gerações em Númenor.

Escolher fazer uma série de Númenor faria todo um sentido prático narrativo para Amazon. E eu explicarei esse motivo.

Semana passada, a Amazon pela sua conta oficial do Twitter, divulgou o último mapa da Terra-média da série de O Senhor dos Anéis, e os fãs da obra de J.R.R. Tolkien estão especulando (Eu também) que será: A Queda de Númenor.

 

Olha o Mapa:


A especulação tem fundamento por causa que foi neste período que esta famosa frase surgiu:

Um Anel para a todos governar, Um Anel para encontrá-los, Um anel para a todos trazer, e na escuridão aprisioná-los

A Queda de Númenor é a quarta parte de O Silmarillion. Nela, Tolkien conta a história sob a perspectiva de Elendil, pai de Isildur, aquele que, no momento crucial, não conseguiu destruir o Um Anel nas fendas da Montanha da Perdição.

Númenor foi a civilização humana mais poderosa que existiu. A grande ilha, localizada no sudoeste da Terra Média, era rica, sua fauna e flora era abundante com espécies que jamais poderiam ser encontrados em outro lugar.

O reino também estava localizado nas proximidades de Aman, a terra dos Valar, que, na hierarquia divina, estão logo abaixo do Pai de Todos, Eru Ilúvatar. Os Númenorianos, apesar de toda graça que haviam ganhados dos Poderes do Mundo, eram proibidos de velejar à Aman. Já que esse lugar era destinado apenas aos seres eternos, coisa que os homens não eram.

Por 2.500 anos, a vida em Númenor foi próspera, e sem grandes problemas. Isso começa a mudar quando os Númenorianos decidem ajudar o rei elfo Gil-galad em sua primeira incursão contra Sauron, o Escuro, que, no alto de sua maldade, havia forjado os Anéis de Poder e o Um Anel, visando dominar tudo e todos. O exército dos Homens chega à batalha com grande força, espantando os povos da Terra Média.

Sauron, com suas estratégias de enganação, finge estar amedrontado pelos Númenorianos, e acaba se rendendo. O rei de Númenor, Ar-Pharazôn, leva o Escuro para a ilha, e lá o mantém prisioneiro. Com o passar do tempo, o Inimigo passa a envenenar a mente dos Homens e de seus governantes, despertando neles a inveja pela imortalidade daqueles que podiam entrar em Aman.

Ar-Pharazôn (Arte: Steamey)

Após anos e anos, submissos aos jogos mentais de Sauron, os Númenorianos declaram guerra aos Valar, decididos a invadir Aman, com o maior exército já visto. Ao chegarem lá, Manwë, o líder dos Valar, se recusando a participar da batalha, invoca Eru Ilúvatar, e o Pai de Todos então muda o formato do planeta: o disco chato se torna esférico, e Aman desaparece de uma vez por todas.

A mudança geográfica faz com que Númenor seja consumida pelos oceanos, dizimando quase todos os Númenorianos. Sauron, que estava na ilha, tem seu corpo desfigurado, e retorna em sua forma sinistra para Mordor, onde, então, constrói sua armadura, inspirado pelo visual de Morgoth (Melkor), o Senhor do Escuro.

Nove navios de Númenorianos sobrevivem à catástrofe, e são levados para o litoral da Terra Média. Elendil torna-se parte importante da Última Aliança dos Homens e dos Elfos contra Sauron. Em uma grande batalha, Sauron finalmente perde grande parte de seu poder, e só não acaba dizimado de uma vez por todas porque Isildur, filho do Rei, não consegue se livrar do Um Anel nas chamas da Montanha da Perdição.

Os Noves Navios fugindo da destruição (Arte: Ted Nasmith)

Depois disso, os Homens do Oeste começam a desaparecer aos poucos e, na Terceira Era, quando acontecem os eventos de O Senhor dos Anéis, Aragorn se torna o último dos Númenorianos. Apesar das semelhanças da história de Númenor com a queda de Atlantis, a cidade lendária da mitologia grega, Tolkien sempre negou que o reino dos Homens do Oeste era a sua própria versão dos atlantes.

No site da Amazon você pode explorar o mapa completo da Terra-média nesse link. Com a confirmação de que a série vai se passar na Segunda Era, cai por terra a teoria de que o jovem Aragorn seria o protagonista da série.

E por enquanto você precisa saber apenas isso.

Quem é PikachuSama

Editor de Contéudo deste site. Eu não sei muita coisa, mas gosto de tentar aprender para fazer o melhor.

 

  

Posts Relacionados
%d blogueiros gostam disto: