Sexta, 22 De Fevereiro De 2019

LOJA QUINTA CAPA

Resenha | Hellboy – Edição Histórica vol. 09 (Krampusnacht)

No nono volume da edição histórica da Mythos do personagem criado por Mike Mignola, podemos acompanhar histórias desenhadas, como Hellboy Krampusnacht, e escritas por outros autores, como em Temperamento Difícil. Repleto de ótimas tramas curtas, esse volume ainda é o que traz mais extras para os fãs da cria do inferno.

 

 Resultado de imagem para hellboy krampusnacht image

 

Quem conhece Hellboy, criado por Mike Mignola em 1993, já deve ter entendido o principal charme das suas tramas. Nelas, encontramos o detetive do Boreau de Pesquisas e Defesa Paranormal – BPDP em excelentes histórias curtas, tendo que lidar com o sobrenatural, muito focadas em mitos do folclore do nosso mundo.

Ao longo dos anos, essas curtas passagens criaram uma trama maior, sempre enriquecendo a mitologia do personagem, que chegou até mesmo a sair do BPDP. Tudo isso levou ao seu fatídico fim, que seria a decisão de destruir ou não o mundo, tarefa para a qual nasceu.

Mas a publicação de Hellboy nunca foi linear, já que suas histórias curtas se fechavam em si e se passavam em diversos períodos da vida do personagem. Dessa forma, seu criador teve liberdade para abordar diferentes passagens em diferentes momentos históricos, sempre com as tramas sobre o controle de Mike Mignola.

Porém, em Hellboy – Edição Histórica. Vol. 09 (Krampusnacht e outras histórias) Mignola deixa o controle total sobre as histórias, onde cuida do roteiro e da arte, e passa a responsabilidade para outros desenhistas e, em uma pequena trama, para a roteirista Chelsea Cain.

 

Resultado de imagem para hellboy krampusnacht image

 

O resultado não poderia ser mais satisfatório para quem gosta de Hellboy. Abrindo o volume com a edição que rendeu o 13º Eisner ao personagem, Hellboy Krampusnacht, vemos o desenhista Adam Hughes (normalmente associado a desenhos de lindas mulheres) desenhar a trama onde Hellboy terá que lidar com um demônio natalino. O roteiro é direto (como quase sempre), apresentando seus elementos de forma clara. Porém, o grande destaque é a arte de Hughes com as cores de Dave Stewart. Com contornos grossos, e usando de muitas sombras e luzes nos momentos certos, realmente, merece os elogios e prêmios que recebeu.

Mas o volume 09 não perde seu brilho ao termino de Hellboy Krampusnacht. As tramas a seguir contam com uma verdadeira sequência de bons contos. Temos Temperamento Difícil, com roteiro de Chelsea Cain e arte de Michael Avon Oeming; Casulos Partidos, com roteiro de Mike Mignola e Scott Allie e arte de Tim Sale; Ser Humano, de Mignola com arte de Richard Corben; e Mar Silencioso, de Mignola e roteiro e arte de Gary Gianni.

 

Resultado de imagem para hellboy Gary Gianni

 

Quase todas as histórias seguindo a mesma fórmula já citada: roteiro direito e fechado, onde o personagem lida com o sobrenatural. Mas não são todas assim, já que Casulos Partidos (a mais fraca desse volume) não traz Hellboy como personagem principal, tratando de acontecimentos na pré-história desse universo.

Mar Silencioso é uma continuação de outra conto (Hellboy – A Ilha), lançada no vol. 07 da MythosMas, apesar de ser uma continuação, Mar Silencioso funciona dentro da sua proposta, que faz muitas alusões ao livro Moby Dick,

A qualidade dos roteiros e os desenhos desse volume 09 é muito elevada, fazendo o leitor ficar satisfeito com a leitura, apesar do elevado preço de capa da edição da Mythos.

 

Resultado de imagem para hellboy richard corben human

 

Um destaque desse novo volume de Hellboy não é só a qualidade de seu texto e arte, mas a edição em si, repleta de extras (capas alternativas, artes originais), entrevistas com Adam Hughes, Mike Mignola e Gary Gianni, editorial situando as histórias, o tradicional glossário e um essencial guia de publicação da Mythos, explicando a cronologia e ordem de leitura do personagem.

Nem parece a editora Mythos, que não coloca nem mesmo uma bibliografia dos autores em obras de luxo como Orks e Blue Note, mostrando que Hellboy está em boas mãos editoriais.

 

Resultado de imagem para hellboy Tim Sale

 

O volume 09 de Hellboy – Edição Histórica está repleto de boas histórias, com renomados autores, que trabalham ao lado do criador do personagem, fazendo com que essas tramas curtas e fechadas sejam um deleite para os fãs do personagem. Tudo isso em um volume repleto de lindos e essenciais extras, que explicam o processo de criação das histórias e esclarecem muito a cronologia do personagem.

 

 

Ficha Técnica

  • Capa dura, com 180 páginas;
  • Editora Mythos;
  • Lançamento em novembro de 2018;
  • Preço de capa: R$ 74,90;
  • Tamanho: 26,6 x 17,6 x 1,2 cm.
  • 9/10
    Roteiro - 9/10
  • 10/10
    Desenhos - 10/10
  • 9/10
    Narrativo - 9/10
  • 10/10
    Edição Nacional - 10/10
9.5/10

Summary

MIKE MIGNOLA RETORNA COM UMA CONSTELAÇÃO DE ARTISTAS CONVIDADOS e SEU 13º PRÊMIO EISNER. a coleção Hellboy Edição Histórica está de volta com um volume muito especial, quase inteiramente formado por aventuras inéditas, e que marca a estreia no Universo Hellboy de dois fenomenais artistas convidados: Adam Hughes ilustra Krampusnacht – história que valeu a ele e a Mike Mignola mais um prêmio Eisner, e o rei do grafite e do nanquim, Gary Gianni, é o ilustrador de Mar Silencioso. E mais renomados ilustradores: Tim Sale, Michael Avon Oeming e Richard Corben. Certamente um dos melhores lançamentos de 2018.

Posts Relacionados
%d blogueiros gostam disto: