Não deixe de conferir nosso Podcast!

Os 10 mais estupidamente super poderosos heróis da história dos quadrinhos

Capitão Atomo Destaque
DC Comics

Criar super heróis não é algo simples. Um dos principais pontos e problemas quando um roteirista começa a dar ideia de criar um personagem é inconfundivelmente decidir qual será o limite de seus poderes. Um outro ponto nessa equação é que no fundo, ninguém quer tornar um herói tão poderoso que as pessoas não terão interesse nele – como o infeliz caso do Capitão Átomo – você também quer criar um personagem com poderes dinâmicos e excitantes o suficiente para que as pessoas esperem ativamente vê-los serem usados.

Geralmente o caminho mais simples dos roteiristas é dar a um personagem um poder nivelado e razoável, mas sempre há aqueles roteiristas que decidem ir além e bombar seu herói a ponto dele explodir galáxias inteiras.

Parando para analisar por essa perspectiva, é uma jogada perigosa, pois muitos poderes podem facilmente arruinar um personagem, mas também tem o potencial de explorar um território realmente interessante em relação à humanidade e como ela pode ser afetada ou não por essas habilidades de um deus real.

Quer seja através de um ser celestial que lhe conferiu poderes infinitos, ou simplesmente tendo a maior habilidade física de todo o universo dos quadrinhos, existem maneiras praticamente infinitas de tornar um personagem superpoderoso – embora existam significativamente poucas maneiras de fazê-lo atraente para o público.

Depois de criticarem minha lista dos maiores heróis da DC, depois de criticarem a minha lista dos heróis da Marvel mais poderosos, depois de criticarem as mulheres mais poderosas da Marvel, eis que tentei unir todos esses mundos em uma única lista.

Conheça os 10 super-heróis mais poderosos da história dos quadrinhos. Alguns aqui, de tão poderosos, às vezes, são injustiçados ou deixados de lado porque não existe uma forma de destruí-los.

Além disso, essa lista é feita com base nos dados de leitores, sites e redes sociais. Não venham me agredir verbalmente. Reclamem com os roteiristas da Marvel e da DC. E a proposta final é apenas divertir vocês, então não a levem a sério demais.

 

10. Deadpool

 

Deadpool e a Morte

Marvel Comics

 

O que o Deadpool está fazendo nessa lista? Ora, pensa comigo: personagens com poderes de regeneração são subestimados, e eles podem ser terrivelmente poderosos.

Deadpool é diferente e imortal. E isso não é uma pegadinha ou uma brecha ou fraqueza específica, mas sim a simples habilidade de nunca morrer. Eu pago uma soma alta em dinheiro, que não direi o valor, para qualquer pessoa encontrar o quadrinho que mostre o Deadpool sendo morto.

Mesmo usando o viés cômico em seus quadrinhos, esse cara já matou o Universo Marvel. Se isso não é uma justificativa para mostrar o quão poderoso ele pode ser, direi mais: ele é um dos únicos personagens da Marvel que mata praticamente qualquer ser com tempo e ferramentas certas.

Uma vez, Deadpool viu a Morte em uma de suas sessões de tortura nas mãos de Dr. Killbrew e Ajax. Ela pairaria sobre ele, esperando pelo seu último suspiro, quando ele estava perto de morrer. E, quanto mais tempo ele passou nesse limbo entre o mundo dos vivos e o mundo dos mortos, mais ele se apaixonou por ela.

Thanos, de coração partido (ele ama a Morte há milhares de anos), percebeu que Deadpool estava tentando seduzir sua amada. Então, desenvolveu um plano para parar de vez o Mercenário Tagarela.

Com a ajuda do feiticeiro T-Ray e usando um artefato cósmico, Thanos amaldiçoou Wade Wilson à vida eterna. Como resultado, Deadpool não podia morrer e se juntar à Morte. Ele tentou ser decapitado, desmembrado, liquidificado e tudo o mais, mas seu corpo encontrava sempre uma forma de voltar ao estado normal.

De repente, a combinação de poderes de imortalidade e regeneração parece bastante sólida; ou, pelo menos, o suficiente para fazer você reconsiderar como você vê o maior boçal da Marvel, não é?

 

9. Garota Esquilo

 

Garota Esquilo
Marvel Comics

 

A coisa mais interessante sobre a Garota Esquilo, mesmo que isso seja insano de se imaginar, é sua capacidade de ser tecnicamente a super-heroína mais poderosa do universo. Na verdade, ela só tem superforça e o poder de falar com esquilos. Mas o pulo do gato cômico é pegar alguém cujos poderes devem ser praticamente insignificantes, e torná-los supremos na forma mais literal que possa existir.

A Garota Esquilo já derrotou Thanos, Galactus, Doutor Destino e praticamente qualquer outro personagem insanamente poderoso que você possa imaginar – e tudo de uma forma bem simples para ela. Mas qual é o motivo de terem escritos e lançados isso nos quadrinhos? Em primeiro lugar, isso é agradavelmente diferente e divertido; e em segundo lugar, que é hilário ver as pessoas perderem a cabeça por causa de feitos que supostamente parecem impossíveis, porque esse é o ponto principal. Além disso, ela é uma personagem bem querida e que vem ganhando bastante espaço na Marvel.

A Garota Esquilo brinca com a natureza ridícula que todos os heróis incrivelmente poderosos possuem, e é exatamente isso que a torna tão envolvente quanto um personagem – mesmo com todas as possíveis controvérsias colaterais à parte.

 

8. Fênix

 

Fênix, Jean Grey
Marvel Comics

 

Em toda e qualquer lista de heróis poderosos, sempre colocarei a Fênix.

Pegue uma das telepatas mais poderosas do mundo, junte-a com uma entidade cósmica praticamente onipotente, e teremos um dos seres mais poderosos já criados da cultura pop – embora seja muito volátil também.

Com os poderes da Fênix/Jean – que é, novamente, um dos mutantes mais poderosos do mundo – de repente se torna mais uma força da natureza do que uma figura mortal. Tudo, desde projeção astral, manipulação da realidade e, é claro, manipulação de energia estão disponíveis para a Fênix, em uma escala que não sabemos até que ponto pode chegar.

O legal da Fênix é que, enquanto as duas estão unidas, Jean não pode tecnicamente ser morta, já que em vez de morrer a Força Fênix forma um ovo do qual Jean renasce. Isso significa que Jean não só é totalmente poderosa nessa forma, como também é impossível de matar; então não existem planos reais de derrotá-la, mesmo que a Marvel invente algumas coisas absurdas.

 

7. Superman

 

Superman
Warner Bros. DC

 

Superman de novo, Pikachu? Lógico, meus queridos!

Superman, com todo o seu poder é a declaração mais óbvia sobre o universo DC,  do quanto um herói pode ser poderoso. Durante sua história, o Superman tem sido ativamente depurado de seus poderes, e ainda assim, de alguma forma, consegue ficar em segurança no topo absoluto da lista de super-heróis mais poderosos da história da DC.

Mas ele também é um bom exemplo de como se usa um super herói incrivelmente poderoso e ainda mostra-lo envolvente. A ridícula quantidade de poderes do Super-Homem é um de seus piores problemas, já que suas preocupações sobre se sua humanidade é impactada por suas incríveis habilidades se tornam um dos aspectos mais envolventes do personagem em si.

Ao observamos que até mesmo um Deus entre os homens têm conflitos, podemos simpatizar com ele. É é um cara bom, gente fina mesmo, mas que solta raio laser pelos olhos, que tem lutas internas, medo e culpa como o resto de nós – que serve para fazer do Superman um dos personagens mais icônicos e humanos até hoje.

 

6. Franklin Richards

 

Franklin Richards
Marvel Comics

 

O mutante mais poderoso no universo atual da Marvel, é um garoto que não tem ideia de quais são seus poderes ou de como usá-los. Este é possivelmente um dos momentos mais inteligentemente feitos envolvendo o Quarteto Fantástico na história da editora.

Enquanto até hoje ainda não sabemos cem por cento todo o alcance dos poderes de Franklin, sabemos que o filho mais novo dos Richards tem incríveis poderes em duas esferas – a dos poderes psíquicos e a curvatura da realidade.

Ele é capaz de mudar praticamente o mundo conhecido com sua vontade – na medida em que, quando criança, Franklin uma vez acidentalmente criou uma dimensão que era uma réplica perfeita de seu próprio mundo. Tem gente que acha isso legal. Eu achei completamente aterrorizante quando você pensa no potencial catastrófico de uma criança ter tanto poder.

Também tem sido bastante implícito que Franklin é imortal, o que, com certeza, acabará sendo uma surpresa divertida quando a família do herói descobrir por si mesma.

 

5. Hulk

 

O Incrível Hulk
Marvel Comics

 

O Hulk tende a ser o padrão pelo qual podemos julgar se outro herói é forte ou não. Enquanto ele não está invicto – como praticamente todos os membros dos Vingadores o venceram em algum momento da história – já que eles usam o cara para saber até onde vai o limite de seus poderes.

Como tal, é justo dizer que o Hulk é mais poderoso, já que seu nível de ameaça nessas histórias em quadrinhos muitas vezes é compatível com muitos seres celestes. Foi explicitamente mencionado que o Hulk é o personagem fisicamente mais forte no universo Marvel, o que faz com que a sua durabilidade insana e a velocidade sobre-humana sejam quase injustas para comparar com qualquer outro personagem ou ser.

Crucialmente, como resultado da radiação gama que criou o Hulk, o corpo dele também parece ser resistente à devastação do tempo, já que foi provado que o gigante verde poderia existir até o fim do universo conhecido. Se ele não fosse morto de outra maneira – o que, dado o seu trabalho diário, parece reconhecidamente provável. O Hulk é foda e nada mais importa.

 

4. Capitão Átomo

 

Capitão Átomo
DC Comics

 

Ele é invulnerável a qualquer ataque físico que exista. Ele tem habilidades de regeneração, capacidade de interagir com a tecnologia e todas as super-habilidades que você espera de qualquer personagem megablaster poderoso: o Capitão Átomo é o personagem mais interessante e poderoso que foi jogado de escanteio no atual universo DC.

Átomo apareceu na Crise Infinita (Infinite Crisis, a história One Year Later, 2006) e muitos outros icônicos títulos DC – apesar de que a única vez que ele apareceu como um personagem principal foi durante o seu tempo como um vilão chamado Monarch e o cara quase acabou com todo o universo.

No universo atual, Átomo está jogado as traças, apesar de ser um dos heróis mais poderosos dentro do universo. Enquanto a desculpa da DC é porque o Capitão Átomo é muito poderoso e, portanto, muito volátil, também parece muito provável que ele seja simplesmente poderoso demais para incluir em qualquer luta, já que isso imediatamente tornaria a coisa toda menos interessante.

O que é uma pena.

Tudo isso reafirma porque super-heróis poderosos demais são tão poucos hoje – porque eles simplesmente não são populares e o público mudou bastante sobre isso nos últimos anos. Acredito como leitor da DC que o Capitão Átomo vai desaparecer ou viajar pelo universo desconhecido em algum momento da editora.

 

3. Flash

 

The Flash
DC Comics

 

É muito fácil as pessoas considerarem o Flash apenas como um herói exclusivamente veloz. Mas vale a pena lembrar que ganhar supervelocidade da força de aceleração também vem com uma série de pequenos poderes.

Por exemplo, a supervelocidade de Barry Allen vem com cura acelerada, eletrocinese, deslocamento dimensional e muitas outras habilidades que poderiam ser consideradas potências por si mesmas. Ele não sabe quando vai bater uma parede em super velocidade, não é? Bem, isso lá no começo era mais explícito, mas com o tempo, foram adaptando outras habilidades que foram ficando auto explicativas.

Mas digamos que ele consegue prever se vai ou não bater em algo antes de chegar lá. Além disso, ele está na lista porque eu o acho incrível e um dos personagens mais legais da história dos quadrinhos.

 

2. Damage (Detonador)

 

Detonador da DC
DC Comics

 

De todos os super-heróis que você esperaria ser incrivelmente poderoso, os recém-criados provavelmente estariam seguramente fora dessa lista. Afinal, os dias de criar heróis poderosos e loucos estão mortos há muito tempo, certo?

Bem, digamos que não é assim…

Para não ser confundido com o herói de mesmo nome de 1994, o Detonador venceu o Arqueiro Verde, o Flash e Guy Gardner de uma só vez, e até lutou de igual contra o Superman – um impasse que Batman afirmou não ter certeza se Superman teria condição ter ganho. Enquanto muitos consideram Damage o Hulk da DC, ele pode realmente ser ainda mais forte do que ele.

Ethan Avery foi submetido a experimentos militares que tinham como objetivo desenvolver o soldado perfeito a fim de ter vantagens nas guerras. No entanto, diferente do acidente de Bruce Banner, Avery foi voluntário no programa. E ele só pode virar uma besta gigante por apenas 1 hora no dia. Tanto que todas as vezes em que ele se transforma, surge um relógio no alto da página para que o leitor acompanhe a quanto tempo ele está naquela forma. Uma ideia muito boa, por sinal.

Quando o Damage começou a atacar uma cidade sem sinal de freio, sobrou para a Mulher Maravilha detê-lo. A guerreira amazona suou para poder deter a criatura. A luta durou quase uma hora completa e ela deu tudo de si. Quando finalmente acabou, Diana voltou a se encontrar com Batman e Superman. Foi quando ela revelou que jamais havia enfrentado tanto poder assim, nem mesmo quando lutou com Superman.

O Damage é usado como arma pelos militares. No fim do dia, ele não passa de mais um objeto de manipulação. No entanto, quando Ethan se voluntariou para o experimento, ele apenas queria ser um herói e servir como uma ferramenta para fazer o bem. Quando estava transformado, lutando contra a Mulher Maravilha, ele chegou a pedir para Damage não enfrentá-la, pois eles deveriam estar do mesmo lado. O cara é muito legal. Deveriam ler coisas dele. Vale a pena, viu?

 

1.  Espectro

 

Espectro
DC Comics

No que diz respeito ao poder absoluto chegamos ao topo da lista, O Espectro. O cara tem uma lista simplesmente injusta de poderes insanos empilhados dentro dele. Não só ele é imortal – o que seria suficiente por conta própria – mas ele também é bastante onisciente, para não mencionar os “poderes ilimitados” aos quais ele é dado devido a ser um agente da Presença, que é a coisa mais próxima da DC universo tem a Deus.

É mais poderes do que um personagem superpoderoso precisa, e serve apenas para reforçar algo que já sabemos; que ele é impossível de vencer.

Não existe uma razão viável para um personagem como o Espectro ser basicamente uma Liga da Justiça de um homem só, e alguns acreditam que além da ideia em potencial, os escritores ficaram entediados e queriam ver até onde eles poderiam ir com isso.

Com toda a justiça, há outras figuras da DC no nível de poder do Espectro – com todos os outros personagens que também usam o poder da Presença como Eclipso e Radiante – mas nenhuma dessas outras figuras são heroicas, e assim é apenas O Espectro que ganha o título de um herói verdadeiramente supremo.

Fonte

PikachuSama
Editor de Contéudo deste site. Eu não sei muita coisa, mas gosto de tentar aprender para fazer o melhor.