Não deixe de conferir nosso Podcast!

Big Bang, a Teoria: a melhor série de comédia?

Apesar de tudo, a série foi um fracasso de público quando foi exibida no Brasil pelo SBT

O que faz com que “Big Bang, a Teoria”, criada por Chuck Lorre e Bill Prady, uma das melhores série norte-americanas de comédia da TV de todos os tempos? Pelo menos para o público nerd e geek essa afirmação deveria ser um fato concreto e indiscutível.

Para quem ainda não conhece – se é que isso é possível – Big Bang é uma série estruturada a partir de cinco personagens, dois que moram juntos – um físico teórica e um prático, uma vizinha belíssima e descolocada, e dois amigos (um engenheiro e um astrofísico).

Teoricamente, o protagonista deveria ser o Sheldon Cooper (Jim Parsons), um gênio da física que desde criança se destaca nos estudos, concluindo cada fase escolar muito novo, mas com manias extremas, o que o torna ao mesmo tempo um chato para quem convive com ele, mas, também por isso, muito engraçado. No entanto, os demais personagens são tão carismáticos que fica complicado excluí-los do protagonismo.

Completam o time Leonard Hofstadter (Johnny Galecki), que divide o apartamento com o Sheldon; a Penny (Kaley Cuoco), a vizinha que chega logo no primeiro episódio e que é um sonho para qualquer nerd; o astrofísico indiano Rajesh Koothrapalli (Kunal Nayyar); e o engenheiro Howard Wolowitz (Simon Helberg), o único que tem “apenas” Mestrado. Exceto pela Penny, todos os demais são colecionadores de histórias em quadrinhos, fãs de Jornada nas Estrelas e Star Wars, e vários outros símbolos máximos da cultura pop.

Tudo isso justificaria o fato da série ter como maiores fãs os nerds, por se identificar com cada referência citada durante os episódios. Mas os roteiros são tão bem trabalhados que a diversão é fácil e garantida, seja qual for o público.

A série teve 12 temporadas entre 2007 e 2019

Big Bang a Teoria, produzido pela Warner Bros Television com a Chuck Lorre Productions, teve 12 temporadas, de 2007 a 2019, num total de 279 episódios. Difícil definir qual a melhor temporada ou episódio, apesar de alguns serem memoráveis, como a que Howard se fantasia de Sheldon, é de bolar de rir.

Em 2009, a série ganhou o prêmio TCA de “melhor série comédia” e Jim Parsons ganhou o prêmio por seu desempenho individual na comédia. Parsons também conquistou quatro Emmy Awards de melhor ator em série de comédia e um Globo de Ouro. Quando a terceira temporada estreou em 21 de setembro de 2009, ela alcançou o patamar de programa de maior audiência da CBS.

É importante citar que outros personagens enriquecida a série, como os vividos pelas atrizes Mayim Hoya Bialik e Melissa Ivy Rauch, e pelo ator Kevin Sussman. Desses, dá pra dizer que Kevin vive o hilário Stuart, proprietário da comic shop frequentada pelos amigos nerd durante a série. Já falar dessas duas outras personagens femininas implica no risco de gerar algum importante spoiler para quem ainda não viu nada da série.

 

Fracasso no Brasil

O impressionante é que quando esteve na TV aberta no Brasil, pelo SBT, a série sitcom foi um verdadeiro fracasso. A primeira vez, em 2011, durou somente uma semana devido à baixa audiência. Voltou a grade da TV em 2018, no final da tarde, mas também durou só 14 dias. Em 2020 foi exibida nas primeiras horas do dia, ficando de agosto a setembro. E finalmente voltou a grade em 5 de dezembro de 2020, ficando no ar até 15 de maio de 2021, nas madrugadas de sábado para domingo.

Marcelo Costa
Jornalista formado pela Universidade Federal do Piauí com mais de 20 anos de atuação na área, sempre com destaque para área cultural, principalmente no campo das histórias em quadrinhos, cinema e séries.