Quinta, 20 De Dezembro De 2018

Anuncie Aqui!

7 Dicas de como melhorar a segurança da sua rede

Evitar que pessoas não autorizadas tenham acesso à sua rede pode não ser tão difícil quanto você pensa.

Muita gente não tem noção do que uma pessoa mal intencionada pode fazer ao acessar sua rede. Não se trata somente acessar sua “wifi” e utilizar sua conexão com a Internet. Uma vez que o invasor consegue acesso à sua rede ele também terá acesso a tudo que há nos computadores e, com um pouco mais de esforço, tablets e smartphones também!

Hoje em dia é uma tarefa muito complicada conseguir se fechar totalmente para esse tipo de ameaça exceto se você se desconectar da internet por completo e mesmo assim você estaria sujeito à Engenharia Social. Então o que podemos fazer é dificultar ao máximo o trabalho dessas pessoas.

A engenharia social, no contexto de segurança da informação, refere-se à manipulação psicológica de pessoas para a execução de ações ou divulgar informações confidenciais. – Engenharia Social (Segurança) – Wikipedia

Algumas medidas podem ser tomadas por você mesmo e não exigem conhecimento técnico em TI.

1 – Configure uma senha do tipo WPA no seu roteador wireless

Qualquer um com um pouco de experiência em informática pode baixar um software para hackear sua senha da wifi se for do tipo WEP em menos de um minuto mas a WPA dificultará bastante o trabalho.

O protocolo WPA, sigla de “Acesso Protegido a Wi-Fi”, foi criado em 2002 pela WFA (Wi-Fi Alliance) como postulante a substituto do WEP. Durante a sua concepção, foi dado um enfoque maior na correção das falhas de segurança encontradas neste protocolo. – WEP, WPA e EAP – Rodrigo R. Paim

2 – Defina uma senha para seu roteador wireless

Normalmente os roteadores vem de fábrica com um usuário “admin” e senha “admin” ou até com senha em branco. Muita gente mantém desse modo por facilidade, há casos até de provedores instalarem o equipamento na casa do cliente e manter a senha padrão de fábrica.

É a primeira tentativa que qualquer invasor fará é com os dados padrão, se você os altera dará mais trabalho para o atacante e possibilidade do mesmo desistir é maior.

Tendo acesso ao seu roteador pode-se fazer muito estrago à sua rede, desde ter acesso a todos equipamentos conectado a ela até instalação de programas maliciosos tanto no próprio roteador como em todos os equipamentos da rede.

3 – Altere no nome da sua rede wifi

Todo roteador vem com um nome padrão para a rede wifi e que normalmente identifica qual a marca do aparelho.

É uma coisa simples e que dará um dado a menos para o atacante. Cuidado com o nome que dará porque nomeando sua rede como algo do tipo “impossível hackear” ou “rede do 007” provavelmente instigará o atacante. Não é uma boa ideia também por seu nome ou algum dado sobre você, afinal, quanto menos informação disponível melhor, correto?

4 – Desligue seu roteador wifi quando a casa estiver vazia

Dois motivos para fazer isso:

  1. Segurança – Com a wifi desligada ninguém pode invadir, correto?

  2. Proteção dos equipamentos – Em caso de problemas na rede elétrica são menos equipamentos que podem ser afetados.

5 – Onde está seu roteador?

Por que isso é importante?

Por dois motivos, o primeiro é que quanto mais centralizado melhor será a distribuição de sinal da wifi pela sua casa. O segundo é que quanto mais próximo da rua mais fácil de alguém ter acesso ao seu sinal facilitando o ataque.

Alguns roteadores têm a possibilidade de escolher a força do sinal e se esse for o caso do seu pense bem na possibilidade de limitar para o que você realmente precisa.

6 – Mude o IP padrão do seu roteador

Normalmente vem com um IP configurado de fábrica e são os primeiros que os invasores tentarão. Para alterar, na grande maioria dos roteadores wifi, você terá que logar como administrador no mesmo e procurar pela opção LAN e lá terá a opção de alterar o IP.

Só lembre que após alterar o IP, para acessar o roteador você utilizará o novo IP que você acabou de configurar.

7 – Mantenha os equipamentos da sua rede seguros

Tenha como prioridade manter seu antivírus sempre atualizado e mantenha as verificações automáticas ativas. Os usuários do seu computador devem ter senha, o firewall deve estar ativo, caso use compartilhamento de pastas mantenha o compartilhamento com senha ativo.

BÔNUS: Confira AQUI uma super dica de como criar uma senha com mais de 20 caracteres, forte e fácil de lembrar!

Quem é timEU

Um indivíduo entre outros 7 bilhões que compõe uma única espécie entre outras 3 milhões de espécies já classificadas que vive num planetinha que gira em torno de uma estrelinha que é uma entre outras 100 bilhões de estrelas em uma galáxia entre outras 200 bilhões de galáxias num dos universos possíveis e que vai desaparecer.

  

Posts Relacionados
%d blogueiros gostam disto: