Quinta, 21 De Fevereiro De 2019

LOJA QUINTA CAPA

Tudo o que sabemos sobre o novo filme Duna até agora

Duna tem uma legião de fãs pelo mundo, a série literária é um dos mais amados do gênero, porém ele tem uma maldição que até agora não foi quebrada: adaptação cinematográfica.

Sempre que levam Duna para o cinema a coisa é realmente ruim, para não dizer grotesco. No entanto, uma nova versão cinematografia do livro está a caminho, e parece que, desta vez, todas as estrelas da galáxia entraram em alinhamento para o projeto finalmente acertar.

Estamos otimistas? Bem, aqui está tudo o que sabemos até agora sobre a próxima adaptação desse romance lendário da ficção científica.

Mas vamos com calma, que agora que começará ficar bom o texto.

 

Mas do que se fala os livros de Duna?

Duna é um livro de ficção científica escrita pelo autor e já falecido Frank Herbert, é talvez o mais importante e influente romance do gênero já escrito. Originalmente publicado em 1965, o romance é ambientado no futuro distante, onde casas nobres selecionadas de diferentes planetas devem sua lealdade a um poderoso Imperador. A história se concentra em um jovem chamado Paul Atreides, cuja família assume a administração do planeta deserto Arrakis, também conhecido como Duna. Arrakis é a única fonte da especiaria melange, a substância mais importante e valiosa do universo, que permite viajar pelo hiperespaço, entre muitas outras coisas. Duna é uma história muito complexa e abrangente envolvendo política, religião, rixas de casas nobres, amor e traição que deixa Game of Thrones parecendo coisa de quinta série.

Capa do volume 1 de Duna (Frank Herbert)

 

Duna no cinema?

O livro original continua sendo o romance de ficção científica mais vendido do mundo e gerou mais cinco sequências escritas pelo Frank Herbert. Sua influência é vasta; os conceitos de Duna estão em toda a saga Star Wars, e pode-se argumentar que Game of Thrones é a versão fantasiosa da obra, com suas casas nobres brigando entre si e sua figura messiânica central. Mas apesar da importância, quando adaptaram Duna para o cinema…

 

Duna (1970)

O célebre cineasta chileno Alejandro Jodorowsky tentou montar uma prodigiosa produção de Duna no início dos anos 70, que envolveria a participação de artistas como Moebius e H.R. Giger. Orson Welles e Salvador Dali, e Pink Floyd ia até fazer a trilha sonora. Sério. Mas a visão de Jodorowsky era grande demais para uma Hollywood, onde a ficção científica ainda era considerada um gênero arriscado e pouco lucrativo. Em 2014, um incrível documentário chamado Duna de Jodorowsky, detalhando o filme que nunca foi, foi lançado com grande sucesso.

Duna de Alejandro Jodorowsky: O melhor e maior filme jamais feito

 

Duna (1984)

O filme seria dirigido por Ridley Scott, ele até começou a criar algumas ideias para a produção, mas de alguma forma que não sei, desistiu do projeto. Então contrataram diretor surrealista David Lynch pelo produtor Dino De Laurentiis para assumir o comando da adaptação no início dos anos 80. Como Star Wars fez bastante sucesso na época, esperava-se que Duna fosse um grande sucesso. O filme recebeu US $ 40 milhões de orçamento, coisa rara na época, mas foi um fracasso de crítica e público em 1984.

Embora o autor Frank Herbert tenha gostado do produto acabado e o filme tenha o Sting e o jovem Kyle MacLachlan no elenco, o filme deu errado, muito errado. O diretor David Lynch não comenta sobre o filme até hoje, mas segundo consta nos anais da internet, a versão que foi para o cinema não foi a que ele editou. Só que de alguma forma hoje, o filme é considerado cult? Eu acho muito ruim e sem sentido.

Esse filme não é cult, meus amigos:

 

Duna (2000)

Em 2000, o canal SyFy Channel resolveu fazer sua própria adaptação para a TV. Foi produzido uma minissérie de seis partes chamadas Frank Herbert’s Dune, que foi um grande sucesso de audiência que gerou mais uma minissérie que combinou elementos do segundo e terceiro romance de Herbert.

Embora a versão televisiva fosse provavelmente mais fácil de seguir para os não-leitores do livro do que o filme de Lynch, ela foi prejudicada por seu orçamento relativamente baixo. Ainda assim, teve boas críticas (SyFy sempre leva porrada de todos os lados em suas produções), eles provaram que havia uma audiência para a marca, e nos últimos anos, vimos novas tentativas de dar vida novamente no cinema. A Paramount detinha os direitos por vários anos, e os diretores Peter Berg e Pierre Morel estavam ambos ligados no projeto, mas o estúdio nunca começou a fazer o filme e os direitos caducaram.

(SyFy)

 

O trailer é de matar, mas é mais interessante rs

 

 

Quem está fazendo a nova versão do Duna para cinema?

Em novembro de 2016, a Legendary Pictures ganhou os direitos de Duna para cinema e televisão, e alguns esperavam que isso transformasse finalmente a marca em série de TV de grande orçamento estilo Game of Thrones. Mas quando o aclamado diretor Denis Villeneuve entrou no projeto, foi anunciado que Duna teria novamente um longa-metragem. Villeneuve anunciou que seu projeto para Duna ainda quando estava na produção de Blade Runner 2049, e que o roteirista Oscar Eric Roth escreveria o filme. É muita gente boa por metro quadrado, meus amigos!

Brian Herbert, filho de Frank Herbert e curador do legado Duna, foi ao Twitter recentemente e disse a seus seguidores que ele tinha acabado de receber o quarto rascunho do roteiro de Duna. De acordo com Herbert, o roteiro que ele recebeu “é para o primeiro filme” e “cobrirá aproximadamente metade do romance”. Então sim, isso parece sugerir que o plano atual não é para um filme, mas para dois. Se tudo será filmado de uma só vez, como o filme O Senhor dos Anéis, ainda não sabemos. Com um romance tão longo quanto Duna, essa é provavelmente a escolha mais sábia. E se for um sucesso, depois disso, existem cinco outros livros da saga (e isso nem inclui as sequências que Brian Herbert escreveu).

Quem são as Estrelas do filme?

De acordo com o The Wrap , o astro de Aquaman, Jason Momoa está se juntando ao longa no papel de Duncan Idaho. O personagem, introduzido no primeiro livro de Frank Herbert, se tornou tão querido pelos fãs que foi o único a aparecer em todos os seis livros da saga.

Jason Momoa

Timothée Chalamet (Me chame pelo seu nome), será o protagonista Paul Atreides. Dave Bautista, que trabalhou com o diretor Denis Villeneuve em Blade Runner 2049, está confirmado já para o segundo filme, de acordo com o The Hollywood Reporter . Bautista interpretará Glossu Rabban Harkonnen, apelidado de “Besta”, o sádico sobrinho mais velho de um Barão Vladimir Harkonnen, que supervisiona o planeta Arrakis.

Resultado de imagem para Timothee Chalamet

De uma galáxia distante para outra, Oscar Isaac será o Duque (Duke) Leto Atreides, pai do personagem principal do filme, Paul Atreides, de acordo com o The Hollywood Reporter . Sua esposa, Lady Jessica, será interpretada por Rebecca Ferguson.

The star, who is back in theaters as the chief villain in 'The Kid Who Would Be King,' also discusses her other villainous roles over the next 12 months: ‘Men in Black: International’ and ‘Doctor Sleep.’

O vencedor do Oscar, Javier Bardem, também se juntou ao elenco como Stilgar Ben Fifrawi, líder da tribo Fremen, que ajuda Paul Atreides em sua luta contra os Harkonnen.

Segundo informações do Collider, Zendaya será responsável por interpretar Chani, o interesse amoroso do protagonista vivido por Timothee Chalamet. Josh Brolin, de acordo com a Variety, interpretará Gurney Halleck, o mestre de guerra da família de Chalamet. Na adaptação de David Lynch, em 1984, ele foi interpretado pelo ainda desconhecido Patrick Stewart.

Resultado de imagem para Stellan Skarsgård Png

O ator veterano Stellan Skarsgård, conhecido por seus muitos papéis no gênero, incluindo alguns do Universo Cinematográfico Marvel e Piratas do Caribe, também estará no filme, de acordo com o The Hollywood Reporter . Skarsgård interpretará o principal vilão do filme, o barão Vladimir Harkonnen, que supervisiona o planeta Arrakis e busca permanecer no poder sobre os novos administradores do planeta, a Casa de Atreides. O personagem é horrível e pode ser feito por computador. Para fechar o elenco caro, também está confirmada a atriz Charlotte Rampling, ela desempenhará o papel crucial da reverenda Madre Gaius Helen Mohiam, da ordem das Bene Gesserit, descrita como “a que diz a verdade do imperador, uma pessoa que pode adivinhar intenções, descobrir mentiras e manipular estados emocionais das pessoas”.

A data oficial para o lançamento: 20 de novembro de 2020.

Por enquanto podemos dizer apenas isso sobre o filme. Estamos fazendo especiais sobre Duna, então fique visitando nosso site!

Quem é PikachuSama

Editor de Contéudo deste site. Eu não sei muita coisa, mas gosto de tentar aprender para fazer o melhor.

 

  

Posts Relacionados
%d blogueiros gostam disto: