Não deixe de conferir nosso Podcast!

Dá para imaginar o quão desafiante seria contar uma história com um tema tão desafiante e carregado quando é ver uma criança com uma doença degenerativa e sem cura, e ainda assim apresentar encantos do mundo infantil? A cartunista Raina Telgemeier consegue fazer isso em Fantasmas, lançamento da editora Intrínseca, e de forma maravilhosa. Vale lembrar que Maya, que divide ...

Injustiça: Ano Zero é um dos melhores quadrinhos do escritor Tom Taylor, que acrescenta mais um elemento para o rico universo do game: A Sociedade da Justiça. Tom Taylor é um dos meus roteiristas favoritos da atualidade, e a lista de quadrinhos bons dele é imensa para mim. Então, afirmar que Injustiça Ano Zero é um dos seus melhores trabalhos ...

Após mais de trinta anos, quando foi publicada pela editora Abril em 1990, na revista Classics Illustrated n° 1, a adaptação em quadrinhos do clássico Moby Dick pelas mãos de Bill Sienkiewicz volta ao Brasil, trazendo desenhos que são verdadeiras pinturas abstratas para a história de obsessão do capitão Ahab em busca de seu monstro marinho. Nos últimos anos, o ...

Não tem como resumir de outra forma Redenção, lançado no Brasil pela editora Skript, o quadrinho é uma história de Sarah Connor em um faroeste, em um mundo pós-apocalíptico estilo Mad Max. Isso que é Redenção, lançamento da @skript_editora que está chegando agora aos apoiadores do @catarse. Um faroeste estilo Mad Max em uma terra arrasada, em que os sobreviventes agem como ...

Em Nós, os mortos, a dupla Darko Macan e Igor Kordey cria uma das histórias mais imersivas envolvendo colonização, cultura europeia e da América pré-colonial, em um quadrinho que poderia cair no lugar comum quando envolve apocalipse zumbi. Porém, a obra se debruça em temas muito mais interessantes do que uma praga que mudou os rumos do mundo. Leitura imersiva. ...

Ghost volta mais original que nunca no seu novo álbum intitulado “Impera”, confira nossa resenha sobre essa obra prima musical. ...

Rocketeer: Carga Mortal é uma história rápida, cheia de ação e homenagens aos heróis e cinema dos anos 1930, e é um quadrinho que faz jus ao herói criado por Dave Stevens. Quando o quadrinho chegou em minhas mãos, eu estava lendo outra hq, Liga Extraordinária – A Tempestade, que tem bem mais páginas e um texto mais complexo, afinal, ...

Montevidéu, 1868. O francês Pierre Duprat aporta no país sul-americano após longa viagem com uma missão: registrar índias guaranis que vivam isoladas nas florestas da região, da forma mais natural possível. Duprat é fotógrafo e alimenta com suas imagens uma demanda na Europa por “fotografias antropológicas”; apresentando nativas de lugares exóticos ou distantes em trajes mínimos. Ele só não imaginava ...

“Para que tudo fique na mesma, é preciso que tudo mude“. Essa citação do clássico “Il Gattopardo“, de Lampedusa, reverberou em minha cabeça após a leitura do espetacular álbum gráfico “Escória” (Editora Comix Zone, 56 páginas, R$ 64,90), fruto da genialidade de dois argentinos, Carlos Trillo e Juan Giménez. Aqui, conhecemos uma realidade pós-apocalíptica, imunda e decrépita, onde homens rastejam ...

Tangência, ponto de contato entre duas linhas, ou no caso, de duas histórias, duas vidas, antes que se afastem outra vez. O espanhol Miguelanxo Prado apresenta em “Tangências” (Editora Conrad, 64 páginas, R$ 54,90) oito contos onde a ruptura do amor ou do desejo encontra seu termo, pondo os casais a refletirem sobre suas escolhas. Como certos fins são inevitáveis, ...

Para quem ainda insiste em acreditar que histórias em quadrinhos é coisa exclusiva para crianças existem algumas histórias que são perfeitas para convencê-los do contrário. Essa foi a principal sensação que tive ao reler “Crise de Identidade” (Painini), de Brad Meltzer (roteiro), Rags Morales (desenhos) e Michael Bair (arte-final). A começar pelas capas de Michael Turner (para quem tiver a ...

Paris, 1920. A capital francesa respirava ainda os suspiros melífluos da belle époque e se gabava de ser considerada epicentro cultural do, assim conhecido, mundo civilizado de então. Nesse cenário, o Quartier Latin, bairro localizado na margem esquerda do rio Sena, tornou-se um ponto de referência, ao ser povoado por artistas em busca de fama, fortuna e glória. Nomes como ...

Li Heróis Renascem de Jason Aaron porque ainda tinha fé que o escritor pudesse me surpreender quando o assunto é Vingadores. Temos que admitir que o autor está cansado na Marvel e sua passagem nos maiores heróis da Terra está sem ritmo desde o começo, apesar das boas ideias. As ideias que Jason Aaron tem jogando desde que assumiu Vingadores ...

O fato de Superman –  o último filho da Terra ser uma história esquecida do maior herói da DC Comics é uma injustiça. Quando li as duas edições que compreendem a história em 2003 (no período entre a Abril ter deixado de publicar DC e a Panini ter assumido as publicações até hoje, tendo sido lançado pela @mythoseditora) fui bastante ...

Nova York, 1939. Max Winters entrega ao seu editor mais uma história de Kid Rio Vermelho, personagem que criara para uma de suas publicações baratas, “Seis Tiros: Velho Oeste”. O pagamento é menor do que o esperado, o que já deixa Max contrariado. Para piorar, ele se envolve em uma briga na saída do metrô e acaba perdendo todo o ...

Os leitores de quadrinhos envelheceram, ganhando novos gostos e sendo mais exigentes; e os preços dos quadrinhos estão nas alturas, limitando o acesso de um novo público às HQs. Porém, nas bancas, comics shops e nas lojas on-line, percebemos o retorno do formatinho, modelo muito conhecido por fãs antigos, só que a empreitada é voltada para o público jovem, mostrando ...

A biografia de Ernesto Rafael Guevara de la Serna, o Che, lançada pela editora Comix Zone em 2021, me fez perceber o quanto as feridas da América Latina ainda estão abertas e a convulsão popular nos países tropicais ainda nos mostra como a história da região é dinâmica. Vamos começar esse texto sobre CHE, da editora Comix Zone, de forma ...

Ambientado na Inglaterra do século XIX, “Luz Que Fenece“, de Barbara Baldi (Editora Pipoca & Nanquim, 124 páginas, R$ 69,90) é, por essência, um deleite aos olhos. A autora, designer gráfica dos estúdios Walt Disney, fez uso de recurso digital para emular a textura de pinturas em acrílico. Assim, o leitor se demora a cada quadro, apreciando a composição das ...

Observar a evolução de um autor de quadrinhos é sempre interessante. Mudança de temas, técnicas ou abordagens narrativas; diversas são as transformações e curiosidades que podemos encontrar em trabalhos que se propõem como um mosaico do artista quando jovem. Caio Oliveira, a gema dourada de Piripiri, conquistou fama e fortuna com suas tiras no perfil do Instagram Cantinho do Caio, ...

2020 e 2021 foram anos bem confusos, com uma pandemia fazendo pressão sobre nossas cabeças, negacionismo por parte da população brasileira, desemprego para muitos ou  excesso de trabalho para alguns e várias crises envolvendo a economia brasileira, que reflete no mercado de quadrinhos, em especial, nos preços crescentes. Mesmo com tudo isso, algumas coisas boas aconteceram em 2021, na minha ...