Não deixe de conferir nosso Podcast!

Dica De Leitura | Sangue e Gelo, de Tito Faraci e Pasquale Frisenda (Ed. Trem Fantasma)

Rússia, 1812. As tropas napoleônicas, que invadiram as terras governadas pelo Czar Alexandre I dentro do projeto ambicioso de poder do imperador francês, acabam por sucumbir ao mais cruel adversário enfrentado até então: o rigoroso inverno russo.

As tropas, em frangalhos, se arrastam pela imensidão gelada de volta para casa, ainda que muitos duvidem alcançar tal intento. As condições, precárias, envolvem além do frio, da fome e do psicológico abalado, disputas desesperadas pelos objetos de valor dos que tombam mortos ou exauridos.

Esse parecia o destino do cabo Germain Ecrienne, se não fosse a intervenção do capitão Lozère e seus comandados. A eles o jovem cabo se junta, na tentativa de sobreviver em bando. Traçado o caminho de volta por entre os bosques, num atalho sugerido pelo sargento Gavot, o grupo se põe em marcha, sem suspeitar do que encontrariam pelo caminho…

Arte interna de “Sangue e Gelo”. Todos os direitos reservados à editora Trem Fantasma.

Uma garota emerge por entre as árvores, pedindo ajuda. Salva do seu perseguidor, um estranho aparentemente possuído por forças sobrenaturais, acaba pedindo ajuda para salvar seu irmão. Os liderados pelo capitão Lozère mudam então o curso, encarando a partir de então forças estranhas e malignas que se manifestam em toda parte, selando com sangue o destino daqueles homens.

Mas afinal, que horrendo segredo se esconde na vila isolada para a qual o grupo se encaminha? Que mal desafia homens já gastos por todas as tragédias possíveis que se originam nas guerras?

Este é um dos dois títulos que a Editora Trem Fantasma trouxe em sua estreia no mercado; o outro é “Mugiko“, cuja resenha você pode conferir aqui. O título, originalmente publicado pela Sergio Bonelli Editore dentro da série Le Storie, traz uma história fechada com roteiro inspirado de Faraci e um trabalho estupendo de Frisenda, conhecido por passagens em “Mágico Vento” e “Tex“. O preto e branco aquarelado é pontuado por tons de vermelho, que despertam no ritmo da leitura o mais autêntico medo diante da sugestão que provoca. O fundo histórico da trama é costurado ao terror de modo eficiente.

Capa do volume “Sangue e Gelo”, escrito por Tito Faraci e desenhado por Pasquale Frisenda. Todos os direitos reservados à editora Trem Fantasma.

O volume em capa dura traz como extras a biografia dos autores e uma série de esboços e estudos dos personagens por Frisenda, além de um pôster de brinde.

Rafael Machado
Parnaibano, leitor inveterado, mad fer it, bonelliano, cinéfilo amador. Contato: rafaelmachado@quintacapa.com.br