Não deixe de conferir nosso Podcast!

Fabien Toulmé Retrata o Drama dos Refugiados Sírios em “A Odisseia de Hakim”

Didático, comovente e profundamente humano, “A odisseia de Hakim” é um extenso trabalho do quadrinhista francês Fabien Toulmé, que aborda o drama dos refugiados sírios. Dividido em três volumes, é publicado no Brasil pela editora Nemo.

Em 2015, a França foi tomada pelo luto após o tráfico acidente envolvendo o vôo da Germanwings, resultando em 150 mortos. Mas uma tragédia ainda maior em números estava em curso, embora relegada às notas de rotapé na imprensa: a morte de refugiados sírios a caminho da Europa. Pessoas que se expunham a toda sorte de riscos, lançando-se em alto mar em barcos improvisados, fugindo dos horrores da guerra civil sem fim e cada vez mais sanguinária.

É para homenagear as vidas perdidas e dar voz àqueles vistos como “invasores” indesejados por onde quer que passem que Toulmé decidiu abordar o assunto. Para tanto, entrou em contato com um refugiado sírio já instalado na França, Hakim, e a partir do seu testemunho narrar a longa saga em busca da liberdade e de melhores condições de vida, deixando para trás sua amada terra natal. Dessa forma, o autor dá um rosto e um nome que simboliza todas as vítimas dessa tragédia em curso.

O autor procura situar inicialmente o leitor sobre as intricadas relações sociais, religiosas e políticas na Síria antes de partir para a história em si. Após o início da chamada “Primavera Árabe” e os protestos contra governos ditatoriais da região do Oriente Médio, Bashar Al-Assad mobiliza forte repressão contra o movimento fazendo uso do aparato governamental. Em meio ao caos que se instala progressivamente no país, Hakim é preso de forma arbitrária e, após solto, descobre que o irmão mais novo está desaparecido. Decide, assim, fugir às pressas e começa um périplo que o leva ao Líbano, Jordânia e Turquia, percurso retratado neste primeiro volume.

Condições precárias, incertezas e mesmo fome marcam os primeiros meses de Hakim fora da Síria, embora boas surpresas também o aguardem, a exemplo de Najmeh, com quem se casaria na Turquia. Toulmé é hábil na construção da narrativa e se propõe a nos apresentar a cultura árabe, seus hábitos e costumes, de modo a entendermos melhor algumas passagens. Enfim, uma leitura necessária em tempos de barbárie e desumanização, acentuados pela pandemia que atravessamos.

“A odisseia de Hakim Vol. 1 – Da Síria à Turquia”, de Fabien Toulmé
R$ 69,80
272 páginas
Editora Nemo
Rafael Machado
Parnaibano, leitor inveterado, mad fer it, bonelliano, cinéfilo amador. Contato: rafaelmachado@quintacapa.com.br