Terça, 10 De Julho De 2018

Notícias sobre Filmes, Séries e Netflix

Analisando a nova iniciativa da Marvel (Fresh Start) – Parte 01

Em abril de 2017 foi anunciado que a editora Marvel iria relançar sua linha de heróis a partir da edição especial Marvel Legacy, que seria lançada em setembro do mesmo ano pelas mãos do principal roteirista da editora, Jason Aaron.

Propriedade Marvel Comics. Arte de Joe Quesada.

Marvel Legacy tinha a intenção de unir os heróis clássicos, Steve Rogers, Thor Odinson, Tony Stark, com os personagens que usavam o manto até ali, como Sam Wilson como Capitão América, Jane Foster como Thor e Riri Wilson como Iron heart. Além disso, as edições voltariam a ter a numeração original, como Homem Aranha voltaria a ter mais de 700 edições, por exemplo.
Porém, a empreitada Legacy não se mostrou uma campeã de vendas, fazendo com que a editora Marvel, pela primeira vez desde 1990, perdesse por meses seguidos nas vendas de unidades de quadrinhos nos EUA vendidos para sua maior concorrente, a DC Comics.
06 meses após o lançamento do One shot Marvel Legacy, a Marvel anuncia agora sua nova renovação dos clássicos personagens da editora. Intitulada Fresh Start, será essa a iniciativa que tirará a editora desse eterno ciclo de relançamentos que a editora está desde 2012?
01 – Um novo editor chefe e o retorno de Joe Quesada.
Sob o comando de Axel Alonso, oriundo do selo Vertido da DC Comics, a Marvel amargou algumas decisões errôneas, muitas impostas de cima para baixo. Dessa forma, pós Guerras Secretas, de Jonathan Hickmann, o Quarteto Fantástico, primeira super equipe e responsável pela criação da Marvel como a conhecemos hoje, não teria mais títulos solos. Os X-men, a linha editorial que vendeu milhões para a Marvel, teria sua influência reduzida, justamente para aumentarem o destaque dos Inhumanos. Tudo isso porque a Marvel, propriedade da Walt Disney, não tinha os direitos de cinema e TV para essas famosas franquias.
Sob o comando de Alonso, muitos heróis foram substituídos por personagens de legado. Foram substituídos: Capitão América, Thor, Homem de Ferro e Hulk. Muito se investiu na questão da diversidade, buscando trazer novos leitores. Uma decisão arriscada, mas mal executada. As histórias não empolgaram os fãs antigos e nem trouxeram novos, o que causou um certo desconforto com a editora que sempre investiu em inovar com personagens de outras etnias, vide Pantera Negra, Colossus e Tempestade.
Dessa forma, com um grande desgaste, a Casa das Ideias decidiu substituir Alonso por um editor muito bem visto pela indústria, C.B. Cebulski.
Resultado de imagem para imagens CB CEBULSKI
Não bastando a substituição do editor chefe da editora, Joe Quesada, o responsável por tirar a Marvel da crise financeira e criativa que amargava no começo dos anos 2000, voltou para cuidar do setor de quadrinhos da editora.
Resultado de imagem para Joe Quesada foto
Ou seja, a Marvel aposta que dois competentes editores, que já mostraram sua capacidade no passado, possam trazer a Marvel para o topo das vendas e para os braços dos fãs.
02 – Vingadores por Jason Aaron e Ed McGuiness
E a Marvel parece querer trazer o brilho que o título Vingadores tinha anteriormente com Brian Michael Bendis, que saiu para ir para a DC, trazendo para o título dos mais poderosos heróis da terra o seu melhor roteirista: Jason Aaron. Com os desenhos de Ed McGuiness, o título estreia com uma edição número 01 em maio de 2018 e promete dar sequência ao desenvolvido por Aaron em Marvel Legacy, desenvolvendo os Vingadores pré-históricos.
Resultado de imagem para vingadores jason aaron
A equipe tem Homem de Ferro, Capitão América, Dr. Estranho, Pantera Negra, Mulher-Hulk, Capitã Marvel, Motoqueiro Fantasma e Thor. Arte de Ed McGuiness

Esse parece ser o título carro chefe da editora. Tem a clara intenção de encabeçar a lista dos mais vendidos títulos do ano. A competência de Aaron é bem conhecida pelo mercado americano e pelos fãs. O desenho de McGuiness tem seus detratores, que o acusam de ter um traço muito infantil, mas sempre trabalhou em títulos campeões de vendas. É claro que o roteirista vai desenvolver os arcos que ele vem construindo envolvendo Thor, Asgard, Odin e ameaças clássicas.
Sem dúvida, um título para acompanhar quando chegar ao Brasil.
03 – O Thor original está de volta! Mas e Jane Foster?
Aaron vai continuar a frente do título do poderoso Thor, ao lado do desenhista Mike del Mundo. Uma nova edição número 01 será lançada em junho e promete trazer o filho de Odin com um visual mais parecido com o clássico, só que um braço metálico dourado e um martelo, também, dourado (será Mjolnir?)
Resultado de imagem para thor jason aaron e mike del mundo
Thor buscará martelos mágicos que foram espalhados pelos nove mundos. Arte de Mike Del Mundo.

A pergunta que fica é: o que ocorrerá com Jane Foster? Ela padecerá por causa do câncer que enfrenta? Continuará com o martelo Mjolnir?
Confiando na competência de Aaron, a Marvel parece que pretende continuar com o roteirista construindo um dos melhores arcos que o personagem tem desde sua criação. Um sucesso de crítica e vendas com certeza.
03 – O Capitão América será escrito por Ta-Nehisi Coates
Após marcar seu nome no título Pantera Negra, onde ainda continuará junto com Daniel Acuna no Fresh Start da Marvel, o escritor americano Ta-Nehisi Coates colocará as mãos no título do maior símbolo da Marvel, o Capitão América.
 
 
Com os desenhos por conta do felipino Leinil Francis Yu, desenhista que está ligado à editora Marvel desde sempre e que sempre esteve envolvido em títulos famosos, a edição chegará nas comics shops americanas em julho de 2018. Sem dúvida, Coates vai trazer inúmeros leitores ao título, sedentos por conhecer a sua interpretação para o Capitão América. Ou seja, a Marvel pode esperar outra sucesso de vendas. O leitor desse texto já entendeu onde a Marvel quer chegar!
Essa é a hq que o fã saberá para onde o personagem irá, já que Mark Waid tratou de restabelecer o personagem após a má publicidade de Império Secreto.
04 – Homem-Aranha e Homem de Ferro com novos escritores
Julho vai ser movimentado para a Marvel. Após escrever a edição 801, o escritor Dan Slott, cuja permanência no título foi uma das mais longevas, deixará o título do teioso. Quem assumirá em seu lugar será o polêmico escritor Nick Spencer, responsável por Império Secreto. Ele virá acompanhado do desenhista do título da Image INVENCIBLE, Ryan Ottley.

Prometendo um retorno ao clássico, Spencer tem experiências nos títulos do universo do Aranha, tendo feito a elogiada série The Superior Foes of Spider-man. Essa é a mudança mais drástica na dança de cadeiras da Marvel, já que Slott há muito escrevia as desventuras de Peter Parker. E trazer um desenhista de um título independente como INVINCIBLE? Essa é uma jogada de mestre da Marvel, juntar um escritor polêmico com um desenhista famoso, apesar de não ter trabalhos marcantes na editora.  A Marvel parece apostar com força em seus títulos, confiando que serão um sucesso de vendas como no passado.
Mas e Dan Slott? Não, ele não vai deixar a Marvel. Assumirá o título do Homem de Ferro após a saída de Brian Michael Bendis. Não há desenhista confirmado ainda, mas Slott já provou que sabe escrever títulos de heróis, afinal, não ia aguentar quase 10 anos com o Homem Aranha se não soubesse vender um gibi não é?
05 –  E os X-men? E Wolverine?
Até agora, não foram anunciadas mudanças para a linha X, já que os títulos como X-men Red, X-men Blue e X-men Gold continuam com a numeração que ganharam com a iniciativa Ressurection. Porém com o recente retorno de Jean Grey e a possível venda da Fox, dona dos direitos do cinema da franquia, para a Disney, dona da Marvel, o leitor pode esperar que os mutantes voltem a ter destaque na editora e que participem mais das mega sagas da editora.
Resultado de imagem para phoenix resurrection

Mas e o Velho Canadense? O querido Wolverine. Esse ganhará bastante destaque em 2018. Começando em abril de 2018, com The Hunt for Wolverine # 1, de Charles Soule e David Marquez. A edição terá 40 páginas e começará a explicar como o personagem, morto desde 2014, voltou em Marvel Legacy 01. A história continua em maio, em quatro outras edições especiais: The Adamantium Agenda, Claws of the Killer, Mystery in Madripoor e Weapon Lost. A Marvel vai colocar uma equipe criativa diferente em cada título.

Hunt For Wolverine Hunt For Wolverine

Muitas perguntas ainda estão no ar, mas a maior ainda não tem previsão de ser respondida: O que a Marvel fará com o popular Velho Logan?

Mas esperem números que serão sucessos de vendas. A Marvel quer dominar o bolso dos leitores novamente.

Posts Relacionados
%d blogueiros gostam disto: