Não deixe de conferir nosso Podcast!

Entrevista | Amauri encerra temporada de comemoração de 25 anos de carreira

U m dos maiores humoristas do Piauí conversa um bate e volta com nossa equipe sobre seu último show de comemoração de 25 anos de carreira.

U m dos maiores humoristas do Piauí conversa um bate e volta com nossa equipe sobre seu último show de comemoração de 25 anos de carreira.

O humorista piauiense Amauri Jucá faz neste domingo (08), às 20h, no Theatro 4 de Setembro, a última apresentação da temporada de comemoração dos seus 25 anos de carreira. Foi neste mesmo local, no dia 4 de Setembro de 1994, ano de comemoração do centenário do nosso principal teatro, que o artista fez sua primeira apresentação.

“Comecei fazendo teatro a convite do Arimatan Martins, no grupo Harém de Teatro. Logo depois, eu e Dirceu (Andrade) passamos a fazer apresentações juntos”, conta.

A partir de 2001, Amauri e Dirceu Andrade passam a fazer uma série de shows de humor que ficaram marcados na memória dos piauienses. O primeiro deles foi “O Jumento e Bode”, rico em situações engraçadas típicas da cultura nordestina, e mais ainda, de coisas que “só acontecem por aqui”. “Foram trabalhos muito importantes para minha carreira, que ajudaram muito a projetar nossos nomes”, reconhece Amauri.

Outro salto muito importante foi dado quando passou a explorar, além do teatro, ferramentas ligadas ao audiovisual. “Gravei uma série nacional que foi ao ar no final do ano passado na TV Brasil e foi muito bom, fez muito sucesso. Tem outra que fizemos no Maranhão e que deve estrear esse ano. E já estou me preparando pra fazer outra sobre a Batalha do Jenipapo, lembra.

Ter um programa na TV na local, como ele próprio define, foi um “divisor de águas”. “A partir do momento que comecei a aparecer na TV, principalmente na Meio Norte, me deu uma projeção enorme”, conta.

Para concluir essa conversa o QUINTA CAPA, Amauri disse está muito feliz com o que vem realizando nesses 25 anos de trabalho com humor. “É uma história construída com muita seriedade e pautada no respeito ao público. Espero continuar fazendo isso que amo tanto, que é contar histórias e fazer as pessoas rirem”, afirmou.

Entrevista realizada com editor Marcelo Costa.

PikachuSama
Editor de Contéudo deste site. Eu não sei muita coisa, mas gosto de tentar aprender para fazer o melhor.