Não deixe de conferir nosso Podcast!

Metal Lords é uma comédia romântica leve temperada com Heavy Metal

Metal Lords é um comédia romântica tradicional que ganha o bom tempero do Heavy Metal

Vi algumas pessoas elogiando o filme Metal Lords (Netflix) e resolvi conferir. E realmente gostei bastante, mas vale o alerta: para alguns pode soar bobo, estilo sessão da tarde, já para outros, principalmente para quem entende o espírito do Rock, o filme leva a boas reflexões.

Por exemplo: um dos protagonista, o jovem Hunter, vivido pelo novato Adrian Greensmith, é um típico adolescente rebelde, teoricamente sem motivo, que vive com o papai em ótima condição financeira e que tem um grande talento para a música. Durante o desenvolvimento da trama, Hunter vive todas as fases que normalmente os amantes desse estilo musical passa, ou seja, a ampla rebeldia, de acreditar ser completamente diferente de tudo e de todos, de achar que o heavy metal é o melhor estilo musical de todos e com isso se fecha para qualquer outra experiência sonora, e em muitos casos recusa até outras experiência de vida, mas ao ser verdadeira confrontado amadurece e acaba construindo algo extremamente positivo e bonito, tudo isso sem abandonar seu amor ao rock.

Já seu amigo Kevin, interpretado pelo ator Jeaden Martell (do filme It: A Coisa), também faz grandes descobertas, mas por outros caminhos. É dele a parte romântica da trama.

Kevin é o aluno nerd que se destaca aprendendo a tocar bateria de forma autoditada e se apaixona por Emily, uma violoncelista rejeitada no início por Hunter, que não aceitava interferência musicais “estranhas” no heavy metal.

Um dos destaques está numa breve participação de Scott Ian (Anthrax), Tom Morello (Rage Against the Machine), Kirk Hammett (Metallica) e de Rob Halford (Judas Priest).

Mas a cereja do bolo está na trilha sonora. Para quem passou a juventude toda e ainda é apaixonado por esse estilo musical (como é meu caso) e conhece todas as bandas citadas no filme é de arrepiar alguns momentos, como quando a dupla ensaia tocando Black Sabbath. Vale ressaltar que toda a trilha sonora é nesse tom.

Mas mesmo para quem não aprecia esse estilo musical, Metal Lords é um filme bem divertido, do tipo que 1h38min (a duração) passam bem rapidinho. Tem tudo que os filmes de escola americana/nerd/romance/amizade precisam ter, de forma bem dosada e com alguns ingredientes a mais.

Marcelo Costa
Jornalista formado pela Universidade Federal do Piauí com mais de 20 anos de atuação na área, sempre com destaque para área cultural, principalmente no campo das histórias em quadrinhos, cinema e séries.