Segunda, 17 De Dezembro De 2018

Anuncie Aqui!

Os grandes vencedores e perdedores de bilheteria de 2018 até o momento

O Verão americano acabou, ou seja, os grandes lançamentos do cinema acontecem neste período e isso se tornando um termômetro para todos nós, fãs de Cinema e filmes populares, pois agora usarei esse termo: Filmes Populares rs

Em 2018, a bilheteria nunca esteve tão viva. Claro, a temporada foi salva por filmes importantes e mais esperados do que no período anterior, alguns quebraram recordes de bilheteria lá e pelo resto do mundo.

De Vingadores: Guerra Infinita até Solo: Uma história de Star Wars, mostraremos os vencedores e perdedores de bilheteria de 2018 até o momento!

No verão passado (2017), as bilheterias dentro do solo americano sofreram alguns dos seus piores momentos em anos. Grandes franquias como Transformers: O Último Cavaleiro e Piratas do Caribe: ‘A Vingança de Salazar, ou as loucuras de grande orçamento como o Rei Arthur: A Lenda da Espada e Valerian e a Cidade dos Mil Planetas. O público simplesmente não parecia muito entusiasmado com o que estava passando nos cinemas, assim, o setor viu que alguma coisa precisava mudar e até especularam que o verão de 2018 seria até pior que 2017.

Mas erraram feio, erraram rude.

WINNER – VINGADORES: GUERRA INFINITA

Thanos em Guerra Infinita (Marvel Studios)

A definição americana para ‘‘filmes de verão’’ foi mudada por causa desse filme. Antigamente e geoclimatologicamente falando, o verão vai de junho até agosto, mas agora ele dura até abril para incluir todos os filmes blockbuster de Hollywood. A Disney e a Marvel são em grande parte as culpadas por essa tendência, já que seu poder indomável alcançou níveis em que eles podem lançar um filme em qualquer ponto do ano e ter um grande sucesso. Neste caso: Avengers: Infinity War.

Seja qual for a maneira como você define o verão, é difícil negar que Guerra Infinita foi o vencedor de 2018. Os números falam por si mesmos: US $ 2,045 bilhões em todo o mundo, tornando-se o quarto filme de maior bilheteria de todos os tempos e um dos quatro filmes a ultrapassar US $ 2 bilhões. Ele quebrou recordes de pré-vendas e teve o segundo maior dia de estreia de todos os tempos na América. Ficou no top 10 das bilheterias por nove semanas, e ainda está passando em certos cinemas. A Marvel praticamente tem a manopla da bilheteria.

Homem-Formiga e a Vespa não foi o esperado, mas manteve-se forte e ainda não está passando na China. No entanto, o verdadeiro sinal que a Manopla da Bilheteria existe se chama: Pantera Negro. O filme de Ryan Coogler é o segundo filme de maior bilheteria de 2018, atrás de Vingadores: Guerra Infinita. Também fez algo que nem mesmo Guerra Infinita conseguiu: passou a casa US $ 700 milhões no mercado interno. Apenas três filmes já fizeram isso, e Pantera Negro é o primeiro filme da Marvel a conseguir este feito. É impossível ignorar o impacto comercial, crítico e cultural desse filme. Estamos em Agosto, o filme teve sua estreia em Fevereiro e ainda atrai público para as salas de cinema.

LOSER – SOLO: UMA HISTÓRIA DE STAR WARS

(Reprodução)

Parecia inevitável. A nova era de Guerra nas Estrelas, tem o público mais mimado da história (um novo filme a cada ano), era certeza de fracasso, a própria Disney sabia disso. Eles sabiam que Solo: A Star Wars Story seria apenas um grande prejuízo e isso ganhou forma quando os diretores originais, Phil Lord e Christopher Miller, foram demitidos no meio da produção. Ron Howard assumiu esta função, extensas refilmagens ocorreram (gastou-se mais de US $ 250 milhões) e o resultado foi aquele que vimos no cinema em Maio. Embora as resenhas fossem sólidas, a agitação era quase nula e o público realmente não pareceu interessando em uma história de origem de Han Solo. O filme não é ruim, mas é sem necessidade.

11 semanas após o lançamento e Solo ainda não recuperou o prejuízo. Em todo o mundo, ele mal passou de US $ 390 milhões. O selo de grande fracasso de bilheteria irá para Solo, mesmo sendo um desastre, Disney e Lucasfilm tem tanto dinheiro que eles não estão muito preocupados com isso, só entenderam que um filme por ano do Universo de Star Wars é um erro.

WINNER – DEADPOOL 2

Peter em Deadpool 2

Eu não iria deixar ‘Merc With a Mouth’ fora dessa lista nem f***. Deadpool 2 chegou com estilo, sujo e apresentou Josh Brolin como Cable! Ainda lançou as bases para o próximo filme a.ka. X-Force. Deadpool 2 não conseguiu ultrapassar o primeiro, arrecadando US $ 733 milhões em todo o mundo em comparação com os US $ 783 milhões de Deadpool – lembrando que o primeiro filme de Deadpool não teve a Infinity War para concorrer a bilheteria. Não há dúvida de que essa foi uma grande vitória para a 20th Century Fox e, no geral, tanto os fãs quanto os críticos pareciam satisfeitos. E o melhor de tudo: O mundo tem uma nova música da Céline Dion para adorar! rs

WINNER – O Estúdio Independente A24

Toni Collete em Hereditário

O estúdio A24 chegou no topo das paradas de produtoras independeres fazendo grandes e baratos

filmes que fazem um estrago incrível de arrecadação. É dela os fenômenos: Moonlight, The Witch (A Bruxa) e Good Time (Bom Comportamento).

Qualquer coisa feita por essa produtora vira especulação. A24 é o que a Miramax foi nos anos 90.

Em 2018, ela lançou uma série filmes, alguns fizeram sucesso, outros receberam boas críticas.O diretor Paul Schrader regressou com o brilhante thriller First Reformed e Ethan Hawke fazendo um de seus principais papéis no cinema (que não passou no Brasil), e o comovente drama de Andrew Haigh, Lean On Pete (baseado no romance de Willy Vlautin), recebeu uma série de comentários positivos. No entanto, seus maiores filmes este ano foram: o aterrorizante terror Hereditário, e a ‘dramédia’ juvenil Eighth Grade (também não passou no Brasil).

As premissas de cada filme não eram interessantes. No entanto, graças a uma combinação inteligente de marketing bem-feito, boas críticas e um bom ‘timing’, ambos tiveram grandes resultados de bilheteria neste verão. Hereditário arrecadou $ 44 milhões no mercado interno – um novo recorde para a A24. Eighth Grade, o primeiro filme do comediante Bo Burnham, estreou em 4 cinemas com um impressionante final de semana de $ 263.797. Desde então, expandiu-se para mais de 1000 cinemas e tem um saldo de $ 7,5 milhões no banco. A24 são reis em construir hype. Outro estúdio indie, Annapurna, produziu o sucesso ‘Sorry To Bother You’ – provando que não precisa ser apenas filmes blockbusters para fazer uma boa bilheteria no verão americano.

LOSER – ARRANHA-CÉU: CORAGEM SEM LIMITE

Arranha-Céu

Dwayne “The Rock” Johnson tem sido, em geral, uma força da natureza imparável para fazer grandes bilheterias. De Velozes e Furiosos a Jumanji: Bem-vindo à Selva, o ex-wrestler se tornou um dos nomes mais lucrativos do cinema. Johnson até conseguiu fazer Rampage – uma adaptação de videogame envolvendo um gorila gigante mutante – em um sucesso. Apesar de Baywatch ter sido um erro, Johnson se tornou um dos raros atores em Hollywood que pode usar seu nome para ganhar rios de dinheiro.

Infelizmente, essa mágica não se estendeu ao Skyscraper (título original), um suspense de ação austero e pretensioso, que dificultou tanto a crítica quanto o público. Até agora ninguém entendeu qual era a proposta desse filme que estreou no número 3, atrás do Hotel Transylvania 3 e de Homem-Formiga e a Vespa, com US $ 25,4 milhões – bem abaixo das estimativas iniciais. O filme conseguiu fazer melhor no exterior, mas longe dos melhores de Johnson. No entanto, essa desaceleração doméstica não vai afetar muito as bilheterias de Johnson, já que ele continua fazendo muita grana ainda na China (Skyscraper foi feito principalmente para atrair esse público). Sobre este tema, estou fazendo um especial.

WINNER – INCRÍVEIS 2

Incríveis 2 (Pixar/Disney)

Faz 14 anos desde que Brad Bird fez sua estréia na Pixar com Os Incríveis, um filme de super-herói inteligente e grandioso que combinava sátira de gênero, comédia familiar e ação impecavelmente feita. A continuação da Família Pêra, mesmo demorando anos e hoje vivendo a era dos filmes de super-heróis, foi meio que um suspense se daria certo, mas acabou que a Pixar ainda sabe fazer dinheiro e divertir a gente.

Seu fim de semana de estreia teve US $ 180 milhões arrecadados e representou um novo patamar para filmes animados e também foi a oitava maior abertura de todos os tempos no mercado interno. Chegou a US $ 1 bilhão em todo o mundo, mas o fato mais surpreendente sobre esse número é que a maior parte desse faturamento – mais de 55% – veio do público americano. Incríveis 2 foi um grande lançamento que não precisou depender de números internacionais. Diante de receios contínuos de que o público norte-americano esteja rejeitando a experiência cinematográfica, isso certamente pode ser considerado uma grande vitória – mais uma – da Disney.

LOSER – MENTES SOMBRIAS

Mentes Sombrias

A era de ouro de livros juvenis adaptados para o cinema acabou e usarei apenas estas palavras para falar de, pelo menos, seis séries literárias que viraram filme, duas fizeram bilhões, enquanto o resto foi um fiasco sem precedentes.

The Darkest Minds (título original) foi o primeiro filme live-action da diretora do Kung Fu Panda 2, Jennifer Yuh Nelson, e estrelou Amandla Stenberg na adaptação da popular série distópica de Jennifer Bracken. Os livros são bem legais e trazê-los para o cinema parecia uma boa forma de ganhar uma grana – a premissa conta a história de um grupo de adolescentes com poderes misteriosos que escaparam de um campo de concentração do governo – mas tudo deu errado. A data foi péssima para estreia, em seu primeiro fim de semana, ele quase não chegou ao 8º lugar com uma bilheteria de US $ 5,8 milhões em 3127 cinemas.

Os livros têm seus fãs, mas eles são poucos comparados aos fãs de ‘‘amanhecer’’ ou ‘‘jogos Vorazes’’, então não havia uma base de fãs para encher o cinema. Acrescente a isso as avaliações medíocres e desinteresse geral sobre o gênero e temos o verdadeiro desastre de 2018.

WINNER – JURASSIC WORLD: REINO AMEAÇADO

(Reprodução)

J.A. A sequência de Bayona para o sucesso de 2015 de Colin Trevorrow, Jurassic World, pode não ter impressionado muito a crítica, mas provou uma coisa: as pessoas ainda amam dinossauros. Jurassic World: Fallen Kingdom (título original) já arrecadou mais de US $ 1,27 bilhão em todo o mundo desde seu lançamento em meados de junho, com a maior parte das bilheterias (68%) vindo de fora. O filme foi particularmente bem na China, onde arrecadou impressionantes US $ 248 milhões – provando mais uma vez que um lançamento bem-sucedido na China tem o poder de fazer ou quebrar um blockbuster.

O filme dividiu fãs e críticos, mas não há como negar que o reinício da franquia Jurassic Park tem sido um enorme sucesso comercial para a Universal Pictures, e não teremos que esperar muito pelo próximo filme. Jurassic World 3 está previsto para ser lançado em 2021, com Trevorrow retornando para dirigir uma história que vai lidar com as consequências do final de Fallen Kingdom.

WINNER – MISSÃO: IMPOSSÍVEL – FALLOUT

(Reprodução)

Ao longo de 22 anos, a franquia Missão Impossível durou muito além das expectativas da indústria e de público. A série foi ganhando mais força, tanto comercial quanto criticamente, bem como permitindo que seu líder Tom Cruise satisfizesse seus caprichos. O que ele disser tá falado. Acontece que é exatamente isso que o público quer de Cruise. Os amantes do cinema querem ver ele fazendo acrobacias ousadas e sendo um ator de ação ainda da velha escola, algo que os filmes de Missão Impossível oferecem com bastante entusiasmo.

O sexto capítulo da franquia, Fallout, não apenas encantou o público – o filme vem recebendo críticas proclamando-o como um dos melhores filmes de ação já feitos. Com sua fórmula aperfeiçoada e a promessa contínua de acrobacias intensas executadas pelo próprio Cruise, o público na América levou Fallout a agregar os melhores números em seu fim de semana de estreia. No resto do mundo, o filme vem arrecadando de carrada.

SURPRISE WINNER: MEGATUBARÃO

(Reprodução)

Para a surpresa de basicamente todo mundo, o filme de tubarão gigante com Jason Statham, The Meg (título original), não só conseguiu superar as bilheterias americanas neste fim de semana, com cerca de US $ 44,5 milhões, arrecadando pouco menos de US $ 100 milhões em todo o mundo. Essa é uma exibição impressionante para um filme que não faz parte de uma franquia ou propriedade estabelecida. Para a Warner Bros., o Meg também provou ser o maior final de semana de estréia de 2018 até agora, de acordo com o Hollywood Reporter. Isso não é uma tarefa fácil, já que seus irmãos do estúdio incluem Ready Player One, de Stephen Spielberg, e o recente Ocean’s 8.

As receitas internacionais foram muito reforçadas na China, onde a Gravity Pictures representou a maior parte do orçamento do filme. Para um filme com um orçamento de cerca de US $ 150 milhões e avaliações medianas, esses números são um pequeno milagre. O filme ainda não saiu de águas profundas, mas este é um começo encorajador. Parece que todos podemos concordar com a majestade de um tubarão gigante.

SR

Quem é PikachuSama

Editor de Contéudo deste site. Eu não sei muita coisa, mas gosto de tentar aprender para fazer o melhor.

 

  

Posts Relacionados
%d blogueiros gostam disto: