Não deixe de conferir nosso Podcast!

Impressões precisas sobre a Terceira temporada de O Mandaloriano

Esta pequena resenha crítica de O Mandaloriano contém bastante spoilers.

O Mandaloriano (Repdoução/Disney)
Disney

Esta pequena resenha crítica de O Mandaloriano contém bastante spoilers.

Mando e Grogu estão de volta, a terceira temporada do melhor produto de Star Wars (Disney) finalmente chegou e deixou muita gente feliz, mas também deixou alguns decepcionados. A segunda temporada fez bastante barulho nas redes sociais, teve muitas críticas positivas, principalmente sobre o futuro do Universo Star Wars na Disney, além disso, com ajuda, mínima, de The Book of Boba Fett, todo os fãs da série estavam com muita sede das novas aventuras do Mandaloriano (Pedro Pascal) e seu filho Grogu pela galáxia. Mas e aí, a terceira temporada é realmente boa?

Como a série já acabou há algum tempo, esse texto terá, obviamente, grandes spoilers. Se você ainda não tiver terminado a temporada, ainda tem tempo de sair daqui.

A terceira temporada foca quase completamente nos Mandalorianos recuperando Mandalore, seu planeta natal. Ao mesmo tempo em que a Nova República se mostrou não tão boa assim para quem sobreviveu sobre a tirania do Império, a história ainda tentou emplacar um reino onde Black Jack e Lizzo são os monarcas, mas esse episódio deslizou demais no contexto geral da temporada.

A história que girava em torno de Mandalore foi divertida de acompanhar, ver a cultura mandaloriana ser explorada foi incrível. O conflito auto infligido entre as diferentes tribos do planeta ajudou bastante no desenvolvimento dos plots da temporada.

A ação ao longo desta temporada foi ótima. Não foram apenas em terra, mas também no céu e no espaço. Cenas foram grandiosas, cheias de coreografias. Talvez uma das melhores de toda a série até o momento. A cena de luta dos Mandalorianos no final parecia o arco Siege of Mandalore com as cenas de luta da 7ª temporada de Guerras Clônicas. Sinceramente, fiquei impressionado com o capricho da direção, produção e efeitos especiais, especialmente a cena espacial com Din Djarin e os piratas.

LEIA TAMBÉM:  Crítica | Porque esta é minha primeira vida

Os personagens foram quase todos incríveis. Todos os Mandalorianos foram ótimos e convenceram. Eu gostaria de ter assistido mais cenas do Moff Gideon (Giancarlo Esposito é lenda, meu irmão). Kathryn Ann Sackhoff fazendo Bo-Katan é ouro puro. Que mulher poderosa e sua presença em cena me pega muito. Os únicos pontos negativos neste quesito foram o Doutor Pershing (Omid Abtahi) e a Oficial de Comunicações Elia Kane (Katy O’Brien). O arco dos dois ficou descolado demais do resto da trama, desperdício de talento de dois grandes atores da nova geração. Elia ainda retorna na próxima temporada, mas o coitado do Doutor Pershing foi de arrasta para baixo mediocremente.

Como citado acima, o episódio sobre a nova República foi decepção para mim. Faltou entretenimento, é um episódio sem graça, poderiam ter deixado ele para a próxima temporada para fazer um vírgula interessante, simplesmente jogaram no meio da série e a gente teve que engolir calado. Se concentraram demais no Doutor Pershing e na Elia Kane depois de uma batalha fantástica entre Bo-Katan e Din Djarin contra o Império. 

Porém, o retorno ao planeta Mandalore era algo que a série precisava. Sabemos que o Império fez com o planeta, portanto, vê-lo retornar em live-action é poderoso. Também pudemos assistir as crenças mandalorianas se unirem para dar vida novamente ao seu planeta natal. É de arrepiar.

Como aconteceu nas temporadas anteriores, Mandaloriano teve 8 episódios. Cada episódio tem aproximadamente a mesma duração, em torno de 40 a 45 minutos. Aconteceu alguns desvios de rota na estrutura dos episódios, as pessoas reclamam muito disso, principalmente o episódio 3, mas felizmente a série completou bem seus nichos e arcos.

Disney (Reprodução)
Disney (Reprodução)

O antagonista da terceira temporada de O Mandaloriano foi Moff Gideon. Um dos vilões mais legais desse novo universo de Star Wars da Disney, principalmente devido a sua imprevisibilidade. No entanto, o fato de ele ter participado da temporada apenas nos dois episódios finais não me deixou tão feliz.

LEIA TAMBÉM:  O Gambito da Rainha, A Resenha

Não me entendam mal, quando ele estava em tela, era fantástico, como sempre será. Só gostaria que tivéssemos visto mais ele no Conselho das Sombras. Esses elementos poderiam ter mais tempo de tela para tornar o episódio mais impactante.

Todavia, a qualidade da produção de O Mandaloriano é fantástica. É um dos projetos mais bem feitos de Star Wars e é difícil dizer algo negativo sobre isso. Eu adorei a temporada. Se o episódio 3 não tivesse acontecido e o Moff Gideon estivesse mais envolvido, não haveria razão para não ser perfeito. É uma pena, considerando que as duas primeiras temporadas são 10/10. A quarta temporada vem aí, não sabemos quando, já que a greve dos roteiristas (lutem pelos direitos roteiristas) está bem longe de acabar.

Mandaloriano está disponível exclusivamente no Disney+ e recomendo muito.

Editor de Contéudo deste site. Eu não sei muita coisa, mas gosto de tentar aprender para fazer o melhor.