Não deixe de conferir nosso Podcast!

RPG |Uma Introdução ao hobby de jogos de interpretação

RPG

Olá, aventureiros!

Meu nome é Francisco Helisson, e tentarei nesse primeiro post, dar um norte aqueles que estão iniciando o hobby ou que tem interesse em jogar ou conhecer RPG. Com definições de termos e tentando traçar uma linha histórica do hobby, que a cada dia ganha mais adeptos.

Quando fazemos menção a Role Playing Game ou simplesmente RPG, a primeira associação que nos vem à cabeça é o jogo Dungeons and Dragons ou D&D. Nada mais lógico, não? Pois o mesmo foi o primeiro jogo do gênero a surgir no mundo.

Dungeons & Drangons foi criado por Gary Gygax e Dave Arnerson em meados da década de 1970. Tendo como base o universo literário de Tolkien e adaptando regras de boardgames e wargames. A primeira edição de D&D, teve como uma das suas principais bases um conjunto de regras para Wargames medievais, chamado ChainMail.
A proposta inicial do jogo em si, se remete a reunir um grupo de pessoas, e através de regras pré estabelecidas nos “livros do jogo”: criar personagens para vivenciar aventuras fantásticas, conquistar tesouros inimaginaveis e superar desafios sobre humanos. Mas, o objetivo principal do hobby é a diversão das pessoas reunidas no grupo!

Resultado de imagem para Dungeons & Dragons book first
Livro do Jogador de Dugeons & Dragons.

Com o surgimento do RPG, através do D&D muitos autores, ou melhor dizendo, game designers começaram a expor novas idéias para a ficção dos jogos de interpretação.

Assim surgiram cenários como o Mundo das Trevas (ambiente de Vampiro: a Máscara, Lobisomen: o Apocalipse e outros mais), Shadowrun (cenário cyberpunk) e diversos outros que completam a lista de gêneros de fantasia.

O que são jogos Overpowered e Old School

Bem, devo adiantar que isso são estilos de jogo. Um remetendo mais a forma de contar histórias e utilizar regras e o outro em como os personagens estão acima dos meros mortais e conseguem feitos inimagináveis. Overpower é um estilo de jogo no qual os personagens são extremamente poderosos, se destacando dos demais e, por isso, eles são chamados de heróis.

LEIA TAMBÉM:  Resenha | Death Stranding

Se fosse usar uma menção visual, diria que animes como Naruto Shippunden, Fate Stay Night entre outros, possuem personagens que remetem ao estilo.

Old School é um estilo de narrar voltado ao desapego às regras ou ao uso mínimo delas. Tudo é mais interpretativo e menos mecânico. Nele não existe equilíbrio e a letalidade para os personagens é alta. Mas a satisfação após o término de uma missão torna-se maior, pois as limitações dos personagens são suas principais dificuldades.

Nesse estilo, os personagens geralmente têm menos pontos de vida, suas habilidades não fazem tanto a diferença em combate mas a imaginação do jogador e como ele usa seu personagem, sim!

Como menção visual, posso citar animes como: Record of Lodoss War. Livros como o Feiticeiro de Terra Mar e a Série Caça Feitiços.

Editor de Contéudo deste site. Eu não sei muita coisa, mas gosto de tentar aprender para fazer o melhor.