Não deixe de conferir nosso Podcast!

Editora inicia pré-venda de LANEGRA, sucesso argentino da década de 90

A história se passa num futuro próximo (2099), em uma América Latina caótica onde a realidade é crua e caricatural

Já está em pré-venda no Catarse pela Tai Editora o quadrinho, LANEGRA, de Toni Torres (roteiro) e Gustavo Desimone (desenho), mais um importante resgate de uma obra argentina.

Lanegra é certamente a mais brutal anti-heroína dos quadrinhos argentinos. Criada nos anos de 1990, trata-se de uma mistura muito louca de personagens como a Tank Girl, Mulher-Hulk e Cazador. Foi sucesso absoluto na Argentina naquela década.
Todas as três edições publicadas na época e uma inédita (em cores) estão compiladas no livro volume único da Tai Editora. Uma edição histórica para os fãs de quadrinhos alternativos com humor, sangue e depravações. Esqueça o punk, Lanegra é Trash Metal puro!

A trama

A história se passa num futuro próximo (2099), em uma América Latina caótica onde a realidade é crua e caricatural. Lanegra é o codinome de uma mercenária com um humor sádico e imprevisível, extremamente forte e desprovida de qualquer pudor.
Ela cruza em meio a uma sociedade desmiolada, cheia de figuras estereotipadas como políticos corruptos, gangues racistas, robôs assassinos e muitos outros tipinhos escrotos. A personagem segue seu caminho acompanhada de Cuti-Cuti, sua moto
alienígena canibal.

Com um comportamento sexual libertário, assim como a violência bastante explícita, as revistas de Lanegra incomodaram a crítica argentina da época, principalmente por já existir um outro quadrinho argentino com essas características: Cazador, que também era rechaçado pela crítica mais tradicional daquele país.

Os autores

Toni Torres, que nesta obra assina com o pseudônimo Nito, é o roteirista e também o criador de outra série argentina, que lhe rendeu o prêmio de melhor argumentista: Caballeros.

Gustavo Desimone é um desenhista que iniciou sua carreira na Editorial Columba, com a série Bunker. Ao final da década de 1990, com a crise nos quadrinhos argentinos, Desimone passou a trabalhar com a criação de personagens e artes conceituais para jogos.

Outros trabalhos de Gustavo Desimone incluem capas e ilustrações para os mais diversos tipos de livro. De infantil até o terror, passando por ficção e fantasia.

SERVIÇO
· 100 páginas
· 32 páginas em cores
· formato 16 X 23 cm
· capa cartão

PARA APOIAR
https://www.catarse.me/lanegra?ref=user_contributed

Marcelo Costa
Jornalista formado pela Universidade Federal do Piauí com mais de 20 anos de atuação na área, sempre com destaque para área cultural, principalmente no campo das histórias em quadrinhos, cinema e séries.