Sexta, 21 De Dezembro De 2018

Anuncie Aqui!

Resenha: Super-Ego (Caio Oliveira e Lucas Marangon)

Super-Ego, que trabalha e brinca com a desconstrução dos super-heróis, é uma excelente história em quadrinhos.

O desenhista piauiense Caio Oliveira, autor de All Hipster Marvel, Alan Moore, o mago supremo, Panza e, mais recentemente, R’lyehboy, começou a escrever Super-Ego ainda em 2006, terminando a série só em 2008. Na época, o trabalho foi enviado para editoras americanas Image, Boom, DarkHorse. Infelizmente, devido ao silêncio das editoras americanas, o autor teve que engavetar o projeto.
Mas Super-Ego chamou muita atenção através de outros meios de publicação, sendo publicado online, com passagens pontuais, no site sequentialink (www.sequentialink.com) em 2011, à convite do editor Mike Kennedy.
Com o sucesso da publicação online, a obra enfim conseguiu ser publicada nos Estados Unidos da América pela editora Magnetic press, em 2014, através do financiamento online Kicktarter. A obra conseguiu um bom destaque, tanto que o seu editor original, Mike Kennedy, conseguiu financiamento para contratar o capista Glenn Fabry (Preacher) e o colorista Lucas Maragon para incrementarem a obra.
 

Passando por essa verdadeira saga para imprimir a obra no mercado americano, a editora e loja teresinense Quinta Capa, também, conseguiu publicar a obra no Brasil, em janeiro de 2017, através do sistema de financiamento coletivo Catarse.
Editado por Bernardo Aurélio, autor de Por Dentro do Máscara de Ferro, e irmão de Caio Olivera, a versão brasileira conta com 21 páginas de extras inéditos, comparando com a versão gringa.
Toda essa saga editorial valeu a pena para o leitor que, enfim, pode ler a vers√£o nacional de Super Ego.
Resultado de imagem para super-ego caio oliveira
A sinopse da obra √© a seguinte: Com grandes poderes vem grande ansiedade, ang√ļstia e expectativas. Mesmo o mais poderoso dos her√≥is pode precisar de um pouco de ajuda de vez em quando, um ouvido terap√™utico no qual confiar e receber aconselhamento profissional. Um homem fez disso sua especialidade, o Dr. Ego, psicoterapeuta da comunidade super-humana. Entre conflitos que abalam o mundo e dilemas interplanet√°rios, nenhuma crise est√° al√©m do seu alcance. De abuso de subst√Ęncias transdimensionais at√© embara√ßo social incapacitante, ele estar√° l√° para ajudar aqueles que est√£o ocupados demais ajudando os outros.
Resultado de imagem para super-ego caio oliveira
O roteiro √© um deleite para os f√£s de quadrinhos que querem ver alguns her√≥is da Marvel e DC, al√©m de uma pontual participa√ß√£o de um Power Rangers, em situa√ß√Ķes pouco vistas. A obra percorre os arqu√©tipos do Superman, Mulher Maravilha, Gavi√£o Arqueiro, Homem de Ferro, entre outros. Sem um texto flu√≠do e uma hist√≥ria coesa, Super-Ego poderia ter percorrido o caminho da pura ironia com os famosos her√≥is que hoje povoam as telas de cinema e sempre estiveram presentes no mercado de quadrinhos americanos. Por√©m, felizmente, isso n√£o ocorre.
Acompanhamos as histórias do Dr. Ego, o terapeuta de super seres. Entre heróis urbanos sem poderes, milionários bêbados com armaduras destrutivas e filhos de heróis famosos que tem o emocional de um adolescente de 16 anos, o autor consegue captar bem o sentimento de estranheza, ridículo e perigo que é viver em um universo com seres que podem abalar até o big bang.
Mas uma hist√≥ria com bom roteiro n√£o funcionaria sem um bom desenhista, e Caio Oliveira aqui entrega o seu melhor trabalho, n√£o s√≥ de constru√ß√£o de quadro, mas, tamb√©m, no que tange a narrativa flu√≠da. Contando com um tra√ßo pr√≥prio, e j√° bem conhecido dos que o seguem no facebook (Cantinho do Caio), essa √© uma hist√≥ria de super-her√≥i (ou desconstru√ß√£o do g√™nero, dependendo de como o leitor encara o trabalho) com S mai√ļsculo.
Resultado de imagem para super-ego caio oliveira
O trabalho de impress√£o da obra n√£o deixa a desejar quando comparada a outras publica√ß√Ķes. Contando com 136 p√°ginas coloridas, lombada quadrada, capa cart√£o, papel couch√© e muitos extras (estudo de casos por desenhistas como Ben Caldwell e Lucas Marangton, por exemplo; processo de cria√ß√£o do roteiro e desenhos e p√°ginas extras para divulga√ß√£o). Infelizmente, h√° alguns escorreg√Ķes da l√≠ngua portuguesa na obra, mas nada que prejudique o trabalho.
Infelizmente, o ponto negativo da obra n√£o √© a hist√≥ria em si, mas a dificuldade de comprar a vers√£o f√≠sica. Por ser um projeto financiado pelo Catarse, o leitor que n√£o p√īde adquirir na √©poca s√≥ poder√° comprar a edi√ß√£o diretamente na loja piauiense Quinta Capa, j√° que Super-Ego n√£o se encontra √† venda nas grandes lojas nacionais. Exceto, se o comprador quiser a vers√£o americana, que √© de f√°cil acesso nas megastores. Por√©m, nem tudo est√° perdido. Super-Ego encontra-se dispon√≠vel na plataforma Social Comics,
Mostrando que o mercado nacional tem bons escritores e desenhistas que querem trabalhar a sério com quadrinhos, Super-Ego é uma pérola a ponto de ser descoberta pela qualidade do trabalho, mas, infelizmente, de difícil localização da edição física para o leitor comum.
Resultado de imagem para super-ego caio oliveira
Nota:
Roteiro: 09/10. Felizmente, Super-Ego é uma excelente história de super-herói e de desconstrução do gênero, não caindo na simples paródia e deboche ao gênero. Acompanhar os personagens nesse universo que presta homenagem a alguns ícones da cultura pop e pegar as referências (paródias) de Super-Ego é um dos pontos altos do roteiro.
Arte: 09/10. Os desenhos de Caio Oliveira são competentes e tornam fácil a identificação visual dos heróis citados na obra. O sentimento de movimento dos desenhos entre os quadros também é um ponto alto da obra.
Narrativa: 09/10. Leitura divertida e ágil. Ao final da narrativa, o leitor fica com vontade de conhecer mais desse universo e outros heróis que serão homenageados (parodiados).
Acabamento da edição nacional: 9/10. Alguns erros de português não tiram o brilho da obra. Contando com muitos extras e com a capa de Glenn Fabry, a edição nacional é muito boa, mas infelizmente de difícil acesso. Porém, Super-Ego pode ser facilmente achado no Social Comics.
Nota Final: 9/10.
Resultado de imagem para super-ego caio oliveira
Ficha técnica:
Editora: Magnetic Press (Edição Americana) e Quinta Capa (Edição brasileira)
Autores: Caio Oliveira (escritor e desenhista) e Lucas Marangon (cores) Originalmente em¬†Super Ego ‚Äď Family Matters pela editora Lion Forge, em junho de 2014
Preço: R$ 35,00
N√ļmero de p√°ginas: 136 p√°ginas, coloridas
Data de lançamento: janeiro de 2017

Posts Relacionados
%d blogueiros gostam disto: