Segunda, 17 De Dezembro De 2018

Anuncie Aqui!

Os serviços de Streaming produzem hoje um terço de todas as séries que estão passando

 

Os serviços de streaming como a Netflix, Hulu e Amazon hoje produzem um terço de todos os programas de TV que conhecemos – de séries, documentários, animações, filmes –, e a cada ano elas ganham mais assinantes mundo afora, enquanto a TV paga despenca em sua audiência na mesma proporção. Desde que a Netflix começou a entrar nas rodas de discussão da cultura pop, com séries originais como House of Cards e Orange Is the New Black em 2013, muitos previram a iminente queda da TV a cabo.

Todos os anos, mais e mais pessoas cancelam suas TVs por assinatura – conheço pessoas que quando acabar a última temporada de Game of Thornes cancelará finalmente este serviço de suas vidas. Embora a atual explosão na quantidade de serviços disponíveis possa eventualmente levar a um ponto em que os consumidores ficaram exigentes demais para escolher o que assistir, por enquanto, o streaming vem sendo uma revolução rápida e barata para o entretenimento mundial. Só lembrando que ainda não chegaram na competição a Disney, DC e AT&T, cada uma fazendo também seus próprios conteúdos originais.

De acordo com um estudo feito pela FX Networks. Em 2018 foi ano que teve o maior lançamento em números de séries nessa plataforma. O streaming agora reivindica aproximadamente 32% dessas produções. De impressionantes 495 programas de TV produzidos em 2018, tivemos 160 originais lançados nas plataformas. Um aumento acentuado em relação aos 117 produzidos em 2017.

A dona da bola do streaming ainda é, é claro, a Netflix, apesar de descartar as séries originais da Marvel (Demolidor, Luke Cage e Iron Fist) e, a temporada final de House of Cards. Ela reina soberana. Stranger Things continua sendo um grande sucesso, e a 3ª temporada provavelmente será um dos maiores eventos de TV de 2019. Hulu e Amazon estão fazendo o melhor para se atualizar e ganhar mais assinantes, além disso, elas vem ganhando prêmios importantes para esse mercado e gênero cultural como The Handmaid’s Tale e The Marvelous. Sra. Maisel.

A quantidade de programas e séries produzidos tanto pela TV aberta quanto a paga continua a cair. As cinco grandes redes (americanas, já que essa pesquisa veio de lá) de transmissão produziram 146 séries em 2018, abaixo dos 153 de 2017. Na TV paga teve um impacto ainda maior, produzindo 144 séries e programas em vez dos 175 do ano passado. Para aqueles que se perguntam de onde vêm os demais produtos produzidos em 2018, 45 séries foram lançadas a cabo em serviços premium, HBO (disponível no Brasil), Showtime e Starz. Considerando que todas essas três empresas também operam plataformas de streaming que não exigem assinatura por cabo, pode-se argumentar que elas também devem ser contadas entre os originais das plataformas, o que aumentaria para 205 séries originais. Para melhor ou pior, a indústria ainda os considera esses três últimos canais a cabo.

2019 está vindo e com ele uma nova onda de programas e séries que você só precisa dar o play para assistir. Todos nós agradecemos, pois a qualidade aumentou, a diversidade cresceu e o bolso não sente tanto esse peso.

 

Fonte: Variety

Quem é PikachuSama

Editor de Contéudo deste site. Eu não sei muita coisa, mas gosto de tentar aprender para fazer o melhor.

 

  

Posts Relacionados
%d blogueiros gostam disto: