Não deixe de conferir nosso Podcast!

O Mandaloriano: o episódio três amentou o sucesso e a Disney já pode mudar o mascote

Com uma explosão nunca vista nas redes sociais, O Mandaloriano se torna fenômeno na internet.
O Mandaloriano 03
DisneyFilm

Com apenas três episódios, o Baby Yoda (Yodinha), conseguiu juntas todas as tribos fãs de Stars Wars num bem comum e O Mandaloriano conquistou o mundo como um vírus (no bom sentido). O personagem ainda conseguiu ser o assunto mais falado da internet semana passada.

Esta resenha está atrasada, será lançada quando o episódio quatro já estiver no ar. Mesmo assim, por mais breve que possa ser, ainda é válida, queria eu mais tempo para escrever, porém estou cobrindo sozinho muita coisa (séries, filmes, entrevistas).

Já sabemos que O Mandaloriano se tornou um grande sucesso e um chamariz perfeito para novos assinantes do serviço de streaming Disney +, e não apenas por causa das montanhas de mercadorias que “Baby Yoda” vai criar quando chegar às prateleiras até o natal.

A primeira série live-action de “Star Wars” continua impressionando, empregando uma mistura com muita consistência de gêneros diferentes, ambientando como se fosse um velho oeste com efeitos especiais de ficção científica e com ação, tiro, porrada e bomba. De acordo com uma pesquisa feita pelo Parrot Analytics, com dados divulgados pela Forbes, a série O Mandaloriano conseguiu desbancar Stranger Things em popularidade na semana de estreia.

O episódio três mostra que o caçador de recompensas sem nome (e até agora sem um rosto) adquire consciência que entrou em algo realmente problemático para ele, sua guilda e principalmente para a criança. Os trinta minutos do episódio destaca a maneira hábil em que os produtores Jon Favreau e Dave Filoni combinaram os elementos que falei acima. Apesar do pouco tempo, as coisas são bem construídos para ação basicamente ininterrupta, de uma maneira raramente vista na maioria dos programas de TV.

Uma coisa é certa: Nem a Disney sabia do resultado final que O Mandaloriano traria para a empresa. A Disney + queria entregar algo surpreendente para chamar atenção para seu novo serviço de streaming, mas ela não sabia a quantidades absurdas de buzz nas mídias sociais, é até difícil pensar isso. E antes de descartar que “Bem, é ‘Star Wars”, a Disney não sabia que o alcance seria instantâneo e mundial (já que existem muitos países ainda sem o serviço disponível, alguns usuários continuam reclamando de problemas técnicos na transmissão, senhas foram roubadas estão sendo vendidas na deep weeb…).

Além de inspirar as pessoas, a série serve como um embaixador forte a franquia, incluindo séries da Marvel e a tão esperada série Obi-Wan Kenobi que contará com Ewan McGregor reprisando esse papel. Deborah Chow que dirigiu o episódio três de O Mandaloriano é pessoa responsável pela minissérie do Kebobi. E ela foi surpreendente na direção.

“Uma recompensa tão grande por um pacote tão pequeno”, diz o sombrio personagem interpretado por Werner Herzog no episódio. Ele está se referindo a “Baby Yoda”, mas com base na resposta inicial, ele poderia facilmente falar sobre a série em si.

Os últimos minutos de ação do episódio já foi melhor que toda a trilogia prequela do Anakin.

Leia mais sobre O Mandaloriano.

PikachuSama
Editor de Contéudo deste site. Eu não sei muita coisa, mas gosto de tentar aprender para fazer o melhor.