Não deixe de conferir nosso Podcast!

Dia Internacional Da Mulher | Livros de Autoras Com Protagonismo Feminino

No dia 08 de março, em que se celebra o Dia Internacional da Mulher, temos um marco importante para discutir e refletir sobre as diferenças de gênero que fazem com que as mulheres tenham de suportar a desigualdade na participação social. Aproveitando esta data, trazemos algumas obras de autoras que destacam personagens femininas interessantes.

1. Os lobos de Mercy Falls – Volume 1 – Calafrio

A autora Maggie Stiefvater fez enorme sucesso com os livros dos lobos que dão nome a essa série. No primeiro deles, Calafrio, conhecemos Grace, que foi atacada por lobos quando pequena e foi salva por um deles, que passa a ser presença constante na floresta perto da casa da jovem. Quando os lobos voltam a atacar e um adolescente some, Grace tenta compreender o que se passa da cidadezinha onde vive, para que possa se aproximar do seu lobo salvador e poder ajudá-los.

É um romance super leve, com mistério, aventura e, se for conquistado, ainda tem 3 livros para garantir um ano produtivo com as metas de leitura. Grace e uma jovem independente e decidida, que luta pelo que deseja e não se submete às dificuldades que aparecem. A autora é ótima com personagens femininas interessantes e outra de suas séries, chamada Garotos Corvos, é um exemplo excelente! Mas vai ficar para uma resenha em separado.

Maggie Stiefvater

2. A guerra que salvou a minha vida

Escrito por Kimberly Brubaker Bradley, este livro vai deixar você um pouco triste em alguns momentos, mas cheio de encantamento e sorrisos.

Arte promocional com capa do livro

A obra narra a história da menina Ada, que acha que tem 10 anos e mora em Londres, com o irmãozinho Jamie e com a Mãe, uma mulher severa que não permite que ela saia do apartamento e só veja o mundo pela janela. A Mãe tem vergonha de Ada, pois ela nasceu com o pé torto e faz a criança passar por uma série de maus tratos.

Até que a Inglaterra se envolve mais diretamente na 2° Guerra Mundial e Ada, ao saber por Jamie que os pais vão mandar os filhos pro interior para fugir dos bombardeios, resolve tomar um rumo diferente na sua vida e de seu irmão, levando-a conhecer Susan, uma moça enlutada que acha que não sabe lidar com crianças, e Manteiga, um pônei que desperta a fantasia de Ada.

A autora Kimberly Brubaker Bradley

No romance ja percebemos os desafios que Ada precisa enfrentar já tão jovem, mas preciso destacar a complexidade de Susan. Uma mulher que desafia os valores da própria família, cristã, que nao se casa e enfrenta o isolamento social por isso e por dividir moradia com uma outra mulher.

 

3. Americanah

Nesta obra de Chimamanda Ngozi Adichie, somos apresentados a Ifemelu, uma nigeriana que vive há mais de uma década nos EUA, tem uma vida estabelecida, um relacionamento legal e um blog de sucesso, mas resolve voltar para sua terra natal.

Enquanto tem seu cabelo trançado, Ifemelu conta sobre a infância, os amores, a ida aos EUA; e nesse percurso nos dá um vislumbre das tensões raciais presentes no país da liberdade e no nível de desinformação sobre a África como um todo.

 

Chimamanda Ngozi Adichie

Você tem outras dicas para compartilhar? Posta nos comentários!

Malú Pôrto
Quer ser alguém importante na história do mundo, mas tem preguiça. Costuma ser do contra, gosta de coisas fofinhas, nasceu pras artes e foi trabalhar com coisas chatas pra não estragar os hobbies e nem passar fome.