Não deixe de conferir nosso Podcast!

Mototaxista desenha histórias em quadrinhos enquanto espera os clientes

Sentando na praça do bairro Esplanada, zona Sul de Teresina (PI), com uma prancheta nas pernas, papel e uma caneta para desenho, o mototaxista Luís Celso desenha páginas e mais páginas de histórias em quadrinhos enquanto espera os clientes. Hoje, Celso possui centenas de páginas de histórias que nunca foram publicadas.

O desenho e as histórias em quadrinhos são paixões que Luís Celso traz desde muito cedo, aos 12 anos, sob a influência de um primo que lhe mostrou o desenho pela primeira vez. Com os quadrinhos e a literatura, o desenhista aprendeu a gostar das histórias de terror e ficção científica, temas constantes em suas criações.

Tudo isso virou uma paixão tão grande que nada lhe impede de seguir desenhando. “Quando comecei a trabalhar como mototaxista ficava aqui na praça desenhando com pincel, mas por causa do vento ficou complicado. Por isso resolvi mudar para as canetas técnicas. Mas nunca parei porque eu adoro desenhar. Enquanto não tem cliente estou aqui desenhando. Na verdade sou desenhista, e na horas de folga, mototaxista”, conta.

Enquanto aguardar os clientes, Luís Celso passa o dia criando

Publicação

Apesar de tantas páginas produzidas, as Luís Celso nunca teve uma história publicada. Para tentar mudar isso, o desenhista e editor de quadrinhos Bernardo Aurélio está trabalhando na produção de uma revista com histórias do Celso para publicação. “Fizemos a seleção de sete histórias, o que deve resultar numa revista com cerca de 44 páginas. O próximo passo é colocar esse material no site de financiamento coletivo chamado Catarse para tentar arrecadar os recursos necessários. Mas se alguém quiser nos ajudar apoiando a publicação basta entrar em contato”, lembrou Bernardo. Os telefones de contato são: (86) 99819-3178 (whatsapp) ou (86) 99942-4905 (whatsapp).

Mais detalhes, acesse uma matéria de 2018 que fizemos com ele clicando aqui.

Marcelo Costa
Jornalista formado pela Universidade Federal do Piauí com mais de 20 anos de atuação na área, sempre com destaque para área cultural, principalmente no campo das histórias em quadrinhos, cinema e séries.