Não deixe de conferir nosso Podcast!

10 Maiores Heróis da DC de Todos os Tempos

(DC Comics) Liga da Justiça

Hoje é quase impossível imaginar como seria o mundo sem super-heróis. Seres fantasiados salvando seus respectivos universos fictícios de ameaças incontroláveis por quase um século, entretendo milhões de fãs tanto nas histórias em quadrinhos como em  várias adaptações de filmes, TV, games e animações.

 

(Eu e Bernardo Aurélio fizemos um vídeo sobre essa lista no canal PQP. Espero que gostem!)

Uma das forças motrizes por trás da ascensão dos super-heróis nos quadrinhos foi a DC Comics. Após a sua criação em 1934, a empresa logo se tornou uma parte importante de uma revolução que ajudou a colocar super-heróis no mapa, como sabemos foi ela quem criou Superman, Batman e Mulher Maravilha. Mas isso seria apenas o começo de algo maior.

De meta humanos a alienígenas (e todos os outros), DC introduziu os leitores a uma ampla gama de pessoas e seres que lutam pela justiça e a paz ao longo de décadas.

Já viu que fazer esta lista não foi tão simples, não é? Então eu meio que estou fazendo pelo o que gosto e li os dez maiores heróis criados pela DC.

 

10. Batgirl (Barbara Gordon)

Batgirl (Bárbara Gordon) – DC Comics

Ela tudo que o Batman não conseguiu ser. A habilidosa filha do comissário Gordon, Barbara, queria tornar o mundo um lugar melhor e, assim, se tornou uma solitária e vigilante noturna. Depois de lutar sozinha por anos, ela finalmente entrou na extensa família Bat, talvez tornando-se a integrante mais importante da equipe.

Embora já houvesse uma Batgirl nos quadrinhos, a clássica série de TV Batman dos anos 1960 refez as origens dela  (apresentando-a como filha de Jim Gordon) e os quadrinhos fizeram o mesmo para se manterem no mesmo universo que a série. Fazendo dela, desde então a Batgirl definitiva.

Existem poucos personagens na história dos quadrinhos tão engenhosos quanto Babs. Se ela estava lutando contra o crime durante a noite como Batgirl ou prestando assistência como Oráculo, ela redefiniu o que era ser uma super-heroína, superando as adversidades em uma sociedade dominada pelos homens, e trabalhando para salvar pessoas mesmo após o terrível ataque do Coringa que a deixou paralítica por um momento nos quadrinhos.

Ela também é a voz  da razão no grupo Aves de Rapina, esteve envolvida em algumas das histórias mais bacanas da DC nos últimos anos. Sua popularidade hoje é enorme e merece ficar na décima posição com todo o respeito merecido!

 

9. Caçador de Marte

(DC Comics)

Sem dúvida, um dos personagens mais incríveis de DC, o Caçador de Marte chegou pela primeira vez em 1955. Sobrevivendo à destruição de seu planeta natal, Marte, J’onn J’onzz foi considerado o último de sua espécie (embora futuras histórias fossem introduzir outros marcianos). Acabou vindo para nosso planeta e aqui criou um objetivo de ajudar as pessoas.

JJ é super poderoso, ele tem algumas das habilidades semelhantes às do Superman. Mas além da super força e velocidade, ele também tem a habilidade de transmutar em qualquer coisa, pode ficar invisível e até ler a mente da galera. O cara é fueda demais!

Essas habilidades, juntamente com seu desejo de proteger a Terra, fizeram dele um ativo valioso na luta contra o mal e, como resultado, ele se tornou um dos sete membros fundadores da Liga da Justiça.

Sem dúvida, um dos personagens mais subestimados no Universo DC, enquanto eu for vivo sempre falarei desse cara para aqueles que ainda não o conhecem! É legal observar J’onn recebendo mais reconhecimento nos dias de hoje (graças ao seu papel proeminente na Supergirl da CW). Ele é um nobre guerreiro e um dos heróis mais poderosos de DC.

 

8. Lanterna Verde

(DC Comics)

“Beware my power, Green Lantern’s light”.

O Lanterna Verde foi inicialmente apresentado ao mundo como  Alan Scott em 1940, um sentinela da era de ouro dos quadrinhos que combatia o crime, mas o manto alcançaria um novo nível de popularidade quando o personagem foi renovado como Hal Jordan – um membro da agência de aplicação da lei interestelar, a Tropa dos Lanternas Verdes. Tirando o poder de um anel verde sobrenatural, Jordan protegeria o mundo de algumas das ameaças mais perigosas da galáxia – mas ele não era o único.

Enquanto a Tropa dos Lanternas Verdes incluía muitas espécies de oficiais, além de Jordan, tivemos John Stewart, que provou ser um digno sucessor. Existe uma galera que gosta de sair voando por aí em volta de uma luz verde, mas deixa isso para depois.

Repleto de uma rica mitologia, Lanterna Verde é, sem dúvida, um dos super-heróis mais legais da DC, mas não tão amado. Embora o filme de 2011 seja um insulto e praticamente o tenha transformado em um meme, é importante que os fãs ignorem isso – simplesmente porque os arcos bem escritos e a grande variedade de personagens convincentes para usar o anel merecem mais.

 

 

7.Canário Negro

(DC Comics)

Uma das super-heroínas mais badass de todos os tempos, a Canário Negro chegou em cena no final dos anos quarenta. Embora tenha havido várias versões da personagem, a mais famosa é, sem dúvida, Dinah Laurel Lance, que fez sua estréia  na Era de Prata do DC.

Com suas excelentes habilidades de combate corpo-a-corpo e grito ultra-sônico, Dinah é um dos personagens mais formidáveis ​​da DC. Além de derrotar os inimigos na base da pancada literalmente, ela é um membro muito respeitado da Liga da Justiça, Líder das Aves de Rapina e o principal interesse amoroso de Green Arrow.

A crescente popularidade tem a incluído em muitas histórias importantes. Além disso, ela também foi incorporada em vários videogames e séries animadas ao longo dos anos, junto com aparições recorrentes na TV – sendo que a mais famosa é representada pela atriz Katie Cassidy em Arrow – e ela também deve estrear na tela grande logo em um possível filme das Aves de Rapina.

 

6. Robin (Dick Grayson)

(DC Comics)

Quando se trata de dupla dinâmica, nenhum time é mais lendário que Batman e Robin. É uma coisa tão icônica que é quase impossível entender onde Batman estaria se Robin não tivesse sido lançado em 1940. Embora muitos garotos tenham usado a capa, é o primeiro deles, Dick Grayson, que continua sendo o melhor Robin.

Dick era um jovem acrobata que foi levado por Bruce Wayne depois que seus pais foram assassinados. Sob a tutela de Bruce, ele aprendeu a se libertar da vingança e, ao invés disso, canalizar tudo que aprendeu em prol da justiça nascendo o Robin. Embora as diferenças de atitudes os tenham separado em várias ocasiões, Dick continuou a seguir os passos de sua figura paterna, juntando-se aos Jovens Titãs antes de se tornar o vigilante conhecido como Asa Noturna.

Na mente de muitas pessoas, não há Batman sem Robin – e é fácil entender o porquê. Este ‘Boy Wonder’ tem sido um valioso companheiro de equipe, parceiro e amigo do Batman ao longo dos anos e esteve envolvido em alguns dos arcos mais memoráveis ​​de DC. Dick também esculpiu um legado impressionante fora dos quadrinhos, com papéis principais na série de TV Batman de 1966, Batman: The Animated Series de 1992 e os próximos live-action Titans.

Banner LiveStream Heathzz

5. Arqueiro Verde

(DC Comics)

Particularmente não gosto muito,mas o miserável merece está nesta lista.

O Arqueiro Verde é o Robin Hood da DC.

Arqueiro Verde é conhecida por seu tradicional traje verde, suas habilidades com arco e flecha e seus comentários ‘espirituosos’. Na vida comum, ele é o empresário / socialite bilionário Oliver Queen,desde dos anos 70 que ele combate a  injustiça e as pessoas desfavorecidas.

Embora o Arqueiro Verde compartilhe algumas semelhanças com outro herói da DC que não irei dizer o nome, ele fez mais do que o suficiente para se diferenciar. Nunca esteve tão presente na linha de frente das grandes histórias, mas sempre foi uma presença significativa, fazendo sua parte para entreter os fãs de quadrinhos.

Curiosamente, Arqueiro Verde também foi um dos poucos personagens a sobreviver ao declínio da Era de Ouro dos quadrinhos e, portanto, nunca teve que sofrer nenhuma mudança drástica quando começou a  Era de Prata. Até hoje, ele é parecido com o original.

Stephen Amell deixou um legado para o personagem na série Arrow, fazendo o Arqueiro Verde um dos mais queridos dessa nova geração de fãs.

 

4. The Flash (Barry Allen)

(DC Comics)

De Jay Garrick a Wally West, muitos homens adotaram o apelido de The Flash na história da DC Comics, mas nenhum é mais icônico do que o segundo Flash, Barry Allen. O ‘Scarlet Speedster’ é um dos personagens mais intrigantes (e subestimados) do DC e também tem sido um personagem chave nas sagas e arcos mais importantes da história da DC.

Ao ser atingido por um raio, Barry acordou e viu que seu corpo de alguma forma tinha reagido e lhe dado poderes incríveis. O cara ganhou o poder da supervelocidade,  assim, o cientista forense fez disso sua missão de proteger Central City – correndo pelas ruas usando uma máscara vermelha e um macacão, conhecido como Flash! É literalmente isso os primeiros parágrafos do quadrinho que apresenta Barry.

Devido às suas habilidades, Flash abriu muitas oportunidades para a DC, permitindo-lhes contar com tramas temporais e introduzir os leitores ao multiverso – o que inevitavelmente levou ao aclamado arco Crise nas Infinitas Terras, em 1985. Embora os eventos da história em quadrinhos que o personagem se retirou da continuidade principal da editora por mais de 23 anos, ele faria seu retorno triunfante em 2009 – envolvendo-se em alguns grandes arcos, especificamente no ponto de ignição.

Graças ao forte desempenho de Grant Gustin na série de TV Flash da CW, e à reviravolta jovial de Ezra Miller no filme Liga da Justiça, o Flash recebeu muito mais reconhecimento nos últimos anos. Vamos torcer para que esse sucesso continue no futuro porque o ‘Scarlet Speedster’ é sem dúvida um dos personagens mais ricos da DC.

 

3. Superman

<3 (DC Comics)

Personificação máxima do heroísmo. Kal-El de Krypton caiu pela primeira vez na Terra há mais de 80 anos e desde então se tornou um dos personagens de quadrinhos mais amados de todos os tempos (ele é de fato o mais amado, aceitem!), redefinindo o gênero e, finalmente, colocando super-heróis em um novo patamar de mídia e entretenimento.

Durante o dia, ele é o repórter de maneiras gentis Clark Kent, perdidamente apaixonado pela Lois Lane, mas à noite, se torna o salvador de Metrópolis – usando suas habilidades alienígenas para proteger os inocentes e punir os culpados, enquanto usa o símbolo da Casa de El em seu peito para inspirar esperança em todo o planeta que ele cresceu e chama de lar.

O líder da Liga da Justiça, o Super-Homem, é a personificação da verdade, da justiça e do jeito americano – e é fácil ver por que muitas pessoas o vêem não apenas como o maior super-herói da América, mas também do mundo. Falando do mundo, é difícil imaginar como seria o mundo dos quadrinhos sem ele. O gênero super-herói deve ao Homem de Aço uma enorme dívida de gratidão porque, sem seu sucesso, não existiria hoje.

 

2. Wonder Woman

(DC Comics)

In her satin tights, fighting for our rights.

Ela apareceu pela primeira vez em 1941, como princesa Diana de Themyscira que partiu para viver no mundo real, onde encontrou elementos sobre os quais não tinha tido conhecimento até aquele momento, principalmente os mortais, o mal e as fraquezas humanas. De lá até agora, ela tem o papel de purificar o mundo, inspirando esperança ao seu redor usando o manto de Mulher Maravilha.

Com sua incrível força, braceletes à prova de balas e laço da verdade, a Mulher Maravilha era muito mais do que apenas um rostinho bonito, e isso a tornou em um dos maiores símbolos de luta de igualdade de gênero da história. Sua popularidade levou a personagem a possuir  sua própria série de TV e, finalmente, seu próprio filme.

Quer você tenha crescido com o retrato icônico de Lynda Carter da personagem nos anos setenta, ou com a Gal Gadot na atualidade, as interpretações da Diana tiveram um enorme impacto e sucesso- apresentando-a a um público totalmente novo e lembrando aos seus fãs porque ela é uma força da natureza.

A Mulher Maravilha é possivelmente a super-heroína feminina mais reconhecível que já apareceu nas páginas das histórias em quadrinhos, e com razão. Ela não é apenas uma amazona invencível ou um deusa linda – ela é uma voz para os sem voz, uma força para a mudança é a personificação do poder feminino. Realmente nada é mais inspirador do que isso.

 

1. Batman

(DC Comics)

O vigilante de capa. O maior detetive do mundo. O Cavaleiro das Trevas. Batman vem devastando as páginas da DC Comics há quase 80 anos.  De lá até aqui, ele passou de um vigilante com um código quase samurai para um ícone da cultura pop.

Quando um jovem Bruce Wayne testemunhou o assassinato de seus pais, dedicou sua vida a limpar as ruas de Gotham e proteger os necessitados. Ele escolheu fazer tudo isso como um símbolo que o aterrorizava – um morcego – inspirando o mesmo medo no coração dos criminosos da cidade. No entanto, ao fazê-lo, ele transformou esse símbolo de medo em um símbolo de esperança.

Com seu visual único e arsenal inigualável de trecos, armas, bugigangas, o Cavaleiro das Trevas resistiu ao teste do tempo e continua a surpreender os fãs todos os anos. Em um universo cheio de extraterrestres e meta humanos super-poderosos, Batman destacou-se como um homem mortal que confia em sua inteligência e instintos para ajudá-lo. Não existe ameaça, desse planeta ou de outros que ele não consiga superar… ele é o Batman, caramba! rs

Sem dúvida, o super-herói mais conhecido de todos os tempos, Batman criou um legado para si mesmo como nenhum outro. Com incontáveis ​​adaptações de filmes, séries de TV e videogames, transcende seu gênero para se tornar um fenômeno maior que a vida.

Gostou dessa lista? Você consegue fazer a sua? Deixe nos comentários e perca dolorosamente!

@PikachuSama

PikachuSama
Editor de Contéudo deste site. Eu não sei muita coisa, mas gosto de tentar aprender para fazer o melhor.