Sábado, 05 De Janeiro De 2019

Anuncie Aqui!

Janeiro Literário | Versania E A Nova Geração Poética de Parnaíba

Nosso Janeiro Literário segue adiante neste sábado com a contribuição valiosa do professor e agitador cultural Claucio Ciarlini, que nos conta a trajetória do projeto poético Versania, nascido entre os jovens escritores de Parnaíba, litoral do Piauí, e que culminou com a publicação de um livro reunindo seus trabalhos.

Claucio Ciarlini é natural de Teresina, nascido em 1981, porém residente em Parnaíba desde a infância. É escritor, editor, professor, historiador, jornalista cultural e cineasta amador. Iniciou na escrita de poesias em 1996. Autor de três obras poéticas: Linhas Impensadas (2004), Pedido de autorização pra pensar (2005) e Inevitável (2009).  Cofundador e Editor do impresso (e site) cultural O Piaguí. Organizador da coletânea poética Versania (2017).

Versania: Uma História Feita Por Versos

Claucio Ciarlini

Em 2017 foi lançada em Parnaíba, no Piauí, a coletânea poética Versania, que trouxe em seu bojo a biografia e a produção de 22 jovens escritores, em sua grande maioria residentes na cidade.

O projeto, entretanto, teve origem anos antes, em 2008, quando o jornal mensal, gratuito e cultural O Piaguí encontrava-se às portas de seu primeiro aniversário, e como um dos editores, tive a ideia de lançar uma obra que aproveitasse os poetas revelados desde a primeira edição do impresso até aquele momento.

E o pensamento não se limitava apenas a uma coletânea poética, mas abraçando uma série bianual de livros em que, a cada volume, uma escolha textual seria privilegiada: poesia, crônica, conto, artigo e afins. Porém, alguns imprevistos, percalços e dificuldades financeiras foram adiando este sonho. Com o passar do tempo, o projeto foi guardado na gaveta, enquanto a vida seguiu e outros trabalhos foram sendo tocados. Porém o sonho… Esse, nunca deixou de me acompanhar.

Nos anos seguintes, outros autores foram emergindo e ganhando espaço: fosse no quadro Estreando, no Novíssimos Poetas ou mesmo na coluna Poeta pelo Poeta. E eis que, em meados de 2016, depois de retomar a edição do jornal, aquele antigo desejo, que por quase uma década sussurrava em minha mente, começou a gritar mais alto e em insistente som. Alardeando, me pressionando a dizer que já passava da hora de finalmente pôr em prática essa empreitada; e movido por esse propósito fui atrás dos nomes que participaram das páginas d’O Piaguí. O resultado foi o nascimento de uma obra plural, inundada de sentimentos e lançada no dia 05 de setembro de 2017 no auditório do Sesc Avenida, em Parnaíba, contando com a participação de escritores, jornalistas, autoridades e comunidade em geral. Segundo os organizadores, mais de 300 pessoas estiveram presentes.

Poetas reunidos em torno do projeto Versania

O evento iniciou as 19:30 com os poetas Jefferson Portugal e Joyce Cleide interpretando a música Motivo de Fagner com letra do poema de Cecília Meireles. Posteriormente, houve o recital protagonizado pelos poetas escritores da obra. Em sequência, discursou o Jornalista e ativista cultural Arlindo Leão mencionando a importância, para comunidade parnaibana, do Jornal O Piagui, sendo este impresso a base para a idealização da obra Versania; e representando, a Academia Parnaibana de Letras, discursou a acadêmica e escritora Dilma Pontes que apresentou Versania aos presentes com ênfase e sapiência.

Após o lançamento, surgiram vários comentários acerca da obra e do evento em si. Publicações em blogs, jornais e redes sociais. Um destes exemplos foi o renomado escritor Alcenor Candeira Filho, que escreveu sobre a obra: “com o surgimento de VERSANIA, em que cada poeta ocupa com poemas cerca de seis páginas, é possível a formação de algum juízo crítico de suas composições (…) Concluo parabenizando os vinte e dois poetas integrantes do livro VERSANIA, o diagramador Fábio Bezerra Brito e o organizador Claucio Ciarlini.

Devido à boa repercussão, os poetas começaram a ser chamados para bate papos, solenidades e projetos ligados à arte, educação e literatura, seja pelo Sesc, por escolas e faculdades; assim, o grupo iniciou uma turnê de 3 meses a percorrer diversos espaços, divulgando a coletânea. Com isso, objetivo principal da obra foi sendo cada vez mais concretizado: revelar os 22 talentos!

A coletânea, que contém poema de vários temas e estilos, é composta por: Alciomar Neto, Alexandre César, Carlos Pontes, Carvalho Filho, Daltro Paiva, Emanuel Carvalho, Fernandez Rocha, Fernando, Filipe Cavalcante, Jailson Jr., Jaqueline Silva, Jefferson Portugal, Joyce Cleide, Junior Gualberto, Leonardo Rodrigues, Luana Silva, Marcello Silva, Morgana Sales, Gustavo Rosal, Fernando de Oliveira, Sousa Filho, Tiago Fontenele e Zilmar Junior.

No dia 05 de setembro de 2018, exatamente um ano após o lançamento de Vesania, foi lançada a sua segunda edição, mais revisada e contendo nova capa, desta vez no espaço Sesc Caixeiral, em Parnaíba, com novas performances musicais e teatrais, em meio a poesias recitadas e discursos. Ainda em 2018, foi lançada uma série de textos no espaço www.opiaguivirtual.com.br intitulada Dossiê Versania que conta com detalhes todo a evolução do pensamento e construção do livro.

As duas edições lançadas da coletânea poética Versania

Versania, título sugerido por um dos componentes do grupo versaniano e democraticamente escolhido pela maioria, foi fruto de um sonho, que só se tornou possível através da união de 22 almas, reforçando a velha, porém jamais esquecida, máxima de Raul: “Sonho que se sonha só, é só um sonho que se sonha só… Mas sonho que se sonha junto é realidade”.

 

Posts Relacionados
%d blogueiros gostam disto: