Terça, 10 De Julho De 2018

Notícias sobre Filmes, Séries e Netflix

Entrevista | Alexandre Callari, da Editora Pipoca & Nanquim

Pipoca & Nanquim

O site da livraria Quinta Capa não surgiu com o objetivo de apenas apresentar notícias sobre a cultura pop. Como dito em nosso editorial, queremos apresentar análises, resenhas e opiniões sobre um leque enorme de opções disponíveis aos apaixonados pelos quadrinhos, cinema e animações, assim como outros assuntos comuns ao nosso público.

Com esse objetivo, buscamos entrevistar quem trabalha diretamente no mercado de quadrinhos brasileiros. Dessa forma, apresentamos abaixo a entrevista conduzida por nosso editor Thiago Ribeiro com Alexandre Callari, um dos donos da editora Pipoca e Nanquim.

Pipoca & Nanquim é um canal sobre quadrinhos e cinema que surgiu em 2009, apresentado por Alexandre Callari, Bruno Zago e Daniel Lopes. Fazendo parte inicialmente de uma tevê universitária do interior de São Paulo, os vídeos logo ganharam vida própria e começaram a fazer um pequeno rebuliço na Internet, que foi aumentando de forma lenta, porém consistente, até o canal se sagrar como um dos principais da categoria no YouTube.

A partir de 2011, os apresentadores começaram a trabalhar como editores profissionais de quadrinhos, o que com o tempo lhes garantiu o know how necessário para realizar um sonho: abrir a sua própria editora, em 2017.

Na entrevista, falamos acerca do mercado nacional de quadrinhos, a importância da Amazon, os lançamentos da editora e ainda é revelado qual é o próximo lançamento do Pipoca e Nanquim.

Resultado de imagem para alexandre callari imagens

5C: A editora Pipoca & Nanquim fez um ano agora em maio de 2018. Nesse 01 ano de lançamentos, qual o balanço que os editores do Pipoca & Nanquim fazem do mercado nacional? O que mudou nesse 01 ano? Como a presença da Amazon impulsionou a editora?

Alexandre Callari: O mercado nacional vive um grande momento que, no nosso entendimento, deve perdurar por um bom tempo. Hoje em dia, HQs do mundo todo (ou quase) têm espaço nas livrarias, e encontram cada vez mais o seu público. Elas são adotadas nas escolas, estão disponíveis em bibliotecas e há um grande número de trabalhos acadêmicos sendo produzidos. Isso tudo gera respeito e notabilidade; o público está aprendendo a consumir e também a não engolir qualquer material que lhe é empurrado. A Amazon, claro, desempenha um papel vital em todo esse processo, já que tornou acessível o consumo de todo tipo de livros e HQs para todas as regiões do país, oferecendo preços justos e o melhor serviço de entrega e atendimento até então.

Resultado de imagem para Espadas e bruxas pipoca e nanquim imagens
Espadas e Bruxas. De Esteban Maroto. Publicado em maio de 2017.

5C: O marco zero da fundação da editora seria o lançamento de Espadas e Bruxas, de Esteban Maroto, ou antes disso a editora já tinha traçado planos para lançamentos futuros? Quem acompanha o canal do PN no Youtube sabe que 05 Por Infinito, também de Maroto, será o próximo lançamento da editora. Qual a resposta do público para os lançamentos da editora? O Pipoca & Nanquim faz o controle de quantas edições vende um título?

Alexandre Callari: Originalmente, deveríamos ter lançado dois livros no ano passado, talvez três. Contudo, Espadas e Bruxas foi tão bem recebido, que nossa operação cresceu rapidamente. Agora, já temos um planejamento para o ano inteiro de 2018 e início de 2019, tentando manter a média de um lançamento por mês. Temos muitos colaboradores, pois não dá mais para fazer tudo sozinhos (e isso nem teria sentido), mas ainda supervisionamos o processo de cabo à rabo. Nosso crivo de qualidade é vital. Cinco Por Infinito está previsto para o segundo semestre.

Resultado de imagem para 5 para o infinito esteban maroto
Edição de 5 PARA O INFINITO da editora europeia Glénat.

 

5C: Os donos da editora, Bruno Zago, Daniel Lopes e Alexandre Callari, são ex-editores da Panini Comics e da Mythos. Isso já traz um grande conhecimento sobre como funciona o mercado brasileiro e como se produz um quadrinho no Brasil. Por já terem trabalhado com a Panini, os caminhos da editora PN se tornam mais fáceis no momento de conseguir os direitos para publicação de uma obra? Ou ainda há certa resistência de autores e editoras estrangeiras para ceder os direitos já que a editora Pipoca & Nanquim agora que tem um ano de existência?

Alexandre Callari: Ter trabalhado para a Panini/Mythos facilitou o processo de produção; foi a melhor escola que poderíamos ter. mas não fez a menor diferença na hora de negociar com os gringos. O que contou foi o profissionalismo e a certeza de que éramos profissionais sérios e confiáveis.

5C:  Espadas e Bruxas, Cannon, Moby Dick, Beast of Burden, o livro de Conan, O Bárbaro, Um Pequeno Assassinato, Marada, Guardiões do Louvre e, agora, Um Pedaço de Madeira e Aço. Um catálogo impressionante para uma editora com pouco tempo de mercado. Como os editores escolhem o material a ser publicado? Tem que ocorrer um consenso entre os 03 donos para que os direitos da obra sejam adquiridos?

Alexandre Callari: Tudo que publicamos é consenso entre os três. Há algumas questões da editora que prevalece a maioria de votos, mas não em se tratando de escolher um título para publicar. Nunca vamos lançar algo que os três não tenham aprovado; isso é nossa garantia definitiva de que não vamos trocar os pés pelas mãos.

Resultado de imagem para Moby Dick pipoca e nanquim imagens
Moby Dick. De Christophe Chabouté. Publicado em agosto de 2017.

5C: Em algumas dessas publicações houve alguma vez que vocês pensaram: esse quadrinho não vai vender, mas vale a pena ser lançado?

Alexandre Callari: Não. Todo quadrinho que vale a pena ser lançado pode encontrar seu público; é questão de divulgar, de chamar a atenção das pessoas, de fazer o recorte adequado. Para isso, o canal é fundamental. Por exemplo, claro que obras como Beasts of Burden ou Moby Dick têm mais apelo do que Cannon, mas isso não significa que este não vai vender. É nossa tarefa como formadores de opinião e também como apaixonados por quadrinhos despertar o público para a importância vital de um artista do calibre de Wally Wood. Assim, embora o tema não seja tão atrativo, encontrará seu público.

Resultado de imagem para pipoca e nanquim imagens
Cannon. De Wally Wood. Publicado em junho de 2017.

5C: Após Um Pedaço de Madeira e Aço e 05 Por Infinito, quais os próximos planos da editora? A editora Pipoca & Nanquim pretende publicar algum autor nacional no futuro?

Alexandre Callari: Vamos publicar autores nacionais, mas ainda não achamos o projeto ideal. Há muitas conversas, mas nada fechado. Quanto ao futuro, no momento em que esta entrevista for ao ar, já devemos ter anunciado nosso próximo título, A Arte de Charlie Chan Hock Chye, um título espetacular, vencedor do Eisner do ano passado e que, seguramente, alcançará a mesma importância de obras como Maus e Persépolis.

Resultado de imagem para A Arte de Charlie Chan Hock Chye imagem
Arte de Charlie Chan Hock Chye.

 

Posts Relacionados
%d blogueiros gostam disto: