Não deixe de conferir nosso Podcast!

Tudo que precisa saber sobre Kang, o Conquistador, o próximo vilão do UCM

Conheça o novo vilão do UCM, Kang, o Conquistador!
Kang o Conquistador
(Marvel Comics)

Conheça mais sobre o Kang, o Conquistador e como isso pode afetar toda a linha temporal do Universo Cinematográfico da Marvel

Homem-Formiga 3 mesmo sem data certa para começar suas gravações já vem causando alvoroço na internet, já que os atores Paul Rudd e Michael Douglas ficam soltando pistas sobre o filme em suas redes sociais com detalhes, incluído um possível início de produção já em 2021.

Os filmes do minúsculo membro do Universo Cinemático da Marvel tiveram um impacto muito superior no quesito expectativa numa primeira análise, foi neles que nasceu o conceito de ” Reino Quântico” por exemplo, e ao que parece, será por causa disso que vai nascer o próximo grande vilão do UCM, o sucessor de Thanos, Kang O Conquistador.

O ator da série da HBO, Lovecraft Country, Jonathan Majors, foi anunciado como um dos antagonistas do terceiro Homem-Formiga, de acordo com o Deadline, para o papel de Kang, que não deve ter gostado nada das aventuras que os Vingadores andaram fazendo no Reino Quântico lutando contra o Thanos.

Pensando nisso, aqui está tudo que precisa saber sobre esse que é considerado um dos maiores vilões da história do Universo Marvel.

História

Kang
Primeira aparição de Kang nos gibis da Marvel (Marvel Comics/Reprodução)

Kang apareceu pela primeira vez no quadrinho The Avengers # 8 (setembro de 1964), e foi criado pelo escritor Stan Lee com o Deus dos quadrinhos, Jack Kirby, mas ela já havia aparecido com o nome de Rama-Tut na Fantastic Four # 19 (outubro de 1963).

Como é um viajante do tempo, tentarei organizar sua cronologia para não deixar o texto tão longo e confuso.

Tudo começa com Nathaniel Richards, um cientista do século 31 (descendente de Reed Richards) que fica fascinado com a história humana, mutantes, heróis com superpoderes e a tecnologia de viagem do tempo criado por Victor von Doom (Doutor Destino).

Richards que também é um gênio com índoles não tão boas como seu antepassado, cria sua própria máquina do tempo e viaja para o passado, até o antigo Egito. Essa máquina do tempo tinha o formato de uma esfinge e por causa disso, ele acaba se tornando um deus-vivo (Faraó) chamado Rama-Tut, com planos para reivindicar En Sabah Nur-o mutante destinado a se tornar Apocalypse como seu herdeiro.

Porém, seus planos não dão muito certo, o Quarteto Fantástico usando a mesma tecnologia de viagem do tempo acabam com seus planos. O que resta é um Richards amargurado que decide viajar para o século 20 para encontrar o Doutor Destino, que ele acredita que poderia ser o seu antepassado. Mais tarde, ele copia e projeta uma armadura baseada ao do Doutor Destino e se autointitula Centurião Escarlate. Nessa época, ele ainda coloca todos os Vingadores contra seus homólogos de outras realidades, mas no final os heróis conseguem vencê-lo novamente.

Richards, em seguida, tenta voltar ao século 31, mas ultrapassa por mil anos, descobrindo uma Terra devastada pela guerra que usa armas de tecnologias avançadas, mas com poucas pessoas para usá-las.

Vendo a fraqueza que a humanidade se tornou, ele conquista o planeta e expande seu domínio por toda a galáxia, sendo chamado de agora em diante de Kang, porém, ele também descobre que o planeta Terra está morrendo, decidindo voltar novamente ao passado para ser rei e conquistador de uma Terra fértil.

Kang
(Marvel Comics)

Kang causando o terror pelas linhas temporais e Ravonna

Assumindo-se como Kang, ele retorna para o século 20 para enfrentar os Vingadores. Neste arco, Kang dá um prazo de 24 horas para os heróis da Terra se ajoelharem diante de sua presença, mas as coisas não foram como ele imaginou e para causar o terror, libera uma radiação que apenas os seres de seu tempo são imunes, porém, Thor consegue reverter as coisas e Kang mais uma vez foge.

Ravonna
O grande amor de Kang, Ravonna (Marvel Comics)

Ravonna Renslayer era a filha do rei Carelius, um governante na Terra do século 40. O reino de Carelius foi o último bastião da civilização não conquistado por Kang naquele século.

E Kang só poupou-os porque estava ferido e se apaixonou por Ravonna. Mas ela nega esse amor porque ele era um plebeu e não uma realeza, mas ele jurou ganhar seu coração eventualmente.

Em uma tentativa de demonstrar seu poder, ele sequestra os Vingadores, mas novamente, as coisas saem de seu controle. Os Vingadores se juntam ao reino de Carelius contra Kang, neste embate, Ravonna tenta proteger Kang se jogando na frente de uma explosão que significou para Kang, que ela o amava apesar de tudo. Kang acaba jogando os Vingadores em sua realidade e coloca uma Ravonna quase morta em suspensão.

Ravonna
(Marvel Comics)

Na esperança de restaurar o seu amor à vida, Kang entra em uma aposta com a entidade cósmica Grandmaster, ele mesmo. Mais uma vez ele usa os Vingadores como peões em um jogo que, se ganhasse, poderia temporariamente conceder-lhe poder sobre a vida e a morte. Mas é claro que ele perde.

E precisa escolher qual poder usará, como vingança, usa o poder da morte contra os Vingadores, mas as coisas são salvas pelo Cavaleiro Negro que não estava fazendo parte do jogo, assim, não foi afetado pela aposta.

Bem, como podem ler até agora, Kang não tem muita sorte lutando com os Vingadores, não é?

A Madona Celestial

Bem, a Mantis dos Guardiões da Galáxia tem alguns segredos muitos legais que pouca gente conhece. E um desses segredos é que ela é a Madona Celestial. Uma das sagas mais importantes da história da Marvel. Para pesquisarem corretamente: (The Celestial Madonna/ Avengers 129-135; Giant-Size Avengers 02-04, de 1974-1975, por Steve Englehart, Sal Buscema, Dave Crockum e George Tuska).

Mantis Madona Celestial
Capa dos Vingadores com Mantis assumindo seu destino como a Madona Celestial (Marvel Comics)

Mas vamos do começo. O Arco da Madona Celestial conta como Mantis é, na verdade, uma humana, nascida no Vietnã e alterada geneticamente pelos Sacerdotes de Pama, um subgrupo dos Kree que acreditavam que ela seria a Madona Celestial, basicamente uma virgem Maria, Mantis foi treinada desde cedo nas artes marciais e, ao ter sua genética modificada, recebeu dons telepáticos e sensoriais.

Aos dezoito anos de idade, teve suas memórias apagadas e foi deixada no Vietnã para que pudesse experimentar uma vida “normal”. Ela, então, se tornou uma prostituta em um bar vietnamita, até ser encontrada pelo Espadachim, um ex-membro dos Vingadores que desejava provar-se útil novamente para a equipe.

Nessa época, ela ajudou o ex-vilão a reconquistar sua reputação de respeito e o ajudou a entrar novamente para os Vingadores. Ela também foi convidada para entrar na equipe, onde permaneceu por um bom tempo, enfrentando inimigos como os Trogloditas e o Zodíaco.

Além disso, ela ajudou na Guerra dos Defensores e dos Vingadores, onde se uniu às duas equipes para derrotar Loki e Dormammu. Nessa época, ela acabou atraindo a atenção de Thanos e Kang, que tentaram matá-la diversas vezes por ela ser a futura Madona Celestial. A mulher capaz de gerar a criança escolhida, o ser mais poderoso do universo.

Kang retorna a mansão dos Vingadores agora com o intuito de casar-se com Mantis para gerarem um filho. Neste arco os heróis são auxiliados por uma versão futura do Kang, que, cansado de conquista e maldade, tinha retornado ao Egito antigo novamente como Rama-Tut, governando com benevolência por dez anos antes de colocar-se em animação suspensa para reviver no século 20, desejando conselho e mudar seu eu mais jovem.

Kang de novo perde, mas o Espadachim acaba morrendo acidentalmente para salvar Mantis. Acontecem muitas outras coisas, mas vou deixar isso quando estiver falando apenas da Mantis. Também ficamos sabendo pela primeira vez sobre Immortus, o futuro sombrio de Kang e Rama-Tut.

Somente anos depois, Kang retorna dos mortos nas Guerras Secretas. Ficamos sabendo que essa vida de viajante do tempo, ele acabou criando diversas realidades com diversos Kangs. Para resolver essa treta das galáxias, Kang faz uma aliança macabra com seres celestiais para acabar com todas suas versões, no final sobra apenas ele que agora se chama “Prime Kang” e seu alter ego Immortus que estava absorvendo as memórias dos outros Kang pelas sombras.

Novamente fica a cargo dos Vingadores resolver as paradas erradas do Kang. O cara gosta de perturbar demais as linhas temporais e meu texto quase não deu certo por causa disso também!

Este Kang diverge em dois alternativos Kangs, e um é convidado a integrar o Crosstime Kang Corps (Eu não sei como é escrito em português), que consiste em uma ampla gama de Kangs de múltiplas linhas do tempo que estão à procura de uma Arma Celestial Ultimante.

Kang vai aparecer em diversos quadrinhos e para encurtar e não confundir mais vocês, ele vai dá trabalho todo vez que aparecer, principalmente para os Vingadores, Quarteto Fantástico e a coitada da Mantis.

Alter Egos

Kang
Diversas faces de Kang. Arte do Alex Ross (Marvel Comics)

Immortus

Immortus é uma versão alternativa de Kang que reside no Limbo. Ele seria a versão final de Kang no futuro. Immortus tem as habilidades dos Viajantes do Tempo, os seres mais antigos do Universo Marvel.

Porém, ele acaba ficando meio louco por poder e se torna um dos vilões mais casca grossa da Marvel. Sempre que Immortus aparece, o Universo precisa ser salvo.

Rapaz de ferro

Ele veio do futuro depois que descobriu que iria se tornar Kang, o déspota temporal que lutaria com os Vingadores. Juntou informações em sua roupa metálica e foi atrás de novos membros para formar uma nova equipe: Os Jovens Vingadores. Para isso, teve que baixar os dados do vingador Visão. Enfrentou algumas batalhas ao lado dos Novos Heróis.

Se você sabe da história do Trunks do futuro de Dragon Ball, ele é basicamente baseado no Rapaz de Ferro.

Rama-Tut

Rama-Tut foi o nome original de Kang quando ele governou o Egito antigo. Mais tarde na vida, ele se aposenta como Kang e retorna à identidade Rama-Tut, e ajuda os Vingadores derrotar seu próprio passado na saga da “Madona Celestial”. Ele quase se rende ao destino de se tornar Immortus, mas muda de ideia quando ele descobre que Immortus é um peão dos Viajantes do Tempo.

Victor Timely

Como uma forma de descansar das tensões diárias de seu império, Kang cria uma cidade pequena, tranquila chamada Oportuna no norte de Illinois por volta de 1910, onde ele ocasionalmente reside como prefeito. Durante um de seus períodos de férias, ele fica amigo do um jovem e gênio chamado Phineas Horton, esse rapaz com o tempo e ajuda de Victor, se tornaria o Tocha Humana original.

Habilidades

Kang não tem habilidades sobre-humanas, mas é um gênio extraordinário, talvez o ser que mais entende da história do tempo, e um físico que entende em viagem do tempo, engenheiro e conserta qualquer coisa de qualquer linha temporal.

Usa uma armadura de batalha altamente avançada que aumenta a sua força, além de soltar raios de energia, projetar hologramas e campos de força.

Sua nave/navio/máquina é capaz de controlar outras formas de tecnologia de qualquer século. Kang também é muito mais resistente à radiação do que os seres humanos. Deve ser por isso que ele é azulado. =)

Como já disse, por hoje é só pessoal! Quando for saindo mais coisas sobre Kang, eu vou adicionando mais informações, mas sua inclusão terá certamente repercussões superiores ao que um único filme conseguirá dar resposta, já que como você leu acima, Kang gosta de aparecer em todos os quadrinhos da Marvel já que é um viajante do tempo. Ele pode enfrentar os Vingadores, pode ser a chave que abra para a franquia do Quarteto Fantásticos, X-Men ou mesmo os Jovens Vingadores, cujos membros já foram confirmados na Fase 4 do UCM. O tempo e o céu o limite para o que a Marvel pode fazer com Kang, o Conquistador.

Fontes:

Comic Vine

Guia dos Quadrinhos

PikachuSama
Editor de Contéudo deste site. Eu não sei muita coisa, mas gosto de tentar aprender para fazer o melhor.