Não deixe de conferir nosso Podcast!

O roteirista americano Tom King tem se notabilizado pelos títulos em que “resgata” personagens pouco lembrados da DC Comics e os trabalha em séries limitadas sob um viés mais adulto, com traumas e fissuras psicológicas e emocionais, além de explorar subtextos que dão margem para interpretações que fazem um paralelo com a realidade e questões contemporâneas. Foi assim com “Ômega ...