Não deixe de conferir nosso Podcast!

A verdadeira história do dia da Mentira

Um pequeno recorte de como e quando começou o dia mundial da mentia.
Dia da Mentira
Reprodução (Youtube)

Um pequeno recorte de como e quando começou o dia mundial da mentia.

O Dia da Mentira – no dia 1º de abril de cada ano – é comemorado há vários séculos por diferentes culturas, embora suas origens exatas permaneçam um mistério. As tradições do Dia da Mentira incluem fazer pegadinhas e brincadeiras com os outros, muitas vezes gritando “Primeiro de Abril!”. Embora sua história exata esteja envolta em mistério, a adoção das piadas do Dia da Mentira pela mídia e grandes marcas garantiu a longa vida do feriado não oficial em diversos países do mundo.

Alguns historiadores especulam que o Dia da Mentira remonta a 1582, quando a França mudou do calendário juliano para o calendário gregoriano, conforme solicitado pelo Concílio de Trento em 1563. No calendário juliano, como no calendário hindu, o ano novo começava com o equinócio da primavera por volta de 1º de abril.

Nessa época, claro, as notícias, às vezes, levavam meses a chegar em certos locais dentro da Europa. Então, muitas pessoas ainda comemoravam e não reconheciam que o início do novo ano havia mudado para 1º de janeiro e continuaram a celebrá-lo durante a última semana de março a 1º de abril. Por causa disso, eles acabaram virando alvo de piadas e brincadeiras, foi daí, talvez, que surgiu o termo  “April fools. Essas brincadeiras incluíam ter peixes de papel colocados nas costas chamados de “poisson d’avril” (peixe de abril), que simboliza um peixe jovem e fácil de pegar, ou seja, aquela pessoa era ingênua.

Os historiadores também associaram o Dia da Mentira a festivais como Hilaria (latim para alegre), que era celebrado na Roma antiga no final de março pelos seguidores do culto da deusa Cibele. Esse festival envolvia pessoas vestindo disfarces e zombando de concidadãos e até magistrados e dizia-se que era inspirado na lenda egípcia de Ísis, Osíris e Seth.

Também há especulações de que o Dia da Mentira está ligado ao equinócio de primavera, ou primeiro dia da primavera no Hemisfério Norte.

O Dia da Mentira se espalhou por toda a Grã-Bretanha durante o século XVIII. Na Escócia, a tradição tornou-se um evento de dois dias, começando com “caça ao gowk”, em que as pessoas recebiam e enviavam falsos recados (gowk é uma palavra para pássaro cuco, um símbolo da tolice nesse país) e seguido pelo Tailie Day, que envolvia pegadinhas nos traseiros das pessoas, como pregar rabos falsos ou sinais de “me chute” neles.

Hoje, o dia da mentira é um grande dia para a cultura pop. É o melhor dia para sites, perfis e redes sociais fazerem brincadeiras e dando informações erradas para os fãs de cinema, séries, multinacionais e promoções falsas.

 

Fonte original: History

PikachuSama
Editor de Contéudo deste site. Eu não sei muita coisa, mas gosto de tentar aprender para fazer o melhor.