Sábado, 23 De Fevereiro De 2019

LOJA QUINTA CAPA

Patrulha do Destino: 10 coisas que você precisa saber antes de assistir a série

Lanternas Verdes e Dada e tijolos como você nunca viu!

Talvez a única falha da Patrulha do Destino seja que – como uma série baseada em quadrinhos – não é fácil de se gostar de imediato, principalmente essa nova geração de telespectadores, mas verdade seja dita, Patrulha do Destino nunca teve uma fanbase expressivas. O quadrinho mais famoso é do final dos anos 80 e, olha que eles existem desde 1963, então pode ser um problema atrair um público maior para assistir a nova série da DC Universe.

A série ainda foi lançada no mesmo dia que The Umbrella Academy e que basicamente conta o mesmo enredo, mas, apesar disso, tudo, Patrulha do Destino tem um dos melhores títulos dos últimos anos para uma série de super herói. E eu tenho como provar.

Ela acabou de ganhar seu certificado fresh do site Rotten Tomatoes, ou seja, tá agradando forte o público.

No entanto, antes que você corra para assistir, existem algumas coisas que precisa saber mais sobre ela. Leia com devido respeito, pois gostará bastante!

 

 

 

10. Nem toda série baseada em quadrinhos é previsível

 

(DC Universe)

A primeira coisa que precisa ser lembrada ao assistir a série é que a Patrulha do Destino não terá sabotagens de enredo. O que significa isso? É uma série baseada num quadrinho, correto? Então muita gente já vai assistindo ou nem assiste por que depois de tanta série nesse gênero, ficaram entendendo que existe uma fórmula que aparece basicamente em todas as produções, que é a previsibilidade do enredo, além disso, o primeiro capítulo tem bastante momentos engraçados, coisa que a Marvel já faz muito bem.

Só que Patrulha do Destino é basicamente uma história que foge dessa curva de convenções que todo mundo já espera. O mais correto a se pensar ao assistir a série é que você terá uma experiência diferente e envolvente.

 

9. Eu preciso ler algum quadrinho par entender melhor a série?

(DC Comics)

A Patrulha do Destino teve momentos bons e ruins durante sua história no mercado de quadrinhos da DC Comics desde sua primeira aparição em 1963. Além disso, ela teve diversos reboot, dando aos produtores da série várias linhas de enredo para seguir.

No entanto, isso não parece ser o caso, já que a série parece usar duas linhas históricas dos quadrinhos. Enquanto existe uma referência a Eric Morden, algo ainda lá do começo da revista, o tom geral se encaixa muito mais na atmosfera dos últimos anos. A trama é veloz, tem comédia e muita referência nos trabalhos do Grant Morrison e Gerard Way.

Então você não precisa necessariamente ler qualquer coisa para acompanhar a série.

Além disso, existe o Cyborg – que não desempenha um papel fundamental nos quadrinhos da Patrulha do Destino – e fica claro que várias histórias que aparecem nos quadrinhos estão sendo usadas para inspirar a série da DC Universe.

 

8. A Irmandade De Dada

 

(DC Comics)

A Irmandade da Dada foi criada pelo Sr. Ninguém depois que ele foi forçado a sair da Irmandade do Mal. Depois de ser cobaia de um experimento por um ex-cientista nazista, ele foi perseguido e ficou determinado a forçar outros a verem o mundo como ele via: inerentemente sem sentido e caótico. Ele convidou vários outros seres instáveis se juntar à sua versão anarquista da Irmandade para espalhar o caos.

Cada integrante da Irmandade é peculiar, não falarei como é cada um por isso vou deixar para assistirem na série. Mas é um mais bizarro que o outro.

 

7. Outros Vilões que podem ou poderiam aparecer

 

(DC Comics)

Embora a Irmandade de Dada esteja na série, também é incrivelmente provável que outros vilões da Patrulha do Destino apareceram.

Grant Morrison criou um cara chamado Red Jackele acredita que é a encarnação de Jack, o Estripador e o próprio Deus criador do universo em uma só pessoa. A origem do vilão, Morrison talvez deixe para os leitores imaginarem. O que se sabe é que se trata de um ser ultradimensional que obtém seus poderes a partir do sofrimento de borboletas que ele coleciona, mantendo-as vivas e afixadas nas paredes de um vasto corredor.

Acrescente um punhado de demônios, uma pitada de seres extradimensionais e uma colher cheia de cultos satânicos, e teremos um panteão de vilões únicos e divertidos de assistir.

 

6. Outros Membros Potenciais da Patrulha do Destino

 

(DC Universe/Netflix)

Muitos conhecem o herói Mutano como membro dos Novos Titãs, mas poucos sabem que Garfield Logan apareceu pela primeira vez nos quadrinhos na Patrulha do Destino – como membro da equipe!

Na verdade, na época, ele era conhecido como “Rapaz Fera” mesmo. Só depois é que mudou seu nome para Mutano, que é como o conhecemos de forma mais popular hoje – ainda que seu nome em inglês, atualmente, seja Beast Boy. E ele é introduzido na série de TV Titãs morando na mansão da Patrulha.

 

5. Seu líder é praticamente um supervilão

 

(DC Comics)

Niles Caulder não um supervilão, mas isso dá click, sinto muito por isso. Caulder geralmente usa sua mente de gênio para o bem, pelo menos na maioria das vezes…

Ele é um personagem superficial, se não completamente contraditório. As “missões” que ele envia à Patrulha do Destino são com frequências missões suicidas, e seu tratamento geral com eles parece ser mais como se estivesse vendo-o experimentos e não um grupo de amigos tentando salvar o mundo. Ainda assim, ele é um líder que gosta de ajudar os outros.

O questionável status de Caulder como herói é uma das partes mais interessantes da série, então, com certeza, veremos seu lado ‘‘gênio do mal’’ na série – seja nesta temporada ou mais tarde.

 

4. A Patrulha do Destino Dentro e fora da DC

 

(DC Comics/Vertigo)

Patrulha do Destino tem um histórico confuso de lançamentos na DC.

Entre o final dos anos 80 e 90, roteiristas diversos ficaram responsáveis por fases distintas da revista do grupo – entre eles Grant Morrison, que ainda não era tão famoso quanto é hoje – e com isso houve uma certa indecisão de onde a revista se encontrava.

A fase de Morrison fez parte da continuidade oficial da DC Comics, mas a seguinte, na mesma numeração, não. O título foi movido para o selo Vertigo e removido da continuidade da DC Comics. Porém, em meados dos anos 90, Patrulha do Destino voltou para a cronologia, sem zerar sua numeração.

Curiosamente, hoje em dia, a fase de Morrison também é considerada parte da Vertigo, em republicações. Uma bagunça, como é de costume.

Se algum personagem mudar de gênero durante a série. Não se assustem.

 

3. Um tijolo mágico pode ser um personagem chave

 

(DC Comics)

Embora seja muito cedo para prever as histórias que a série da Patrulha do Destino usará, uma aposta segura seria dizer que Danny – um tijolo falante mágico – provavelmente desempenhará um papel crucial nos eventos.

Danny inicialmente aparece em Patrulha do Destino como uma rua de teletransporte consciente, que vai se desenvolvendo ao longo do tempo, ele acha que é um planeta as vezes, mas é um personagem muito incrível, moralista que, durante suas transformações ao longo da história, fica mais famoso quando ela passa a ser um tijolo.

O uso de um tijolo falante como um dispositivo de enredo principal parece uma piada? Sim, sim. É o tipo de piada que os produtores de televisão gostariam de incluir? Pelo que foi mostrado até agora, com certeza!(Risos)

 

2. Pode ter grandes participações

 

(DC Comics)

Com a aparente e permanente apresentação de Cyborg na série, os portões para o deslumbrante mundo dos cameos de DC foram bem abertos.

Isto é particularmente excitante quando você leva em conta todos os grandes nomes que podem aparecer na série. Não só a Patrulha do Destino lutou contra os Lanternas Negros nos quadrinhos, mas eles também apresentaram um Kryptoniano que Caulder mantém trancado para fins de enredo. Embora ainda não saibamos se essas histórias serão usadas na série, mas vale a pena lembrar que Patrulha do Destino é uma série que a DC permite que suas franquias possam se interagir.

 

1. É absolutamente uma loucura atrás da outra

 

(DC Universe)

Se há uma coisa que as pessoas que se interessaram pela série precisam lembrar é que Patrulha do Destino vai ficar muito, muito estranha.

Como a série é basicamente o carro-chefe da insanidade da DC, os produtores têm uma lista de loucos dos quadrinhos que podem – e vão – colocar na série. Tudo, desde os esquilos demoníacos até uma dimensão viva que é melhor vocês lerem do que se trata, mas essas personalidades únicas é que farão dessa série algo incrível.

Quem é PikachuSama

Editor de Contéudo deste site. Eu não sei muita coisa, mas gosto de tentar aprender para fazer o melhor.

 

  

Posts Relacionados
%d blogueiros gostam disto: