Não deixe de conferir nosso Podcast!

“Tex” Ganha Especial Para Celebrar 50 Anos de Publicação Ininterrupta no Brasil

Em fevereiro de 1971, chegava às bancas brasileiras, pela editora Vecchi, o primeiro número de “Tex“. Estampava nosso herói em pose vigilante ao lado de seu cavalo, destacando o título “O signo da serpente“, arco originalmente publicado em 1960 na Itália. Escrita por Gianluigi Bonelli e desenhada por Aurelio Galleppini, o Galep (a dupla de criadores do personagem), trazia como brinde um arco e flecha de brinquedo fabricado pela Troll. Assim nascia uma lenda. Pois em 2021, já tendo passado por diversas editoras como Rio Gráfica, Globo e Mythos, sua atual casa, o ranger mais temido do Oeste americano celebra cinco décadas de publicação ininterrupta em terras brasileiras.

Primeiro número de “Tex”, lançado no Brasil em fevereiro de 1971 pela Vecchi Editora.

A data será marcada pela publicação do especial “Tex – 50 Anos de Aventura”, a ser publicado neste mês. Segundo informações do maior portal do mundo dedicado ao personagem, Tex Willer Blog, a publicação terá 320 páginas, em formato italiano e com uma capa celebrativa da autoria de Claudio Villa. A edição conterá duas aventuras, ambas épicas: “O Cavaleiro Solitário” escrita por Claudio Nizzi e desenhada pelo gênio Joe Kubert e “Ao Sul de Nogales“, com argumento de G. L. Bonelli e desenhos de Giovanni Ticci.

A trama desenhada por Kubert foi originalmente publicada na série Tex Gigante (conhecida como “Texone” na Itália) pela Mythos Editora em 2002, ganhando recente reedição em cores na coleção Tex Gold pela editora Salvat. Já “Ao Sul de Nogales” foi publicada originalmente em 1977 na Itália. Sua última versão brasileira saiu em 2015, no número 93 da série “Tex Edição Histórica”.

Confira abaixo a capa da edição comemorativa e um breve resumo de cada história:

Capa da edição especial “Tex – 50 anos de aventura”. Todos os direitos reservados à Mythos Editora.

.Ao Sul de Nogales: Tex e os pards confrontam-se com um bando de traficantes de armas e bebidas liderados por Solly Slade. Após um primeiro confronto, travado nas ruínas do povoado fantasma de San Vicente, os rangers partem em perseguição ao restante dos criminosos, que fogem em direção ao Sulphur Springs Valley. Aproxima-se o confronto final, que pode desenrolar-se de forma inesperada, em face do desaparecimento de um dos membros do bando de traficantes, que se apartou do grupo.

.O Cavaleiro Solitário: Quatro assassinos matam um casal e sua filha, fugindo imediatamente do local. Mas, para azar dos covardes, a família era amiga de Tex, que promete vingança. Pensada como um cartão de visitas do personagem para o mercado norte-americano, traz um dos maiores nomes da nona arte nos desenhos, Joe Kubert, e uma estrutura de roteiro por Claudio Nizzi como que dividida em cinco partes, buscando se adequar à estrutura convencional do trade paperback, conhecido pelos brasileiros como o encadernado que traz uma história fechada ao longo de quatro ou mais edições mensais americanas.

Rafael Machado
Parnaibano, leitor inveterado, mad fer it, bonelliano, cinéfilo amador. Contato: rafaelmachado@quintacapa.com.br