Quinta, 20 De Dezembro De 2018

Anuncie Aqui!

Resenha | Hellboy (Edição Histórica Volume 08) – A Feiticeira Troll

 
O ano de 2017 foi bom para os leitores brasileiros de Hellboy.
A Mythos Editora lançou o volume 07  – Paragens Exóticas; Edição Ouro – Contos Bizarros; BPDP – Inferno na Terra; Hellboy no México; e o volume 08 da coleção histórica,  A Feiticeira Troll.

Resultado de imagem para imagem hellboy a feiticeira troll
Mythos Editora/Mike Mignola (Autor, Ilustrador)

O texto de Mignola brilha aqui. Com exceção da última história, MAKOMA, estão presentes contos curtos que acompanham o herói investigando casos sobrenaturais antes de abandonar o BPDP – Bureau de Pesquisas e Defesa Paranormal.
Estão presentes no encadernado os contos: PENANGGALAN, A HIDRA E O LEÃO, A FEITICEIRA TROLL, O VAMPIRO DE PRAGA, A EXPERIÊNCIA DO DOUTOR CARP, O GHOUL e, por último, MAKOMA.
Resultado de imagem para imagem hellboy a feiticeira troll
(Reprodução)

Essa, talvez, seja a melhor publicação para o leitor novato. Os contos de Hellboy expelem horror e drama, principalmente na história A FEITICEIRA TROLL, que o próprio autor considera como uma das suas edições preferidas à frente desse universo sobrenatural. Não é para menos! A história prende o leitor ao trazer um conto folclórico norueguês sobre duas irmãs amaldiçoadas. Porém, Mignola não se contém e vai além do mito original, mudando o final para que a história seja mais trágica do que originalmente.
Resultado de imagem para imagem hellboy a feiticeira troll
Capa da versão anterior da editora Mythos onde foi publicado a história A FEITICEIRA TROLL.

Na história O VAMPIRO DE PRAGA o traço fica por conta do renomado P. GRAIG RUSSEL, responsável por edições isoladas na clássica revista da Vertigo SANDMAN, além de ilustrar CORALINE e outras adaptações do escritor Neil Gailman.
Resultado de imagem para P CRAIG RUSSELL hellboy
Desenhos de P. Craig Russell

Mas se Russell faz um trabalho competente em poucas páginas, o melhor artista dessa edição com certeza é Richard Corben. Hellboy é um herói que pertence a um autor, Mike Mignola. Dessa forma, poucos artistas e roteirista tiveram a oportunidade de se envolver com o personagem. Mas Corben parece ter nascido para desenhar HELLBOY MAKOMA.
Corben não utiliza o estilo minimalista de Mignola. Seu traço é rico em detalhes, não utilizando o estilo de sombras e luz do autor original, mantendo, porém, o sentimento de estranhamento que o mundo sobrenatural precisa. Cabe ao desenhista convidado narrar a viagem onírica do detetive sobrenatural, o qual se encontra no lugar do mito folclórico africano  MAKOMA. As duas partes da história na África, junto com A Feiticeira Troll, são os melhores contos do encadernado da Mythos.
Resultado de imagem para Richard corben hellboy
Hellboy no continente africano pelo traço de Richard Corben

Apesar do preço abusivo (R$ 69,90), a edição histórica nº 08 é uma oportunidade para os novatos conhecerem o universo que cerca Hellboy, além de ser ótimo para os colecionadores que querem substituir a versão anterior em capa cartão lançada pela Mythos.
Contanto com artistas convidados gabaritados, essa edição é para figurar como uma das melhores compilações das histórias do anti herói do inferno.

Posts Relacionados
%d blogueiros gostam disto: