Não deixe de conferir nosso Podcast!

Tex e o Retorno de Proteus

Falamos recentemente sobre o aumento de 20% que as revistas mensais de Tex sofrerão a partir de abril. No caso do título regular do personagem, o novo preço sairá na edição nº 593, que abre o arco sobre o retorno de Proteus, completando na edição seguinte.

Proteus é um adversário clássico do ranger. Mestre dos disfarces, tem esse nome em homenagem ao antigo deus marinho que pode se transformar no que quiser. Sua primeira aparição foi em 1966, em história assinada por Gianluigi Bonelli e com desenhos do mestre Letteri.

Com o título O Misterioso “Mister P”, traz o personagem que, disfarçado de capitão do Exército, consegue roubar 50 mil dólares destinados ao forte Whipple. Os militares então pedem ao nosso ranger e seus “pards” que ajudem na captura do criminoso. Foi publicada pela primeira vez no Brasil em Tex nº 24, em fevereiro de 1973, pela editora Vecchi.

A estreia do ardiloso vilão no Brasil. Créditos da imagem: Guia dos Quadrinhos 

De lá pra cá, Proteus foi alcançando um status raro nas aventuras de Tex, de vilão recorrente, a confrontar o herói em mais de uma aventura. Chegou inclusive a se passar tanto pelo próprio Tex quanto por Kit Carson, de modo a incriminá-los por suas ações. A nova edição marca a quarta volta de Proteus, dessa vez com roteiro de Pasquale Ruju e arte de Bruno Ramella. Segue abaixo a sinopse da trama e a capa da edição.

Proteus foge do cárcere de Yuma e volta a elaborar intrigas. Tex Willer e Kit Carson chegam a Flagstaff seguindo a trilha de sangue mascarada pelas arapucas e disfarces do bandido, enquanto vêm à tona o dramático passado e a educação criminosa do arredio homem dos mil rostos!

Rafael Machado
Parnaibano, leitor inveterado, mad fer it, bonelliano, cinéfilo amador. Contato: rafaelmachado@quintacapa.com.br