Não deixe de conferir nosso Podcast!

Dica De Leitura | Tanka, de Sergio Toppi (Editora Figura)

Tanka reúne quatro narrativas breves, ambientadas no Japão milenar dos samurais e príncipes, revelando-se uma fonte inesgotável de beleza e encanto. Afinal, o lápis de Sergio Toppi preenche com volúpia e precisão as páginas, dando movimento ímpar a quadros em preto em branco.

O resultado é um convite à apreciação demorada de cenários e tipos, mesclando posturas formais que o poder ou a tradição atribuem com o dinamismo que as espadas ganham na mão de um guerreiro.

No primeiro conto, um homem que procura uma forma de resgatar a princesa Shikibo de sua própria tristeza o leva a encarar desafios formidáveis. No segundo, os abusos de um tirano levam um mestre espadeiro a trair suas convicções, de modo a encerrar uma era de terror. O tom poético de falas e recordatórios enriquecem ainda mais um grafismo que brilha por si só.

Direitos reservados a Figura Editora.

Na sequência, lenda e história se cruzam em “Sato”, que traduz os equívocos da honra no caminho de um samurai. Por fim, “Ogari 1650” se propõe uma metáfora dolorosa da maior tragédia que se abatera em solo nipônico.

A introdução de Pedro Mauro, artista da trilogia “Gatilho”, evidencia o gênio milanês, cujo trabalho fora (e é) influência para todos os artistas da arte sequencial, mesmo após sua partida, em 2012.

Tanka, de Sergio Toppi
Editora Figura
76 páginas
Formato 21,5 x 29 cm
R$ 59,80
Rafael Machado
Parnaibano, leitor inveterado, mad fer it, bonelliano, cinéfilo amador. Contato: rafaelmachado@quintacapa.com.br