Não deixe de conferir nosso Podcast!

Artista do Piauí participa da 6ª edição do Banca de Quadrinistas do Itaú Cultural

Bernardo Aurélio, editor-chefe do QUINTACAPA, será um dos representantes do Nordeste da 6ª edição do Banca de Quadrinistas, do Itaú Cultural

O quadrinista e historiador piauiense, Bernardo Aurélio, será um dos representantes do Nordeste da 6ª edição do Banca de Quadrinistas, evento realizado pelo Itaú Cultural.

Essa edição acontece de 1 a 31 de outubro. Bernardo é autor de quadrinhos como a Batalha do Jenipapo e Máscara de Ferro, além de possuir uma livraria especializada em quadrinhos e ser pesquisador da área há mais de 20 anos. O artista tem se destacado também na área editorial, através de publicações alternativas próprias, de seu irmão Caio Oliveira e de outros artistas locais.

Pelo segundo ano consecutivo o evento acontece em ambiente virtual por conta da pandemia da Covid-19.

Durante o mês, o site da instituição  expõe o trabalho de cada um dos 20 artistas selecionados curatorialmente, cada um com diferentes estilos de traço e de temáticas. As publicações trazem suas biografias e HQs, além de informações sobre a classificação indicativa do material. Entre histórias e tiras, os temas apresentados por eles abordam questões como sexualidade, processos de auto aceitação, empatia, amizade, humor nonsense, contextos políticos e econômicos. Alguns dos autores selecionados para a mostra produzem HQs em duplas ou grupos. Com isso, o número de artistas envolvidos nos trabalhos sobe para 32.

Esta edição traz autores nascidos em 15 estados e no Distrito Federal. A Região Nordeste está representada pelos quadrinistas Aureliano (RN), Bernardo Aurélio (PI), Brendda Maria (CE), Zé Wellington (CE), Kione Ayo (BA) e samueldegois (PB). Do Norte do país tem o trio de mulheres Helô Rodrigues/Helô Ilustra (PA), Hipacia Caroline (RR) e Mandy Barros (PA). Nascidos no Centro-oeste, Daniel Silva Lopes (DF), Verônica Saiki (DF), Ellie Irineu (MS) e Gabriela Güllich (MT).

O Sul do país conta com Bruna Sudoski (SC), Mylle Silva (PR) e Pablito Aguiar (RS). Já no sudeste, Crtumante/Cecilia Ramos (RJ), Lu Cafaggi (MG) e a dupla de São Paulo: Fabio Quill e Flávia Borges/Breeze Spacegirl.

Dessa vez, a curadoria valorizou obras pré-existentes dos autores, no lugar de inéditas, e formas de publicação variadas – desde edições independentes impressas e de baixa tiragem até materiais disponibilizados pelos autores em sites próprios ou redes sociais. As biografias dos artistas estão indicadas no arquivo atachado.

Atividade complementar à Banca, no dia 4 de outubro (segunda-feira), às 18h, acontece o debate remoto Crítica de Quadrinhos: fundamentos e a cena atual brasileira. Com as participações do produtor de conteúdo Alexandre Linck, do jornalista e tradutor Érico Assis, e da pesquisadora Maria Clara Carneiro, o evento é transmitido no site da instituição e na página do YouTube www.youtube.com/itaucultural.

 

 Debates

Em programação complementar, no dia 4 de outubro (segunda-feira), às 18h, a Banca de Quadrinistas promove o debate Crítica de Quadrinhos: fundamentos e a cena atual brasileira. A atividade, transmitida ao vivo pelo site e YouTube do Itaú Cultural, aborda a formação do quadrinho brasileiro, desde os zines até as livrarias, e a relação do público com os produtores de conteúdo.

O evento conta com a participação de Alexandre Linck, produtor de conteúdo de crítica, curadoria e divulgação científica sobre histórias em quadrinhos para o canal Quadrinhos na Sarjeta. Completam o time de convidados, Érico Assis, jornalista e autor do livro Balões de Pensamento: textos para pensar quadrinhos, e Maria Clara Carneiro, professora do Departamento de Letras Estrangeiras Modernas (UFSM) e tradutora de quadrinhos. Ela ainda é responsável por liderar o grupo de pesquisa Oficinas de escrita, histórias em quadrinhos e tradução: teoria da literatura e práticas literárias.

A professora Maria Carneiro participará dos debates

Além de darem suas visões sobre as bases críticas dos quadrinhos, definições e elementos formais das HQs, os convidados respondem às perguntas enviadas em tempo real pelo público no chat do YouTube. A mediação é da Gabriela Borges, jornalista, pesquisadora e criadora do Mina de HQ, mídia independente e feminista, com perspectiva de gênero, sobre histórias em quadrinhos — um dos canais de cultura pop e nerd sobre gênero mais relevantes do Brasil. Ela também é autora do e-book Encuentre su Clítoris— Observaciones sobre una revista de historieta de género en Argentina, pela editora Marca de Fantasia, e editora do livro Quadrinhos Queer, pela editora Skript.

 

O Itaú Cultural e as HQs

Neste ano, a Banca de Quadrinistas chega ao número de 83 expositores apresentados desde a primeira edição em 2016. Divididos entre trabalhos individuais, duplas, coletivos, selos, editoras, escolas ou estúdios, o número de artistas com trabalhos no evento passa de 230.

O Itaú Cultural sempre abriu espaço para reforçar a relevância dos trabalhos desses artistas, sejam eles independentes ou nacionalmente conhecidos. Foi assim nas três temporadas da série Caminhos da HQ, programas com depoimentos e debates sobre a prática quadrinistas e seus diálogos com outras áreas.

 

Para acompanhar os vídeos da última temporada, basta acessar a playlist em:

 

 

Em 2012, a 12ª edição da série Ocupação expôs o universo do cartunista Angeli, por meio de charges, ilustrações, tiras, quadrinhos, cartazes e revistas. Passados dois anos, outra Ocupação foi realizada em homenagem à ilustradora e cartunista, Laerte. Outros dois anos mais tarde, foi a vez do cartunista e desenhista Glauco ganhar uma exposição sobre sua obra, na 30ª edição da mesma série.

 

Acompanhe abaixo o material completo destas Ocupações:

Ocupação Angeli: https://www.itaucultural.org.br/ocupacao/angeli/

Ocupação Laerte: https://www.itaucultural.org.br/ocupacao/laerte/

Ocupação Glauco:  https://www.itaucultural.org.br/ocupacao/glauco/

 

SERVIÇO:

6ª edição da Banca de Quadrinistas

De 1 a 31 de outubro

Online em https://www.itaucultural.org.br/secoes/agenda-cultural/banca-quadrinistas-destaca-artistas-cena-independente

Classificação indicativa disponível em cada publicação do site

Debate Crítica de Quadrinhos: fundamentos e a cena atual brasileira

4 de outubro (segunda-feira), 18h

Online em www.itaucultural.org.br e www.youtube.com/itaucultural

Classificação indicativa: livre

Marcelo Costa
Jornalista formado pela Universidade Federal do Piauí com mais de 20 anos de atuação na área, sempre com destaque para área cultural, principalmente no campo das histórias em quadrinhos, cinema e séries.