Não deixe de conferir nosso Podcast!

His Dark Materials | Crítica – 1ª Temporada – Episódio 3, espiões por todos os lados

Esta resenha do terceiro episódio contém spoiler!
His Dark Materials
HBO/BBC

O último episódio de His Dark Materials aumentou as camadas de intrigas que os dois episódios anteriores haviam estabelecido, deixando uma hora de drama, descobertas e um novo rumo para os personagens, mesmo sendo lento, foi o episódio dos espiões.

Várias coisas se destacaram no episódio três – Dafne Keen ficou mais à vontade fazendo Lyra, fazendo um belo e marcante trabalho, especialmente em uma cena empolgante em que Lyra convocou o povo egípcio a perseguir os Papões e irem para o norte. Existe também Ruth Wilson, que passa todos os episódios roubando todas as cenas em que está como a Sra. Coulter. Que atriz, meus amigos. Ela é o destaque em His Dark Materials, o que é impressionante, considerando o quão bom é o resto do elenco!

A trama também aumenta bastante neste episódio de His Dark Materials, e com os Gípcios optando por navegar para o norte, o que significa que estamos perto de assistir o aparecimento de um dos personagens mais legais da série.

 

Mãe Costa (Anne-Marie Duff) finalmente conta seu segredo, seu passado e como isso tem uma ligação diretamente dolorida para Lyra. Basicamente a cabeça da criança vira 360 graus, mesmo que Mãe Costa seja bem evasiva a dar essas informações. Este é o segundo episódio consecutivo em que Lyra aprendeu algo sobre seus pais e está definitivamente lutando por dentro de que a Sra. Coulter é sua mãe.

Lyra é muito importante para o povo Gípcio, mas ainda não o momento de todas as revelações.

A Sra. Coulter, enquanto isso, lida com dois jovens Gípcios e teimosos que invadiram sua casa para encontrar informações sobre todas as crianças desaparecidas. Eles encontram o que estão procurando, mas não antes que o daemon (Macaco Dourado) de Coulter os encontre. A Sra. Coulter é aterrorizante em ação e, a certa altura, está se debatendo com uma das crianças como um gibão raivoso. É arrepiante e incrível de assistir, e mais uma vez Ruth Wilson rouba a série, basicamente levantei da cadeira e falei para minha esposa do lado, ela virou um macaco, Ana!

A série finalmente tratou da morte e segredos com mais seriedade. Coulter descobre que Lyra tem um aletiômetro, mas o que ela não sabe é que Lyra descobriu como ler seus símbolos enigmáticos, fazendo dela a única pessoa que pode usar um aletiômetro sem passar anos em treinamento. Lyra convence Farder Coram (James Cosmo) e John Faa (Lucian Msamati) a levar os Gípicios para o norte como disse, e com ela ajuda a resgatar as crianças desaparecidas.

Até agora a série fez um bom trabalho em seguir os livros de Phillip Pullman. Se você leu os livros, sabe como os próximos episódios serão legais!

PikachuSama
Editor de Contéudo deste site. Eu não sei muita coisa, mas gosto de tentar aprender para fazer o melhor.