Não deixe de conferir nosso Podcast!

Artista mineiro que desenhava para DC Comics morre de Covid-19

Robson Rocha tinha apenas 41 anos e contrato de exclusividade com a DC Comics

Morreu neste domingo (11), vítima da Covid-19, Robson Rocha, desenhista mineiro que trabalha para a DC Comics. Robson tinha apenas 41 anos e deixa filha e esposa.

A informação foi divulgada pela família nas redes sociais. Ele estava internado no Hospital Eduardo de Menezes, que fica na Região do Barreiro, na capital mineira.

O desenhista trabalhou em diversos quadrinhos do selo DC desde 2016 como Sinestro, Aves de Rapina e Batman/Superman.

Jim Lee, diretor criativo da DC, foi um dos que lamentou a morte de Robson: ““É com grande tristeza que compartilho a notícia comovente de que o artista da DC, Robson Rocha, faleceu. Um jovem artista incrivelmente talentoso do Brasil – Robson começou na DC há apenas 11 anos e sempre me impressionou com a incrível energia e fluidez de seu trabalho artístico “, comentou Jim Lee.

“Robson estava em fase absurda de ascensão”, comentou Sidney Gusman

Outro que comentou o fato nas redes sociais foi Sidney Gusman, editor-chefe da Mauricio de Sousa Produções: “O domingo ficou uma merda. Robson Rocha, desenhista espetacular, que estava numa fase absurda de ascensão, faleceu, vítima dessa doença maldita. Toda força pra Jussara e pra família”, disse Sidney Gusman.

Robson tinha contrato de exclusividade com a DC Comics desde 2016. Começou a desenhar para a editora em 2010. O brasileiro trabalhou também no título Lanternas Verdes da fase Renascimento DC e Dias de Horror, a primeira graphic novel da Chiaroscuro Studios.

No Twitter, outros colegas como Fabi Marques, Marcio Fiorito, Doc Shaner, Carmen Carnero, Kurt Busiek e Daniel Henriques manifestaram pesar.

Marcelo Costa
Jornalista formado pela Universidade Federal do Piauí com mais de 20 anos de atuação na área, sempre com destaque para área cultural, principalmente no campo das histórias em quadrinhos, cinema e séries.