Não deixe de conferir nosso Podcast!

Crítica | Entenda porque Pousando no Amor se tornou um marco na cultura pop

Pousando no Amor
tvN/Netflix

Pousando no Amor (Crash Landing on You) tem um pouco de tudo – romance proibido, drama familiar, conflitos políticos, perseguições de carro, lutas legais e muita comédia. 

Esta resenha é cheia de spoiler, por isso, antes de começar a leitura, assista primeiro. Se já assistiu, se divirta que tem coisa aqui que ninguém ousou escrever.

Pousando no Amor é o KDrama mais assistido da história de um canal pago da Coréia do Sul, produzido pelo Studio Dragon e distribuído pelo serviço de canal pago tvN, foi uma das séries em todos os gêneros mais assistidos da história também da Netflix e estou falando não apenas do oriente, mas de TODO o PLANETA. Pousando no  Amor foi e é um fenômeno cultural que moldou  para sempre a cultura pop. Só perdeu em popularidade para Vincenzo.

Para quem não sabe, a produtora sul-coreana Studio Dragon tem um contrato de três anos com a Netflix para que todas suas produções sejam exibidas no serviço de streaming simultaneamente com a tvN.

O K-Drama possui um grande e estelar elenco, começando pela que talvez seja o rosto mais famoso da indústria de moda e cosmético coreana, Yon Se-jin, interpretando Yoon Seri, uma herdeira e empresária sul-coreana, e Hyun Bin como Ri Jeong-hyoek, um Capitão da Polícia Especial da Coréia do Norte. Claro que tem outros nomes importantes, mas vamos por partes.

Yoon Seri literalmente cai em cima de Jeong-hyoek, depois que ela, uma grande fã de parapente acaba encontrando uma tempestade enquanto sobrevoava para uma campanha de sua marca e é levada pelo o vento para as montanhas da Coreia do Norte. 

Além disso, Pousando no Amor lida com as muitas camadas e complicações que surgem de uma sul-coreana estar escondida na Coreia do Norte. Surpreendentemente, as melhores partes para mim desse KDrama foram na Coreia do Norte. Ainda assim, a atuação do elenco foi sólida e vende uma história emocionante, que destaca as disparidades entre os dois países. O verdadeiro grande pano de fundo de toda a narrativa.

Pousando no Amor
tvN/Netflix

Como sabemos, a Coréia do Norte é um país muito fechado para o resto do mundo. Os turistas que vão visitá-la, só podem ir para os locais que o governo norte coreano autoriza. Porém, ninguém ou quase ninguém sabe como é a vida da população que mora fora da capital ou nas regiões rurais. E Pousando no Amor tenta amenizar esses buracos de uma forma humana. É até emocionante assistir.

Tirando o núcleo de oficiais do governo norte coreano, as pessoas comuns da Coréia do Norte, segundo o KDrama, são simples, trabalhando duro para alimentar e cuidar de suas famílias. Yoon  Seri fica chocada com isso quando vai morar escondida numa vila militar na zona rural, mas acho que todos nós ficamos também.

A Coréia do Norte também é um dos países mais atrasados do mundo em diversos setores, principalmente os mais básicos como água potável, energia, alimentação e renda. Tanto que a cena em que o Capitão Ri Jeong-hyoek  faz uma xícara simples de café para a herdeira mimada foi profundamente bonita e política. 

Talvez o mais revelador tenha sido quando um personagem estava comprando um apartamento na Coreia do Norte e descobriu que uma geladeira era usada como armário ou depósito para livros, pois devido aos blecautes diários na área, a eletricidade não podia ser usada para alimentar o eletrodoméstico, uma coisa básica para o resto do mundo A série em si faz um ótimo trabalho em demonstrar as diferenças entre os países e realmente destaca tudo o que os espectadores que assistem ao programa da Netflix dão como certo no dia a dia.

Essa diferença de atitudes e estilos de vida fica mais aparente quando é mostrada a terrível família de Yoon Seri. Ela tem dois meios-irmãos mais velhos, que estão lutando (e apoiados por suas ambiciosas esposas) para ser o sucessor de seu pai no conglomerado industrial que ele deixará como herança.

Como Seri desaparece, seu pai que havia a escolhido para o cargo, agora precisa nomear um de seus meios-irmãos, mas se depender das esposas deles, Seri nunca mais apareça novamente viva. A mãe de Seri, ao que parece, não é sua mãe biológica e tem muitos sentimentos complicados sobre sua filha desaparecida e a batalha de seus irmãos mais velhos pela liderança da empresa. 

Embora a mídia frequentemente retrate os norte-coreanos como comunistas malvados, com lavagem cerebral ou doutrinados, rapidamente se torna visível que o verdadeiro mal está na família sul-coreana de Seri. E acho que esse detalhe seja uma das coisas mais legais de Pousando no Amor.

Como Seri passa mais tempo na Coreia do Norte no KDrama, ela acaba virando amiga das mulheres e soldados sob o comando de Jeong-hyeok na vila. É lá que ela pela primeira vez na vida, recebe calor, carinho e amizade humana genuinamente. Até mesmo um personagem que tem a função de ouvir tudo que os moradores da vila conversam para o exército norte coreano, já que escuta para ganhar a vida, é extremamente simpático e bondoso. 

Essa gentileza é incrível, já que os homens da unidade do capitão Ri arriscam suas próprias vidas escondendo Seri até que possam disfarçadamente levá-la de volta para casa. Eles estão arriscando a vida e a carreira, além de fugir do desconfiado e corrupto oficial Jo Cheol Gang, interpretado pela lenda Oh Man-Seok. Oh Man-Seok  foi um dos primeiros atores de KDramas que virei fã ainda em 2009 quando ele foi protagonista do lindíssimo e engraçado The Vineyard Man. Desde 2013 que Seok hoje ganha prêmios como diretor e produtor de K-Dramas, por isso, foi um presente muito legal assisti-lo novamente na frente das câmeras e lembrar o quão bom ator ele sempre foi.

Pousando no Amor
tvN/Netflix

 

Cheol Gang tem uma vingança pessoal contra Jeong-hyeok e não vai parar por nada para arruinar sua vida e a de sua família. Quando descobre Yoon Seri, ele passa a considerá-la a melhor ferramenta para seu trabalho sujo e corrupto. 

Embora Pousando Para o Amor seja principalmente uma comédia romântica, não se deixe enganar, há muita ação – cenas de luta, perseguições de carro, tiroteios, tortura e muitos outros momentos emocionante. Neste KDrama, todos no elenco de personagens têm muito a perder e todos estão dispostos a fazer o que for preciso para conseguir o que desejam. 

Quem escreveu Pousando no Amor foi a premiada roteirista Park Ji-eun, autora de K-Dramas de sucesso como Queen of Housewives, My Husband Got a Family, My Love from the Star, The Producers, Legend of the Blue Sea e Crash Landing on You. Quem dirigiu foi o premiado diretor Lee Jeong-hyo.

E essa tensão não vem apenas da família ou do drama político, também vem dos romances muito complicados da narrativa. Por exemplo, no começo, pensamos que a noiva do Capitão Ri Jeong-hyoek seria uma espécie de vilã que atrapalharia a vida de Seri na Coréia do Norte, mas na verdade, Seo Dan, papel da atriz Seo Ji-hye se torna uma joia de narrativa em Pousando no Amor.

pousando no Amor
tvN/Netflix

 

Além disso, Seo Ji-hye é uma das mulheres mais bonitas que eu já vi na vida. As cenas com ela eram belíssimas, mesmo que seu papel tenha sido de uma mulher resiliente que esperava há dez anos para se casar com seu noivo por causa de um casamento arranjado entre as família. Porém, o irmão mais velho de Ri morre de forma suspeita e o casamento dos dois acaba se arrastando até ali.

Embora tenha sido um casamento arranjado, Dan tem uma queda por Jeong-hyeok desde o colégio. Infelizmente, ele nunca retribuiu os sentimentos dela e só concordou com o casamento iminente por respeito aos pais. 

Dan não tira conclusões precipitadas em relação ao Seri e Ri Jeong-hyeok. Em vez disso, ela acredita nele e faz de tudo para que o casamento aconteça. Dan acabou se transformando numa mulher forte e independente, mesmo ela não sendo herdeira de uma fortuna.

O destino quis que Dan se apaixonasse, apesar do amor por Ri,  por um vigarista e ex-noivo de Seri, chamado Gu Seung-jun.

Seung-jun conhece Dan enquanto ele está se escondendo na Coreia do Norte depois de roubar uma quantia absurda de dinheiro do irmão mais desprezível de Seri, lá ele ganhou outro nome, Alberto Gu.

Embora a história de amor de Seri e Jeong-hyeok seja a linha principal da narrativa de Pousando no Amor, eu rapidamente me interessei mais pela relutante amizade formada entre Seung-jun e Dan.  Ela odeia o homem no começo, já que percebe que é um pilantra de carteirinha, e ele, por outro lado, adora o desafio que aquela bela mulher é. Os dois lentamente transformam seu relacionamento relutante em uma amizade improvável e, eventualmente, um relacionamento. 

E apesar do histórico dos dois e do passado com os protagonistas, eles não sabotam em nenhum momento a história de Seri e Jeong-hyeok. Na verdade, eles acabam virando o principal apoio dos dois. Isso é muito raro em K-dramas, e eu realmente torci para que Dan e Alberto tivessem um final legal, coisa que infelizmente não aconteceu. 

Pousando no Amor
tvN/Netflix

 

A função do amor, além de tudo, é mudar o coração das pessoas. E a morte pelo amor é um ato muito importante numa ficção. E Seung-jun acaba morrendo tentando proteger sua amada Dan. É o sacrifício pela expiação de tudo de ruim que já fez na vida. Teria sido muito mais interessante se Seung-jun tivesse vivido e tivesse que descobrir uma maneira de reparar todos os erros que cometeu em sua vida. Também teria sido muito interessante vê-lo tentar descobrir como ficar com Dan, já que ela não é apenas uma norte-coreana, mas também a sobrinha de um General próximo ao ditador que está ciente de que Seung-jun era um golpista.Mas nem tudo são flores num K-Drama.

Dan passou a maior parte de sua vida esperando por Jeong-hyeok, apenas para jurar nunca mais amar depois da morte de Seung-jun. Ela merecia muito mais do que este final, o que a torna uma mártir de seu amor. Sua escolha de permanecer solteira pelo resto de sua vida não pareceu fortalecedora, foi verdadeiramente desanimadora, mas eu sou apenas mais um telespectador como todos vocês que estão lendo esse texto.

Pousando no Amor teve diversos núcleos interessantes e importantes para que a narrativa continuasse coesa, mas apesar disso, existiu diversas barrigas do meio até o final da novela.Abrigar uma sul-coreana e ajudá-la a voltar para casa é  uma sentença de morte na Coréia do Norte e todos os homens de Jeong-hyok  desertaram temporariamente para a Coreia do Sul, para proteger Seri e encontrar o perigoso e agora fugitivo Cheol Gang. Isso não foi realista, eu saí totalmente da imersão da trama nessa parte. Já que a coisa não fazia qualquer sentido prático, político ou de roteiro.

Pousando no Amor
tvN/Netflix

E esse é o meu principal problema com Pousando no Amor – o KDrama exige muita suspensão da descrença.  Seri acaba voltando para a Coreia do Sul, e esses homens norte-coreanos a seguem para protegê-la, é inacreditável. Eu também não consegui acreditar que qualquer um desses homens desejaria voltar para a Coreia do Norte depois de viver no Sul, mas acabam voltando felizes para casa, apesar da ameaça de possível tortura ou morte esperando por eles.

O conflito entre norte e sul é sério e pareceu-me tanto o lado norte como o sul, muito gentis com todos os acontecimentos.  Mas a cereja do bolo para mim foi que o capitão Ri Jeong-hyoek foi autorizado a deixar a Coreia do Norte novamente depois de tudo isso – algo que já é extremamente difícil de fazer até mesmo para cidadãos norte-coreanos íntegros – para estar com Seri na Suíça, onde eles tiveram seu primeiro de muitos encontros “predestinados”.

É lindo que o final feche o círculo, mas todas essas incontáveis outras coincidências realmente desvalorizam este final.

Felizmente, a maioria do elenco e produção de Pousando no Amor vende essa história muito emocionante. Achei Son Ye Jin como Seri e Seo Ji-hye como Dan completamente incríveis. Mulheres opostas, mas que no fundo lutam por seu espaço numa sociedade totalmente machista. O resto do elenco de personagens é muito sólido também, até mesmo Kim Young-min, como Jong Man Bok, o que ouvia as conversas de todo mundo para o exército e tinha apelido horrível por causa disso me levou à beira das lágrimas várias vezes. Sua história, que ao contrário de Seung-jun, era uma história completa de redenção, era tão convincente que eu me importava mais com o que aconteceu com ele do que com o que aconteceu com o Capitão Jeong-hyeok de Hyun Bin. 

Embora Hyun Bin seja um ótimo ator, achei sua performance tensa. Eu reconheço que ele está interpretando um militar reticente, mas sua atuação é fria demais, mesmo quando seu amor por Seri derreteu o coração do personagem. 

Apesar dessa falha – os finais tristes para os personagens secundários, as coincidências constantes e a suspensão hercúlea da descrença necessária para assistir a esse K-Drama – Pousando no Amor tem muito valor de releitura devido às suas diversas camadas.

Ele pode ser assistido por todas as idades já que tem  ação, romance, política, laços familiares, comédia – e faz um trabalho incrível humanizando os norte-coreanos e mostrando aos espectadores o que é realmente importante na vida. 

Como falei acima, o vislumbre que a novela nos entrega sobre a  vida na Coreia do Norte, é o grande destaque para mim.

Apesar das falhas de roteiro e continuidade. A pesquisa da roteirista Park Ji-eun e sua equipe foi incrível. É claro, que tomaram diversas liberdades que arte proporciona, mas achei importante salientar como é a vida de um desertor da Coreia do Norte. 

De alguma forma, Pousando no Amor conseguiu executar isso em uma escala que faz a Coreia do Norte parecer real. Tenho certeza de que parte disso foi conseguido com o uso de telas verdes e CGI, mas também é óbvio que alguns cenários construídos foram usados E isso nos deu uma parte da história humana que ainda não conhecíamos.

Agradeço que Pousando no Amor tenha se esforçado para nos mostrar que os cidadãos norte-coreanos comuns são apenas pessoas tentando viver suas vidas. Outrro detalhe exclusivo  que ninguém falou em diversas resenhas que procurei sobre o assunto é que na trilha sonora belíssima do K-Drama, existe uma faixa apenas instrumental que é uma versão da música Forever da banda de metal Kamelot. A letra é sobre o vazio que ficou quando duas almas irmãs se separaram e que apesar da divisão forçada, elas estão rezando para se encontrar novamente. 

E por toda a história dessa novela, eles falam que um dia irão se reunificar novamente.

Mesmo que você não goste muito de K-Dramas românticos, que é o arco narrativo principal da série, a experiência é entender o povo norte-coreano e isso valeu cada segundo.

 

Pousando no Amor
tvN/Netflix

PikachuSama
Editor de Contéudo deste site. Eu não sei muita coisa, mas gosto de tentar aprender para fazer o melhor.