Não deixe de conferir nosso Podcast!

Resenha | Unavowed: um excelente point & click.

Jogos do estilo point & click sempre foram muito queridos por jogadores de PC e várias desenvolvedoras se especializaram nisso. Os fãs do gênero sempre lembram com carinho de clássicos como Day Of The Tentacle, Full Throttle, Sam and Max, Grim Fandango e a série Monkey Island, todas da Lucas Arts; há também a série King’s Quest, Gabriel Knight e o jogo Phantasmagoria, da Sierra. O gênero também gerou fama para alguns desenvolvedores, como Tim Schaffer(grande nome da Lucas Arts e atual fundador da Double Fine, uma das empresas que nasceram com o fim desta). O gênero passou por altos e baixos, mas com o sucesso de desenvolvedoras como a Telltale e a ascensão de desenvolvedoras indepentes, o gênero voltou a ser notado, E Unavowed é um grande exemplar.

A Wadjet Eye Games, criadora do jogo, já tem 12 anos de experiência e seu foco é neste estilo de jogo, em seu modelo clássico: história e personagens intrigantes, puzzles desafiadores e atmosfera envolvente com ótima trilha sonora. A série Blackwell(uma série de cinco jogos, envolvendo uma médium e seu guia espiritual em uma jornada) e o curto jogo Shivah(sobre um rabino investigando uma morte misteriosa) são dois exemplos premiados da desenvolvedora. Fundada por Dave Gilbert, Unavowed é o seu mais recente lançamento, estreando no dia 8 de agosto pelo Steam e o GOG.

Imagem relacionada
Imagem de The Blackwell Legacy

Unavowed não foge da fórmula já citada. Os Unavowed do título são pessoas inseridas em um mundo sobrenatural, e que protegem a humanidade dos horrores que invadem o mundo mundano. Protegidas por um “véu” místico, eles passam despercebidos e os combates que travam não são normalmente notados. Mas agora, as incursões sobrenaturais aumentaram estranhamente…

O jogo começa durante um exorcismo e aqui o personagem principal é introduzido. Este é o momento em que UnavowedI dá uma oportunidade de personalização, de como o protagonista vai se apresentar e sua profissão, pois o exorcismo requer que o possuído lembre disso. São definidos  gênero e profissão e isso afeta a história, e dá algumas opções de diálogo. O gênero nem afeta tanto, mas pode oferecer uma situação embaraçosamente engraçada em um ponto do jogo. No mais, a escolha do gênero e da profissão(bartender, policial ou ator/atriz) não afetarão muito os rumos do jogo.

Resultado de imagem para unavowed
Uma maneira exótica de conhecer outras pessoas.

Os eventos que se passam neste momento servem como tutorial e introduzem o(a) protagonista ao grupo, tornando-o(a) parte dos Unavowed.

Personagens

Resultado de imagem para unavowed
Da esquerda para a direita: Logan, Mandana, Eli e Vicky.

Você

Independente de sua escolha de origem, uma coisa é certa: sua vida se tornou um inferno literal ao ser possuído por um demônio. Os Unavowed acham o personagem após um ano que ele passou possuído, e muitos dos problemas que eles lidarão daqui pra frente são consequência do que ele(a) fez enquanto esteve possuído(a).

Se for um(a) bartender, terá o dom de fazer as pessoas se abrirem com você; se for policial, poderá usar sua autoridade e conhecimentos; e se for ator(atriz), poderá enganar fingindo ser outra pessoa. Todas as profissões lhe dão qualidades específicas, valorizadas pelos Unavowed.

Eli Beckett

Eli(diminutivo de Elijah) é um quarentão bem educado e simpático, e o homem que exorciza nosso personagem. Ele é um mago de fogo e aparenta ter muito menos idade do que já tem. Foi antes um mundano, um contador, que descobriu seus talentos mágicos de forma que quase provocou uma tragédia, tendo sido descoberto a tempo pelos Unavowed.

Resultado de imagem para unavowed
“Sou vegano e faço crossfit”

Um homem que gostava de sua profissão mas que também adora a magia, e costuma compara-la à contabilidade, com atenção aos detalhes dos rituais. Fanático por números, Eli também lida bem com estatísticas o que o torna um aliado inteligente, poderoso e analítico. Sente bastantes saudades de sua antiga profissão e de sua família.

Mandana

Esta é a personagem que esta segurando o(a) protagonista enquanto o exorcismo vai sendo feito. É uma jovem bonita, polida(porém direta), usa roupas casuais e um um hijab(aquele véu islâmico que cobre a cabeça e esconde os cabelos). Mandana é um dos membros mais antigos dos Unavowed locais, tendo mais de 400 anos de idade.

Resultado de imagem para unavowed mandana
Não, não vamos repetir a piada.

Uma espadachim excelente, Mandana é filha de uma pirata de origem irlandesa e de um Djinn(sim, um gênio, daqueles da lâmpada). Aprendeu a lutar com a mãe e a lidar com ameaças sobrenaturais com o pai, Kalash. Assim como o pai, ela pode habitar uma garrafa, mas não pode conceder desejos.

Logan

Dependendo de qual profissão você escolheu, Logan pode ser um amigo. Independente disso, ele vai se juntar aos Unavowed. Um alcóolatra em recuperação, Logan adquiriu o dom da mediunidade após seu irmão ter sido assassinado e é acompanhado pelo espírito de uma menina de dez anos, KayKay. Ela é uma guia espiritual e ambos costumam ajudar fantasmas a passar para o outro lado.

Logan é sempre visto jogando um jogo em um celular, mas faz isso por KayKay, que ama o jogo.

Imagem relacionada
Sim, KayKay.

Vicky

Ex-policial, Vicky Santina vem de uma família de homens e ,mulheres da lei. Após um incidente sobrenatural, Vicky é tida como louca e expulsa da polícia, sendo proscrita pelos colegas e a família. Acaba se juntando aos Unavowed após um dos casos em que os personagens irão investigar durante o jogo,

Resultado de imagem para unavowed
Não foi um bom início.

Kalash

Um djinn muito antigo, Kalash fundou o braço norte-americano dos Unavowed. Sério, carrancudo e rígido, ele é uma criatura determinada a fazer o que for preciso para manter o mundo mundano seguro de ameaças sobrenaturais.

Resultado de imagem para unavowed kalash

Ele não é um personagem jogador, sendo apenas o líder do grupo.

Melkhiresa

Nome do demônio que possui o corpo do personagem principal. Ninguém sabe o porquê dele ter passado mais de um ano causando um rastro de morte e sofrimento. É dever dos Unavowed descobrir isso, corrigir os danos e frustrar os seus planos.

História

Os melhores point & click tem uma história envolvente e muito bem contada, e Unavowed não é exceção. A cidade de Nova York é um excelente pano de fundo para o desenrolar dos acontecimentos e, durante as investigações, percorremos várias de suas mais famosas áreas: Bronx, Brooklyn, Staten Island, Wall Street, Chinatown… Em cada área, sabemos um pouco mais sobre ela, do ponto de vista de Mandana e Eli, que as conheceram em outros tempos.

Cada caso remete a algo que nosso personagem fez enquanto esteve possuído(a), sempre envolvendo algum tipo de ser sobrenatural diferente. Todos eles envolvem escolhas que irão afetar o jogo, que tem vários finais. O sofrimento causado é muito grande, mas o jogo nunca deixa tudo caminhar pelo lado mais sombrio; o humor está muito presente em Unavowed. E isso é uma tradição no gênero, que raramente fica sério demais. A falta de tato de Eli e Mandana com o mundo atual, as travessuras de Kay Kay, o jeito ríspido e sarcástico de Vicky… são coisas que tornam a experiência do jogo bem mais balanceada.

A história também é muito bem amarrada. O primeiro ato dela segue muito bem feito, mas é durante o segundo ato é que a história mostra o seu brilho, em um plot twist sensacional que revira não só tudo o que sabemos sobre o(a) protagonista como também sobre o papel de Melkhiresa nisso tudo.

Os seres sobrenaturais que compõem o universo do jogo são também fascinantes. Temos poltergeists, fadas, dríades, elementais, o povo marinho(mer-folk, no original; há uma piada interessante sobre sexismo envolvendo esse nome), espíritos da bananeira(parte do folclore tailandês), musas… Não faltou pesquisa por parte da desenvolvedora para tornar Unavowed rico e exótico.

Imagem relacionada
Um exemplar do povo marinho.

Os personagens brilham bastante. Logan sempre fica preocupado quando passamos perto de bares e seu monólogo com Kay Kay(só ele pode ouvi-la) é engraçado; o drama de Eli, seu histórico e sua família tem peso no jogo; embora seja séria, Mandana tem seus momentos de humor; e a rispidez de Vicky também é divertida.

Gráficos

Para quem gosta de um jogo retrô, os gráficos são apropriados. Tem cara de jogo da década de 90, embora pareça mais limpo e os personagens só se movimentam horizontalmente e verticalmente. Não é nada que atrapalhe a experiência, fãs do gênero não terão problemas. Principamente pelos cenários.

Resultado de imagem

Unavowed capricha bastante nos detalhes do cenário. Casas tem uma decoração única, com mobília, posteres e papéis de parede peculiares; as ruas tem paredes e muros cheios de grafite e pixação, contrastando o belo e o decadente; for a algumas cutscenes breves, porém bem colocadas para maximizar o drama da situação.

Tudo isso com excelente trilha sonora condizente com o ambiente e situação, além de ótimos efeitos sonoros.

Gameplay

Este fator é típico de qualquer point & click, e Unavowed se mantém na simplicidade dos melhores do gênero. A jogabilidade se baseia em movimentar personagens com o click do mouse, interagir com o ambiente, coletar itens, combiná-los e usá-los. Pode-se também conversar com os personagens a qualquer momento para obter dicas do que fazer ou coisas mais específicas(no caso de Eli).

O jogo também permite que o(a) protagonista use habilidades especiais de cada personagem. Em cada caso, é permitido escolher dois para acompanhar o jogador, sendo que em alguns o jogo exige que um ou outro personagem faça parte do grupo. Eli pode resolver qualquer coisa que precise ou envolva fogo; Mandana é forte e atlética, pode resolver problemas que envolva isso; Logan pode resolver coisas envolvendo fantasmas e Vicky tem influência com policiais, além de conhecimentos como detetive.

No fator desafio, o jogo não impressiona. A Wadjet Eyes costuma focar nesse fator, com puzzles difíceis, mas aqui ela pegou leve. Ainda são divertidos, mas não será nada que te fará quebrar a cabeça por dias ou horas. Muitos dos desafios envolvem ir e voltar de um lugar a outro, falar com personagens e mostrar itens e combina-los. Não foge muito disso, embora em Chinatown tenha momentos bem pensados.

Resultado de imagem para unavowed chinatown
Entrar neste restaurante me deu um pouco de trabalho.

O jogo peca também em momentos envolvendo Vicky e Logan. O fato é que o papel deles não é tão essencial(Vicky só tem mesmo um grande uso no jogo) e lidar com fantasmas não resolve muita coisa em Unavowed, o que é um desperdício para Logan. E se você escolher ser policial, o papel de Vicky fica bem redundante.

Veredito

Com tudo o que foi dito, Unavowed merece ser jogado, e mais de uma vez. Não só o jogo oferece múltiplas opções de decisões, como também há a opção de carreira que muda certas coisas(se escolher ser policial, você e Vick se conhecem; se for bartender, você conhece Logan, e assim por diante). O climax oferece também mais decisões, que podem lhe oferecer diferentes finais. O jogo tem uma mitologia rica e potencial para continuação; se fizer sucesso como a série Blackwell, isso é uma possibilidade.

Para garantir o fator replay, é bom mexer nas opções. Ao ligar a opção de comentário, você verá um video bem humorado de Dave Gilbert recomendando fazer isso após terminar o jogo uma vez, pois os comentários dão spoilers. De fato, isso é uma tradição da desenvolvedora.

Se você gosta do gênero ou de uma história envolvente com personagens fortes, Unavowed está mais do que recomendado. O jogo está a um bom preço no Steam e no GOG, e pode ser adquirido no site da empresa também. Não percam esta experiência.

Link para adquiri-lo no Steam: https://store.steampowered.com/app/336140/Unavowed/

Link para adquiri-lo no GOG: https://www.gog.com/game/unavowed

Trailer do jogo:

  • 9/10
    História - 9/10
  • 8/10
    Gráficos - 8/10
  • 7/10
    Gameplay - 7/10
8/10

Resumo

Unavowed é um adventure point & click desenvolvido pela Wadjet Eye Games, lançado em agosto deste ano para PC, através do Steam e do GOG. A história segue um protagonista que foi possuído por um demônio por um ano, e sua jornada com um grupo de desafiadores do sobrenatural para reparar os danos cometidos durante este período.

Erico Campos
Formado em administração e radiologia, professor por vocação e geek de coração!