Não deixe de conferir nosso Podcast!

Opinião | Mulan na Disney + por US $ 30 é para comprar, não para alugar

A Disney confirmou que os assinantes da Disney + que comprarem Mulan por US $ 29,99 terão acesso ao filme para sempre.
Mulan
Disney (Reprodução)

A Disney confirmou que os assinantes da Disney + que comprarem Mulan por US $ 29,99 terão acesso ao filme para sempre.

É oficial, a Disney confirmou que os assinantes da Disney + que comprarem Mulan por US $ 29,99 terão acesso ao filme desde que assinem o serviço, ou seja, você pode assistir ao filme quantas vezes quiser, apenas não pode cancelar a assinatura. As notícias de que Mulan será lançado na Disney + e em alguns cinemas ao mesmo tempo causaram alvoroço na internet em todo o mundo ontem, já que o filme era um dos grandes lançamentos do cinema 2020. A mudança é um grande passo para a maior empresa de entretenimento do planeta, já que a adaptação em live-action do filme animado de 1998 custou US $ 200 milhões.

A razão pela qual a Disney escolheu lançar Mulan no seu serviço streaming é até óbvio. Dada a atual pandemia global de coronavírus, a probabilidade de o filme se esforçar para compensar apenas o orçamento de produção, se fosse lançado nos cinemas, parecia algo arriscado.

Perderam dinheiro, mas é melhor não perder tanto.

Agora, com os fãs e assinantes capazes de pagar o valor, reconhecidamente caríssimo, de US $ 29,99 para assistir ao filme em casa, a Disney ainda tem a chance de Mulan ser um sucesso e lucrar mesmo que seja apenas o custo do filme. No entanto, muitos fãs reagiram com consternação por terem que alugar o filme pelo dobro do custo de um ingresso de cinema (em média custa $9 uma inteira nos cinemas dos Estados Unidos), além de precisar ser assinante do Disney +, que custa US $ 6,99 por mês.

No entanto, o site Insider relata que um representante da Disney confirmou a eles que o valor de US $ 29,99 para assistir Mulan permitirá que os assinantes tenham o filme para sempre enquanto “permanecerem assinantes”. Mas sejamos sinceros, fã ou não, continua muito caro.

Isso também significa que a Disney poderá alcançar o “amplo público” de que o CEO da Disney, Bob Chapek, falou durante o anúncio de ontem, que fazia parte da chamada de ganhos do terceiro trimestre da Disney. Ele também anunciou o lançamento do Disney + para a América Latina.

Mulan
Disney (Reprodução)

É uma mudança inteligente? Acredito que sim. A Disney vinha sendo criticada massivamente por cobrar US $ 29,99 para assistir ao filme. E na verdade seria assim, mas antes mesmo de lançar a nota oficial, a empresa mudou a estratégia. O mundo está sob a sombra da pandemia, estamos vivendo uma época que gastar com coisas triviais saiu da lista da maioria das pessoas. Por enquanto, a empresa fará isso apenas com Mulan,  Viúva Negra, outro grande investimento que seria lançado em 2020, continua na fila para sair nos cinemas.

No entanto, não é difícil ler nas entrelinhas e ver que esse é claramente um teste decisivo para a Disney. Os estúdios de todo o mundo estão sendo forçados a repensar suas estratégias de lançamento, como a Warner Bros. fez com Tenet e, para a Casa do Mickey, o lançamento de Mulan pode muito bem testar sua possível solução. Se funcionar, mudará a maneira como os filmes de grande orçamento são lançados para sempre e marcará uma mudança adicional no que compreendemos como streaming para o futuro da indústria.

 

PikachuSama
Editor de Contéudo deste site. Eu não sei muita coisa, mas gosto de tentar aprender para fazer o melhor.