S√°bado, 20 De Outubro De 2018

Anuncie Aqui!

Resenha | Blue Note – Os √ļltimos dias da lei seca

Em Blue Note, hist√≥rias sobre m√°fia, boxe e o blues d√£o o tom do √ļltimo m√™s da lei seca americana, mostrando que o per√≠odo da proibi√ß√£o da venda de √°lcool nos EUA ainda rende excelentes hist√≥rias.

 

Resultado de imagem para Blue Note dargaud imagem

 

O imagin√°rio popular ocidental est√° repleto de per√≠odos espec√≠ficos da hist√≥ria dos Estados Unidos da Am√©rica, porque o pa√≠s adotou e investiu em peso na sua ind√ļstria do cinema e entretenimento. √Č dessa forma que o Velho Oeste, per√≠odo da expans√£o americana para o Pac√≠fico e onde foras da lei e xerifes eram figuras constantes, foi imensamente explorado, contando com cl√°ssicos do cinema como ERA UMA VEZ NO OESTE, BRAVURA IND√ĒMITA, POR UM PUNHADO DE D√ďLARES, entre tantos outros. Outro ponto importante da ind√ļstria do entretenimento foi a participa√ß√£o dos EUA na Segunda Guerra Mundial, contando com filmes que retrataram a √©poca, como O RESGATE DO SOLDADO RYAN e o recente DUNKIRK. Essa retrata√ß√£o dos momentos da Am√©rica do Norte se mostra presente at√© mesmo nos grandes fracassos do pa√≠s, como a Guerra do Vietn√£, em filmes como PLATOON¬†e¬†NASCIDO EM 04 DE JULHO. Por√©m, se h√° um fracasso moral e institucional que o entretenimento sempre mostrou, e, em muitas vezes, glamorizou, foi o per√≠odo da Lei Seca.

Entre 1920, ap√≥s aprova√ß√£o do Congresso Americano, e 1933, foi proibido a venda e o consumo de √°lcool no pa√≠s. Uma decis√£o que teve mais cunho moral, onde a bebida era apontada como um dos grandes males da sociedade americana. Por√©m, mostrou seus efeitos na corrup√ß√£o generalizada que a proibi√ß√£o causou, j√° que dos pol√≠ticos aos policiais recebiam propina para fingir que n√£o sabiam do com√©rcio de bebidas. Onde as figuras do gangsteres, mafiosos americanos, surgiram e ganharam import√Ęncia.

√Č o √ļltimo momento da Lei Seca, mais exatamente a um m√™s da revoga√ß√£o da lei, que Blue Note – Os √öltimos dias da Lei Seca nos mostra. Ao acompanhar dois personagens principais, um boxeador em fim de carreia e um m√ļsico rec√©m chegado √† cidade grande que quer fazer sucesso com seu viol√£o, a trama vai se desenrolar.

 

Resultado de imagem para Blue Note dargaud image

 

O quadrinho, lançado no selo Gold Edition da editora Mythos, é dividido em dois capítulos, contando primeiramente a história de Jack Doyle, o boxeador que está no fim de carreira, mas que volta para a cidade de Nova York por causa de uma proposta de trabalho que pode render muito dinheiro. São muitos os elementos que nos são apresentados no primeiro momento, como a iminência daquele mundo que está prestes a ruir e mudar, afinal, com o fim da proibição da venda de álcool, os grandes clubes de diversão, onde se podia aproveitar o blues e o jazz, a venda da bebida e os gangsteres, teriam que se adaptar a uma realidade onde a grande fonte de receita daquela sociedade corrupta acabaria ou se transformaria.

√Č dessa forma que esse quadrinho franc√™s da editora Dargaud retrata a hist√≥ria de Jack Doyle, cuidando para que os personagens envolvidos estejam a ponto de mudar sua vida com o fim da lei. Interessante notar que a escolha da cidade de Nova York, em vez de Chicago, cidade onde o crime prosperou mais, contando com a figura do maior gangster americano, Al Capone, √© acertada para que os Autores n√£o se apegue tanto √†s figuras hist√≥ricas, como o pr√≥prio Capone, para contar sua trama, podendo criar seus pr√≥prios personagens.

O leitor pode achar que umas passagens na hist√≥ria de Doyle est√£o muito jogadas na narrativa, como quando o boxeador se encontra com um m√ļsico √†s l√°grimas e se martirizando, mas tudo faz parte da constru√ß√£o dessa hist√≥ria em duas partes. Os mesmos personagens e alguns acontecimentos ir√£o se encontrar na trama, mostrando que nada est√° ali jogado √† toa. O gangster, a rep√≥rter, os m√ļsicos, o bandido que almeja subir mais com o fim da Lei Seca, todos eles transitar√£o nessa hist√≥ria que se passa no mesmo lugar e ao mesmo tempo, s√≥ que atrav√©s de dois pontos de vista.

 

Resultado de imagem para Blue Note Bourgouin

 

Mas se o per√≠odo hist√≥rico √© importante, a trama de Blue Note tamb√©m cuida de desenvolver bem seus personagens. Mesmo partindo de um ponto onde todo personagem √© um clich√™ da √©poca (o boxeador em fim de linha, a rep√≥rter intr√©pida que tem um relacionamento perigoso, o gangster, o m√ļsico rec√©m chegado na cidade grande), o roteiro da dupla Mariolle e Bourgoin vai desenvolvendo camadas para os personagens, como a afei√ß√£o que Jack sente por seu t√©cnico, o sentimento que nutre pela rep√≥rter, e a incapacidade do m√ļsico R.J. em criar m√ļsicas suas, j√° que s√≥ se mostra ex√≠mio ao replicar m√ļsicas j√° conhecidas.

E por falar de m√ļsica, n√£o se pode deixar de falar do Jazz e do Blues presentes na trama, j√° que essas m√ļsicas, tamb√©m, tiveram grande import√Ęncia na √©poca. Cabe esclarecer que o significado de Blue Note remete al√©m do significado da cor azul (Blue), que retrata a tristeza e est√° presente nas can√ß√Ķes do Blues (estilo musical). Blue Note¬†geralmente √© traduzido para o portugu√™s como ‚Äúnota fora‚Äú, devido ao fato dessa nota n√£o pertencer √†¬†escala natural,¬†tendo suas ra√≠zes na m√ļsica afro-americana na √©poca da escravid√£o, que acabou sendo muito utilizada dentro do¬†blues, recebendo por isso o nome ‚Äúescala blues‚ÄĚ. Mais informa√ß√Ķes, aqui.

A grande sacada da obra √© retratar esse sentimento do Blues n√£o em letras musicais, como tantas obras. No quadrinho, o Blue Note, aquele que est√° al√©m da escala normal, pode ser tanto Jack quanto R.J., tendo na figura desse segundo a representa√ß√£o perfeita, j√° que os desenhos de¬†Mika√ęl Bourgouin, e sua coloriza√ß√£o, mostram que, quando R.J. toca, a cor azul (Blue) se expande do seu viol√£o, transformando o tom pastel empregado em toda a obra para retratar esse per√≠odo que foi posterior √† Grande Depress√£o americana (1929), onde a pobreza e o desemprego estavam presentes na vida do americano comum.

 

Resultado de imagem para Blue Note Bourgouin

 

Ou seja, o trabalho de arte e colorização desse volume luxuoso lançado pela Mythos está belíssimo, e a publicação pelo selo Gold Edition, que é publicado em um formato maior e com preço mais elevado, foi acertada, já que reuniu os dois volumes europeus de Blue Note e publica a bela arte do quadrinho em formato gigante, sendo um verdadeiro deleite aos leitores.

Porém, nem tudo são elogios para à Mythos. Mantendo uma tradição que está em seus outros títulos do selo Gold Edition, como Réquiem, por exemplo, a edição não conta com uma biografia dos autores, o que poderia acrescentar mais para esse belo quadrinho.

 

Resultado de imagem para Blue Note Bourgouin

 

Contando com um bom roteiro, que √© h√°bil ao retratar o per√≠odo hist√≥rico enquanto desenvolve seus personagens para al√©m da figura clich√™ inicial, e uma arte excepcional, que faz um belo uso de cores e cenas fieis √†quela √©poca, Blue Note – Os √ļltimos dias da Lei Seca √© daqueles quadrinhos com come√ßo, meio e fim para o leitor apreciar uma boa e cativante trama em um bonito √°lbum de luxo, mesmo que n√£o conte com a bibliografia dos autores.

 

 

Ficha Técnica:

  • Capa dura, com¬†148 p√°ginas.
  • Editora¬†Mythos.
  • Lan√ßamento: agosto de 2018
  • Pre√ßo de capa: R$ 89,90.
  • Tamanho:¬†31,2 x 23,4 x 2 cm
  • 9/10
    Roteiro - 9/10
  • 10/10
    Desenhos - 10/10
  • 9/10
    Narrativa - 9/10
  • 9/10
    Edição Nacional - 9/10
9.3/10

Summary

Com o fim da Lei Seca, toda uma era de boxe, jazz e gangsteres também está prestes a mudar.
O local: Nova Iorque. A data: 1933. A era da Lei Seca est√° chegando ao fim e, com ela, toda uma estrutura montada por gangsteres, clubes de m√ļsica, subornos e venda ilegal de √°lcool tamb√©m est√° prestes a mudar. Neste cen√°rio marcante da hist√≥ria americana, vemos dois protagonistas terem seus destinos entrela√ßados pela mudan√ßa dos tempos. Jack Doyle, um irland√™s turr√£o, √© convencido a voltar aos ringues depois de cinco anos afastado, e o jovem guitarrista R.J. encanta com sua habilidade Vincenzo, o dono de um clube famoso na cidade e tamb√©m um perigoso mafioso. Ambos acabam se metendo em neg√≥cios escusos gerados pelo mal que habita a cidade grande, tendo seus destinos entrela√ßados mesmo sem saber. Com um roteiro carregado com a atmosfera da √©poca por Mathieu Mariolle e uma arte sinest√©sica de Mika√ęl Bourgouin, Blue Note mistura jazz, boxe e noir para nenhum f√£ de Intoc√°veis e Boardwalk Empire botarem defeito!

Posts Relacionados
%d blogueiros gostam disto: