Não deixe de conferir nosso Podcast!

Kentaru Miura, criador de Berserk, faleceu aos 54 anos

Guts, Berserk
Reprodução

Kentaro Miura, criador do conceito Dark Fantasy do mangá  Berserk, morreu aos 54 anos.

A informação foi compartilhada pelo perfil no twitter Berserk Project:

Traduzindo “ Kentaro Miura Sensei, o autor de ‘Berserk’, faleceu em 6 de maio de 2021 devido a uma dissecção aguda da aorta. Gostaríamos de expressar nosso maior respeito e gratidão ao trabalho e desenhos do Sensei Miura e orar por sua alma. ”

Kentaru já desenhava e escrevia mangás desde os 10 anos de idade para seus colegas de classe. Esse impulso artístico o acompanhou pelo resto de sua vida, fazendo com que ele se tornasse o artista reconhecido por todo o globo graças ao seu mangá  Berserk.

Miura, que escreveu e desenhou tudo que lançou, começou sua vida profissional de mangaká (desenhista de mangá profissional no Japão) pela primeira vez em 1989 e  nunca mais parou. 

Berseker é uma história sombria situada em uma Europa medieval de fantasia que narra a vida mercenário Guts e Griffith, líder do grupo mercenário Bando do Falcão. Guts tem a “Estigma do Sacrifício” na nuca, que atrai fantasmas e demônios famintos para devorá-lo. No entanto, ele tem uma espada colossal nas costas que continua maior do que ele, pois ele possui uma maturidade e um peso maiores do que o de pessoas normais, já que não possui mais família ou qualquer vínculo afetivo, além de ter que lidar com seu passado traumático.

A série é conhecida por causa de sua arte única, violência, tons sombrios intercalados com humor, otimismo e amor. De acordo com a editora japonesa de Berserk,  Hakusensha, seus 40 volumes tiveram “35 milhões de cópias vendidas em todo o mundo”.

De acordo com o The Guardian, Chris Warner, o editor de Berserk na Dark Horse, descreveu a série como “uma fantasia sombria angustiante de profundidade, complexidade e audácia monumentais” que tinha um  “visual surpreendente como nada mais na ficção gráfica … Enquanto o terror e a violência às vezes é perturbadora e inquestionavelmente adulta, Miura ainda consegue produzir emoção genuína e muito humor. ”

No Brasil, Berserk era lançado pela editora Panini, mas até o fim desse texto, ela não havia qualquer nota sobre a morte do autor.

 

Eu conheci Berserk pelo anime, como todos os meus amigos que ainda curtem anime/mangá no começo dos anos 2000 (vídeo acima). O vilão da série, Griffith, sempre esteve no topo da lista de vilões definitivos de todos os tempos para mim, e o próprio Guts era um personagem cativante, interessantíssimo e extremamente profundo. Muito além daquela fachada de “fodão” que suas lutas apresentam, e muito além do simples “homem sofredor” que vários o imputam. E além deles, havia Casca, uma mulher negra no centro de enredo que não foi ofuscada por personagens brancos.

Berserk pode estar inacabado, mas acho que, em vez de vê-lo como incompleto, é melhor ver o que temos como o legado vivo de um homem que passou a vida inteira crescendo como artista e escritor.

Miura foi enterrado em uma cerimônia privada com sua família. 

PikachuSama
Editor de Contéudo deste site. Eu não sei muita coisa, mas gosto de tentar aprender para fazer o melhor.