Não deixe de conferir nosso Podcast!

Conheça Jeff Lemire e sua obra que acabou de ganhar uma série na Netflix, Sweet Tooth

Sweet Tooth
Reprodução/Twitter

O mundo pós-apocalíptico ainda pode ser bastante humano e inocente. Sweet Tooth terá Robert Downey Jr como produtor.

A Netflix encomendou oficialmente uma temporada completa de Sweet Tooth, série baseada na HQ da Vertigo criada por Jeff Lemire. Com notícias diretas do Deadline, serão oito episódios de uma hora e o elenco contará com James Brolin como narrador, além de Christian Convery, Nonso Anozie, Adeel Akhtar e Will Forte.

O Jeff Lemire até postou a notícia na sua conta oficial do Twitter:

Mas quem é Jeff Lemire ou o que é Sweet Tooth? Para explicar isso de uma forma bem didática, eu estou aqui. Então sempre é bom explicar as coisas do começo.

Jeff Lemire, o escritor/artista responsável por Sweet Tooth, refere-se à sua criação como ” uma ficção científica dentro de uma ficção científica”. Ele vai mais além, segundo o que ele escreve no seu blog oficial, ele sempre considerou essa história algo que se desenha no porão de casa e não algo que viraria uma história em quadrinhos. Ele é meio excêntrico mesmo. Não se preocupem com isso.

O que não quer dizer que Sweet Tooth, publicado pela Vertigo da DC Comics, seja outra coisa senão épico, poderoso, emocional, envolvente e inteligente. Foi publicada entre 2009 e 2013, com 40 edições.

A história centra na visão de Gus, um garoto híbrido de nove anos que ganha o apelido de Sweet Tooth de seu às vezes protetor e misterioso amigo Jepperd. O mundo contando por Lemire os humanos e animais se cruzaram e criaram uma raça de pessoas híbridas humano animal como Gus e, parece que eles tem a chave para parar uma doença que devastou a civilização logo após um evento chamado “Flagelo”. Depois de morar sozinho na floresta, Gus embarca com Jepperd em uma perigosa jornada para um refúgio seguro para o garoto.

Apesar de suas apocalípticas aparências de ficção científica, Sweet Tooth mantém a ressonância emocional pela qual Lemire ficou conhecido em trabalhos anteriores, como a trilogia de Essex County, publicada pela editora independente Top Shelf.

Sweet Tooth tem ficção científica, horror, ação, aventura e conspiração. Qual leitor de quadrinhos e ficção não gosta disso? São temas comuns, claro, mas pegue Jeff Lemire inspirado e veja uma pequena e silenciosa história humana bem executada. Todos os elementos fantásticos estão lá, mas é realmente um estudo de caráter entre duas pessoas.

O processo criativo de Lemire é diferente, normalmente uma pessoa escreve o roteiro, outra pessoa desenha o roteiro. Tudo que ele faz, precisa ser singular, orgânico. Lemire comenta em seu blog que começa com um script solto e, em seguida, faz um rascunho de uma versão aproximada dos layouts das páginas do quadrinho. Nesse momento, se tiver novas ideias de diálogo e mais elementos aparecem no decorrer desse processo, elas serão incorporadas a um script final. Mas ainda segundo ele, a coisa toda se forma basicamente enquanto está desenhando.

Sweet Tooth
Reprodução

Grande parte do impacto emocional de Sweet Tooth vem desse desenho distinto. Lemire efetivamente conta uma história com ou sem diálogo, e sua arte é inconfundivelmente dele. Sweet Tooth é idiossincrático, não realista; mais focado em apenas contar histórias claras e combiná-las com a entrega emocional. O texto está acabando e eu consegui não contar nada sobre o quadrinho e informando para vocês que ainda dá tempo de ler. Vale muito a pena.

Sweet Tooth terá Jim Mickle e Beth Schwartz como showrunners e, além de Robert Downey Jr e sua esposa, Susan Downey, Amanda Burrel e Linda Moran trabalham na produção. Schwartz assina os roteiros ao lado de Mickle, que ainda atua como diretor.

Conheça mais sobre Jeff Lemire clicando aqui.

PikachuSama
Editor de Contéudo deste site. Eu não sei muita coisa, mas gosto de tentar aprender para fazer o melhor.