Quarta, 12 De Setembro De 2018

Notícias sobre Filmes, Séries e Netflix

Dica de Leitura | O Silmarillion

¬† ¬† ¬† ¬† ¬† Sempre posterguei a leitura de ‚ÄúO Silmarillion‚ÄĚ, de J.R.R. Tolkien, por ter ouvido muito que ele era complicado e de ritmo dif√≠cil. Quando finalmente criei coragem para descobrir o livro por mim mesma, me apaixonei logo nas primeiras p√°ginas.

¬† ¬† ¬† ¬† ¬† Acho que a frustra√ß√£o dessas pessoas que n√£o se adaptaram ao ritmo da leitura vem por esperarem uma hist√≥ria aventuresca ou linear, como “O Hobbit” e “O Senhor dos An√©is“, e n√£o √© isso que acontece aqui. O Silmarillion n√£o funciona como um romance comum, mas sim como um relato das eras passadas da Terra M√©dia, uma esp√©cie de registro hist√≥rico daquele mundo, no qual n√£o h√° uma hist√≥ria, mas uma vastid√£o delas.

¬† ¬† ¬† ¬† ¬† ‚ĚĚHavia Eru, o √önico, que em Arda √© chamado de Il√ļvatar. Ele criou primeiro os Ainur, os Sagrados, gerados por seu pensamento, e eles lhe faziam companhia antes que tudo o mais fosse criado. E ele lhes falou, propondo-lhes temas musicais; e eles cantaram em sua presen√ßa, e ele se alegrou (…) E surgiu um som de melodias em eterna muta√ß√£o, entretecidas em harmonia, as quais, superando a audi√ß√£o, alcan√ßaram as profundezas e as alturas; e as moradas de Il√ļvatar encheram-se at√© transbordar; e a m√ļsica e o eco da m√ļsica sa√≠ram para o Vazio, e este n√£o estava mais vazio.‚Ěě

¬† ¬† ¬† ¬† ¬† Tolkien queria se dedicar √† constru√ß√£o da mitologia de seu universo logo ap√≥s a publica√ß√£o d’O Hobbit, por√©m s√≥ p√īde se concentrar nisso ap√≥s escrever e publicar O Senhor dos An√©is. O resultado de seu trabalho √© O Silmarillion, que, infelizmente, s√≥ foi publicado depois de sua morte.

¬† ¬† ¬† ¬† ¬† Sendo assim, O Silmariollion √© o livro da mitologia e das lendas dos Dias Antigos, nos mostrando desde a g√™nese daquele mundo at√© o fim de algumas eras. Conhecemos os poderosos seres que estavam presentes na cria√ß√£o de Arda, conhecida tamb√©m como Terra M√©dia, e os seres destinados a viver l√°, assim como as conquistas, realiza√ß√Ķes e guerras travadas pela liberdade ou poder.

¬† ¬† ¬† ¬† ¬† ‚ĚĚOra, os Filhos de Il√ļvatar s√£o elfos e os homens, os Primog√™nitos e os Sucessores. E em meio a todos os esplendores do Mundo, seus vastos pal√°cios e espa√ßos e seus c√≠rculos de fogo, Il√ļvatar escolheu um local para habitarem nas Profundezas do Tempo e no meio das estrelas incont√°veis.‚Ěě

¬† ¬† ¬† ¬† ¬† Conhecemos os poderosos Valar, maias, elfos, an√Ķes e homens, assim como o papel desempenhado por cada ra√ßa nos importantes eventos anteriores √† aventura de Bilbo ou da Sociedade do Anel. Vemos o nascimento do mundo atrav√©s da can√ß√£o dos Ainur, a cria√ß√£o das lend√°rias Silmarills e como elas influenciaram o destino daquele mundo, fosse nas trapa√ßas de Melkor e Sauron, nos feitos de T√ļrin, no amor de Beren e Luthi√©n ou em outras hist√≥rias. A cria√ß√£o de seres nefastos nos fardos de Angband, como os grandes drag√Ķes e os infernais Balrogs‚Ķ Hist√≥rias de guerras, de trai√ß√Ķes, conquistas, bravura, pesares e alegrias, todas contidas nas p√°ginas desse livro √©pico. Al√©m disso, o volume organizado por Christopher Tolkien tamb√©m traz notas sobre as pron√ļncias dos nomes nos idiomas da Terra M√©dia e um gloss√°rio para facilitar a compreens√£o.

¬† ¬† ¬† ¬† ¬† ‚ĚĚEntre os relatos de dor e destrui√ß√£o que nos chegaram das trevas daquele tempo, existem ainda assim alguns nos quais, em meio ao pranto, h√° alegria e, sob a sombra da morte, luz duradoura. E dessas hist√≥rias a que ainda parece mais bela aos ouvidos dos elfos √© a de Beren e L√ļthien‚Ěě.

¬† ¬† ¬† ¬† ¬† Este universo complexo, muito bem estruturado e riqu√≠ssimo em lendas √© um dos mais queridos pelos f√£s de fantasia e, sem d√ļvida, ¬†a riqueza de lugares e seres que ali existem, a excelente constru√ß√£o de sua hist√≥ria, lendas, ra√ßas e personagens √© uma das principais raz√Ķes. Interligando tudo, O Silmarillion nos mostra como J.R.R. Tolkien √© mais que um bom contador de hist√≥rias e merece a alcunha de Senhor da Fantasia.

Ungoliant and Melkor por Rubendevela

¬† ¬† ¬† ¬† ¬† Recomendo muito a leitura para todos os que j√° se apaixonaram pelas hist√≥rias da Terra M√©dia e t√™m vontade de entender melhor os feitos, lendas e at√© mesmo as pron√ļncias dos nomes. Recomendo tamb√©m aos f√£s de literatura fant√°stica e de Blind Guardian que nunca se arriscaram. Garanto que voc√™ ir√° se encantar ainda mais por esse universo e que nunca mais ouvir√° o Nightfall in Middle-Earth da mesma forma!

‚ĚĚWhere can I run

How can I hide

The Silmarils?

Gems of treelight

Their life belongs to me

Oh it’s sweet how the

Darkness is floating around‚Ěě

(Into The Storm – Blind Guardian)

Posts Relacionados
%d blogueiros gostam disto: