Não deixe de conferir nosso Podcast!

Dica De Leitura | Luz Que Fenece, de Barbara Baldi (Pipoca & Nanquim)

Ambientado na Inglaterra do século XIX, “Luz Que Fenece“, de Barbara Baldi (Editora Pipoca & Nanquim, 124 páginas, R$ 69,90) é, por essência, um deleite aos olhos. A autora, designer gráfica dos estúdios Walt Disney, fez uso de recurso digital para emular a textura de pinturas em acrílico. Assim, o leitor se demora a cada quadro, apreciando a composição das cenas, como se o quadrinho fosse um catálogo que dispusesse o visual em função da narrativa.

Aqui conhecemos as irmãs Clara e Olivia, herdeiras da falecida Lady Sutherland. À primeira, fica legada a imensa propriedade da família. Já a segunda recebe uma pequena fortuna em fundos revertidos para libra. Desgostosa com a decisão de sua avó, Olivia parte rumo a Londres, relegando sua irmã a uma vida solitária em Nottinghamshire. Diante dos parcos recursos, Clara segue uma rotina árdua de trabalho, de modo a recuperar o esplendor da propriedade, conforme o último desejo expresso de Lady Sutherland.

Mas seus esforços são postos à prova quando uma série de imprevistos e intempéries praticamente levam Clara à falência. Infeliz mas resiliente, a jovem se despede dos empregados, fecha a propriedade e assume o trabalho de arrumadeira numa mansão nos arredores.

É quando reencontra sua irmã, rica e prestes a casar, bem como o antigo piano da família Sutherland, vendido nos tempos de penúria, despertando em seu íntimo uma antiga paixão pela música. Os pensamentos são inevitáveis para Clara: sua vida ainda teria salvação? Haveria espaço em seu coração para felicidade?

Baldi constrói uma história que segue seu próprio tempo, contemplativo, como a enveredar-se pelos campos ingleses cobertos de neve. Assim, a delicadeza de Clara e sua economia de gestos transmitem com eficiência e discrição os traços de uma sociedade feita de aparências.

Rafael Machado
Parnaibano, leitor inveterado, mad fer it, bonelliano, cinéfilo amador. Contato: rafaelmachado@quintacapa.com.br