Não deixe de conferir nosso Podcast!

Destruir as Joias do Infinito é impossível? Veja o que diz os quadrinhos sobre isso

Arte de ArturoGC
Joias do Infinito

O que se fazer como um problema chamado Manopla e Joias do Infinito?

Não sabemos muito sobre como será Vingadores: Ultimato, mas baseando por todos os trailers que saíram: nossos heróis enfrentarão Thanos, tentarão usar o Manopla e as Joias do Infinito contra ele. Se eles tiverem sorte.

Mas uma vez que você usa todo esse poder para desfazer o plano do vilão, o que você fará com ele? Afinal, você se tornou o ser mais poderoso do Universo e por qualquer deslize poderia ser até pior que o próprio Titã Louco.

Esta questão volta e meia aparece nas páginas dos quadrinhos do universo da Marvel Comics, já que as Joias do Infinito (ou Gemas, como eram conhecidas há muito tempo e agora Pedras por causa do filme) foram usadas para propósitos nefastos inúmeros momentos por mais de 40 anos. E a primeira coisa que você precisa saber sobre as Joias do Infinito é …

Jonathan Hickman, Steve Epting/Marvel Comics

Elas não podem ser destruídas

Cada universo no Multiverso da Marvel tem suas próprias joias infinitas, pedras, gemas ou o que você quiser chamar, pois isso depende de quem o roteirista que está escrevendo isso. Por exemplo, no Universo Supremo (Ultimate) criado pelo Mark Millar, existem oito Joias do Infinito, quatro para cada uma das duas Manoplas Infinitas. A existência das Infinity Stones parece ser uma parte necessária do tecido de realidade de cada cosmos da Marvel.

A segunda coisa que você precisa saber sobre as Joias do Infinito é que elas geralmente ficam sobre a guarda de Adam Warlock (apesar do nome, ele é um cara legal), um personagem que nunca apareceu diretamente no Universo Cinematográfico da Marvel, embora ele tenha sido insinuado no final de Guardiões da Galáxia 2. E quando uma corte dos seres mais poderosos do universo da Marvel Comics decidiu que ele não era capaz de manejar a Manopla do Infinito de forma responsável e correta, eles não ousaram seus poderes quase infinito para destruir as gemas. Eles simplesmente separaram elas pelo universo para cada guardião digno. Se você gosta de Dragon Ball, a premissa das Esferas do Dragão é basicamente a mesma.

O Tribunal Vivo (o cara gigante dourado), Adam Warlock e o Eternidade. The Infinity Watch #1. Jim Starlin, Angel Medina/Marvel Comics

Nenhum membro deste grupo dr entidades mais poderosas da Marvel Comics, incluindo o próprio Eternidade (que é o cara da galáxia cobrindo o corpo à direita do Tribunal Vivo), propôs a solução final muito mais definitiva de destruir as Joias do Infinito.

Mas talvez”, você pode estar se perguntando, “A Eternidade e o Tribunal Vivo e todos esses outros caras cósmicos malucos simplesmente não eram poderosos o suficiente para destruir as Pedras do Infinito, que dá a seu portador literalmente onipotência”. A coisa acabou uma frase muito usada séculos atrás: A coisa (As Joias) viraram uma rocha tão pesada que nem Deus poderia movê-la? Dentro de argumentos filosóficos, isso se chama Paradoxo da Onipotência. E se você quer se aprofundar mais um pouco sobre isso, clique aqui.

As Pedras do Infinito não podem se destruir

Os Illuminati são uma cabala secreta das mais inteligentes e politicamente poderosas figuras sobre-humanas do Universo Marvel, e na maioria das vezes se juntam para tomar decisões secretas eticamente duvidosas sobre coisas que ameaçam a Terra. Nos Novos Vingadores: Illuminati # 2 de 2007, o Sr. Fantástico propôs que ele e o restante dos Illuminati deveriam reunir as Joias do Infinito para salvaguardá-las daqueles que as explorariam.

E, apesar de alguns não gostarem nada disso, eles fizeram, mas o Sr. Fantástico tentou usar a Manopla para desejar que as Joias fossem embora. A logística pareceu simples, não foi um plano ruim, mas…

O Senhor Fantástico, Membro dos Illuminati, utilizando a Manopla do Infinito. Brian Michael Bendis, Brian Reed, Jim Cheung/Marvel Comics

O Manopla Infinito não pode se destruir. Em vez de manter a Manopla com as Joias juntos depois disso, os seis membros dos Illuminati decidiram pegar cada um, uma Pedra e mantê-la muito, muito escondida.

Elas não podem ser destruídas… certo, mas como isso pode ser resolvido no tempo presente?

Quando o Capitão América fez isso por acidente.

A última vez que os Illuminati juntaram as Joias do Infinito foi para defender a Terra de uma Incursão – é quando outro universo está colidindo com o nosso, não tentem entender, isso é comum nos quadrinhos, com resultados potencialmente catastróficos para os dois mundos. Como o mais forte dos Illuminati, o Capitão América usou a Manopla com as Joias para empurrar um universo inteiro para longe literalmente, e quando ele terminou – a Manopla quebrou.

Essa cena seria hilária, se não fosse trágica.

Jonathan Hickman, Steve Epting/Marvel Comics

Mas é possível que seja assim que as coisas acabem em Vingadores: Ultimato. Mas se não for, há outra forma muito tradicional da Marvel de lidar com as Joias do Infinito.

A Guarda do Leã… opa… quer dizer, Infinito

As Joias do Infinito foram destruídas apenas uma vez. Quando todo o Universo Marvel foi destruído e recriado no evento Guerras Secretas da Marvel de 2015. Como dito antes, toda vez quem alguém usa elas para algo nefasto, sempre um grupo especial precisa recupera-las e envia-las para locais diferentes no universo. Acontece bastante de elas serem entregues as seres confiáveis, que tem a missão de defender sua gema contra todos aqueles que queiram usa-la novamente, e esse grupo de seis heróis tem um nome bem legal: Infinity Watch ou a Guarda do Infinito.

Esse seleto grupo de heróis compreendia de Adam Warlock, Gamora, Drax, o Destruidor, o herói telepático Moondragon e o Thanos (Isso mesmo que você está lendo). Também já foram Guardiões da Jóias: Doutor Estranho, Viúva Negra, Capitã Marvel, Senhor das Estrelas, Adam Warlock e um criminoso chamado Turk Barrett.

Você não pode usar as pedras do infinito para se destruírem, mas aparentemente você pode modifica-las.

As Joias do Infinito viraram pessoas

No final do quadrinho Infinity Wars, Adam Warlock usou a Joia da Alma para dar a cada Joia uma alma. A ideia era que, com senciência e vontade própria, elas poderiam ser seus próprios Guardiões, fugindo pelo universo para encontrar um local seguro para se esconder.

Mas teve um problema, a Joia do Tempo não se escondia corretamente, ela acabou interagindo e mesclando-se a um homem humano comum chamado Hector Bautista, que acabou usando seu novo poder para parar o tempo e sair de uma prisão no Texas. Por causa disso, foram escolhidos novos Guardiões o Infinito – composto por Loki, um recém-ressuscitado Wolverine, e o cachorro fantasma do Doutro Estranho – que estão fazendo o melhor para impedir que as piores pessoas do universo coloquem as mãos em Hector. E o cara simplesmente gosta de dar trabalho.

Gerry Duggan, Andy MacDonald/Marvel Comics

Mas o que as Joias do Infinito podem significar para Vingadores: Ultimato?

Qualquer uma das anteriores! Só porque as Joias do Infinito geralmente não podem ser destruídas nos quadrinhos não significa que elas não podem ser no filme. A coisa sobre todos esses destinos das Joias é que deixam aberta a possibilidade de que elas possam retornar sempre que os escritores precisarem.

Se destruídos, eles poderiam ser refeitos. Se espalhados, eles podem ser encontrados. Se mudou, eles poderiam desencadear uma nova história. E se fosse dado aos Guardiões do Infinito, eles poderiam encontrar uma equipe de super-heróis totalmente nova com uma nova missão pelo cosmos. Teremos que esperar até Vingadores: Ultimato chegar aos cinemas no dia 25 de abril para descobrir.

Texto é uma adaptação do original de Susana Polo.

PikachuSama
Editor de Contéudo deste site. Eu não sei muita coisa, mas gosto de tentar aprender para fazer o melhor.