Não deixe de conferir nosso Podcast!

A Disney entrou em crise? A empresa teve uma semana turbulenta

Poster da Disney em Crise
(Comic Book)

 

Considera infalível, A Disney teve sua pior semana às portas da D23 Expo 2019. No espaço de apenas alguns dias, a Disney viu seu acordo com a Sony para usar o Homem-Aranha explodir, enfrentou uma reação adversa nas redes sociais e teve algumas contas acusadas de serem fraudulentas.

 

2019 tem sido um grande ano para a Disney: Vingadores: Ultimato se tornou o filme de maior bilheteria de todos os tempos, e eles tiveram outros quatro filmes ultrapassando a marca de US $ 1 bilhão, sem incluir Homem-Aranha: Longe de Casa, já que as bilheterias são da Sony (e que, em parte, isso foi um dos grandes motivos da briga entre as duas gigantes). Além disso, a Disney também completou sua aquisição da Fox, ganhando um vasto número de propriedades com ela. É quase um domínio mundial.

 

A Disney é uma gigante e vem mudando e moldando o que se conhece como cultura popular, ela também é muito acostumada a ter sucesso e conseguir o que quer, o que definitivamente foi o que aconteceu na maior parte deste ano, mas de alguma maneira, as coisas estão mudando. No início deste mês, o CEO Bob Iger teve que falar da baixa participação e renda no parque temático Star Wars Galaxy’s Edge, e no fim de semana passado Mulan recebeu fortes críticas negativas depois que Liu Yifei deu apoio à polícia de Hong Kong.

 

Desde 2015, a Marvel Studios e a Sony Pictures tiveram um acordo especial sobre os direitos do Homem-Aranha, o que permitiu à Marvel usar o Homem-Aranha em filmes do UCM como Vingadores: Guerra Infinita, e tem uma contribuição criativa em novos filmes do personagem. Começando com sua introdução em Capitão América: Guerra Civil e levando, Homem-Aranha: Longe de Casa, o último filme com o teioso dentro da Marvel, ele sem querer se tornou uma pedra angular do UCM. Já que todo o legado do Homem de Ferro passou diretamente para o Homem-Aranha.

Legado do Homem de Ferro
(Marvel Studios)

 

Nesta semana, o acordo Disney-Sony Spider-Man entrou em colapso. Embora as negociações estejam aparentemente em andamento, parece que o Homem-Aranha definitivamente deixará o UCM. A Sony ainda fará o Homem-Aranha 3 e 4, com Tom Holland continuando como Peter Parker – embora Jon Watts não tenha confirmado que continuará dirigindo os próximos filmes-, além disso, esses filmes não existirão dentra UCM e nem a Marvel poderá usar mais qualquer coisa com o personagem. É sacanagem, não é? O Homem-Aranha seria a grande base e pedra angular da fase 4, existiam grandes planos para continuar sendo essencialmente o novo Homem de Ferro, mas tudo isso se foi.

 

Mas eu espero que alguma coisa aconteça nas próximas semanas sobre isso tudo e que elas sejam positivas.

 

QUESTÕES DE DIREITOS DO SPIDER-MAN SÃO UMA FALHA DA DISNEY

 

Sem surpresa, a razão pela qual a Disney-Sony quebrou foi por causa de dinheiro. Sob os termos atuais do acordo, a Sony mantém a maior parte da receita de bilheteria de filmes do Homem-Aranha, com a Disney levando 5%. Embora isso possa parecer muito unilateral, não é exatamente ruim para a Disney, que recebe 100% de tudo que é produzido para vender do personagem. O Homem-Aranha: Longe de Casa ganhou mais de US $ 1 bilhão –, a Disney supostamente queria mudar as coisas para ser uma divisão 50/50.

 

A Sony culpou a Disney pelos problemas do Homem-Aranha e, embora a questão seja multifacetada, o que mais importa é como as coisas são percebidas e a ideia de a Disney mover as balizas se estabeleceu. Eles não estão sobre isso. Há relatos de que eles também pagariam metade dos custos de produção, por isso não é como se eles quisessem algo por nada, mas, ao mesmo tempo, houve um compromisso alcançado pelos direitos do filme do Homem-Aranha, que fizeram e ainda o fazem à Sony ser a dona, e a Disney tentou mudar as coisas para obter ganhos financeiros.

 

Dada a fusão Disney-Fox, as preocupações da monopolização da empresa em Hollywood é sentida (eu venho falando disso) – e no mercado de super-heróis em particular –, a Disney não terá muita simpatia por perder nesse jogo de poder. A filha de Stan Lee ficou do lado da Sony na disputa. E isso é ruim para a Disney ser tão criticada pela família do pai fundador da Marvel, e só contribuirá para a percepção de que a Disney é responsabilizada pelo que aconteceu – o que, uma vez que foram eles que fizeram exigências e mudou as coisas (razoáveis ou não).

 

Legado do Homem-Aranha para a Fase 4
Marvel Stuidos

 

DISNEY FOI ACUSADA DE FALSIFICAR SUAS RECEITAS

 

A semana ruim da Disney não é apenas sobre o Homem-Aranha, pois eles receberam um baque bem grande de uma denúncia dizendo que a Disney falsificou suas receitas. Quem trouxe essa bomba, foi uma senhorita chamada, Sandra Kuba, ex-analista financeira sênior da Disney, ela apresentou, junto a Securities and Exchange Commission (SEC), alegações que a empresa tem exagerado repetidamente sua receita há anos, levando a um aumento potencialmente de até US $ 6 bilhões. As alegações giraram em torno dos parques e resorts de propriedade da Disney, e não do lado cinematográfico, com alegações de que os funcionários relatam receita de itens complementares e promoções especiais.

 

Disney negou essas alegações de Kuba e acrescentou que ela havia sido demitida da empresa. Verdadeiras ou não, as alegações tiveram um impacto negativo na Disney, com o valor das ações da empresa sendo negociado em baixa após a notícia ser divulgada e, mesmo que não tenha havido irregularidades, é mais uma pressão negativa para eles.

 

TUDO ISSO ACONTECEU NO PIOR SEMANA PARA DISNEY

 

D23
Evento Disney D23 – 2019

Este fim de semana é a D23 Expo 2019 (essa postagem vai sair no segundo dia do evento), uma convenção de fãs que se tornou um dos maiores eventos da Disney nos últimos anos, é uma Comic-Con pessoal da empresa, digamos assim. Embora a Marvel tenha feito grandes revelações no SDCC 2019, a D23 Expo é outra chance da Disney exibir suas maiores propriedades e é importante não apenas em termos de hype entre os fãs, mas também da perspectiva de negócios para agradar os acionistas. Espera-se que a D23 Expo 2019 inclua muitas notícias sobre Star Wars e Marvel, e isso inclui – ou melhor, incluía – o Homem-Aranha.

 

Não houve nenhum anúncio sobre o Homem-Aranha no SDCC, mas previa-se que conseguiríamos algo no D23. Infelizmente para a Disney, o Homem-Aranha aparece nos materiais de marketing da D23. Nos próximos dias, darei o saldo do evento e espero que seja positivo. Acredito que apesar de todos os problemas, a Disney sabe o que está fazendo no quesito D23.

 

ISSO PROVA DISNEY (& O UCM) NÃO É INFALÍVEL

 

A Disney perdeu o Homem-Aranha, está enfrentando várias reações adversas e foi acusada de graves irregularidades financeiras, tudo na véspera do que deveria ser uma celebração de tudo o que a Disney é. A marca da Disney é meticulosamente trabalhada e mantida por décadas; eles deveriam ser imaculados e intocável. As notícias desta semana provaram que a Disney não é infalível.

 

A Disney – e a Marvel – tiveram problemas no passado, mas raramente saem tão mal dos sites de notícias. Isso é particularmente verdadeiro para o UCM, que, nos últimos 11 anos, quase não deu errado. Houve alguns erros em potencial, como a saída de Edgar Wright do Homem-Formiga, mas nada que realmente deixou alguma cicatriz. Isso é diferente, porque parece ruim agora, continuará no futuro e, mesmo que a Disney e a Sony cheguem a um acordo que faça o Homem-Aranha permanecer no UCM, isso prova que história nunca erra: Todo e qualquer império não será perfeito, mesmo que ele seja cheio de boas intenções.

 

Texto adaptado do original escrito pelo editorial da ScreenRant.

PikachuSama
Editor de Contéudo deste site. Eu não sei muita coisa, mas gosto de tentar aprender para fazer o melhor.