Não deixe de conferir nosso Podcast!

Crítica | Navillera é sobre como nunca podemos deixar de sonhar

Navirella
Reprodução ( tvN e Netflix)

Navillera apesar de ser um drama, é carregado de mensagens positivas e importante sobre a vida na terceira idade.

Como Navillera tem um plot muito importante, para você continuar assistindo até o final, esta resenha crítica não terá spoiler.

Assistir Navillera foi um soco pesado no meu estômago, minha família passou por algumas coisas que aconteceram nesse K-Drama recentemente. Chorei em todos os episódios basicamente, mas não levei isso como algo negativo sobre essa produção. Na verdade, as mensagens positivas são a base do enredo dessa belíssima história, principalmente sobre a vida e a vida das pessoas que amamos.

Navillera narra a história de Kim Duk-chool, um homem de 70 anos, carteiro aposentado, que decide seguir seu sonho desde a infância e aprender a dançar balé em segredo, sem avisar a família. No estúdio de balé, ele conhece o jovem bailarino de 23 anos Lee Chae-rok, que se interessou por balé após uma infância dedicada ao futebol. A vida de Chae-rok não é divertida e ele precisa lidar com muitos problemas pessoais e sua carreira, e a presença de Duk-chool é muito irritante para ele; mas, aos poucos, uma amizade nasce entre os dois que mudará as vidas de ambos de muitas maneiras.

Navillera é um drama, mas também é uma história que nos motiva. Os coreanos são grandes mestres em rasgar a alma do telespectador. Você vai chorar, não importa quão durão ou durona é,  porque as questões que este drama toca são reais, elas podem acontecer com qualquer pessoa de qualquer classe social.

Desde o início, você se apega a história de vida Duk-chool, ele é uma representação preciosa de um avô gentil; será por ele que enxergarmos os medos e sentimentos que uma pessoa da terceira idade passa. Todos nós chegaremos lá, mas apenas alguns entendem as emoções de um idoso.

Navirella
Reprodução

Antes de escrever sobre Navillera, eu precisei de um tempo para lembrar de um filme que assisti e até passei para meus alunos quando fui professor no ensino médio. Billy Elliot (2000). Esse filme é excelente;  é sobre um garoto de uma pequena cidade operária dos anos 80, que sonha em se tornar bailarino. Obviamente, que o pai e o irmão mais velho do Billy não aprovaram essa ideia, já que balé é uma atividade exclusiva para meninas no mundo deles. Porém, o amor de Billy pelo balé é maior que tudo e, dançar para ele é sua felicidade e sua liberdade.

A história de Navillera não é nem parecida com a história do Billy Elliot. Mas não consigo parar de pensar que, se Billy não tivesse realizado seu sonho, sua história teria sido um pouco como a de Kim Duk-chool. Mesmo não fazendo qualquer relação, as duas obras falam do sonho de uma pessoa dançar O Lago dos Cisnes, de Tchaikovsky. 

A narrativa não conta sobre um casal que se apaixona ou qualquer coisa romântica que as novelas coreanas gostam de falar. É uma história de amor fraternal de um avô e seu neto, mesmo não sendo do mesmo sangue; cada um – Kim Duk-chool e Chae-rok – entrou na vida do outro quando mais precisava, formando um relacionamento tão bonito, que mudou suas vidas para melhor.

Os outros personagens de Navirella são muito autênticos, pessoas comuns que lutam contra seus próprios demônios e tentam sobreviver.

Obviamente, o personagem mais importante é Duk-chool. É de estraçalhar o coração assistir um homem sábio e bom, sentindo-se incompleto e atormentado pelos erros que cometeu em sua juventude. Em muitas resenhas que li sobre Navirella, muita gente fala muito de Chae-rok, mas o coração que bate em toda a série é do senhor Kim Duk-chool.

Chae-rok, por outro lado, é um garoto de um coração enorme, mas vive atormentado pela morte de sua mãe e pelos erros que seu pai cometeu. Tudo o que ele tenta fazer agora é realizar seu sonho de se tornar um grande bailarino, a todo custo, e se manter afastado do resto do mundo.

Normalmente, meus gêneros preferidos são thrillers, documentários sobre serial killers, filmes de ação, fantasia, essas coisas. Mas, de vez em quando, uma história como esta aparece e salva o meu espírito. É importante a gente colocar o pé na realidade diária. E eu consigo escrever sobre esta bela história sem spoiler até aqui. 

Navillera é um drama que vale a pena assistir, então eu recomendo fortemente, e se você já viu, adoraria ler sua opinião.

Está disponível na Netflix.

Curiosidades:

A palavra 나빌레라 (Navillera) já é uma conhecida dos fãs de k-pop graças à música do GFRIEND, mas seu significado ainda é uma incógnita para muitos.

O nome original da música em coreano é 너 그리고 나 (neo gurigo na, “você e eu”, em português), enquanto o entendimento de 나빌레라 (Navillera) se apoia em referências literárias. Vamos por partes:

나비 (nabi) é “borboleta” em coreano, enquanto 레라 (rera) é uma expressão usada na literatura, uma licença poética, que significa “como”. Juntando as duas palavras, o significado é “como uma borboleta”. Ryannnn, um usuário da plataforma HiNative, na qual estudantes de coreano podem tirar dúvidas do idioma com falantes nativos e outros alunos, explica que o termo 레라 não é utilizado no dia a dia.

Pesquisas no Google com o termo 나빌레라 também mostram relação com o livro Le Papillon Des Étoiles, de Bernard Werber, que foi a obra literária mais vendida da Coreia do Sul em julho de 2007. A origem do termo, entretanto, remete a um poema: a palavra 나빌레라 foi utilizada por Cho Jihoon no seu mais popular texto, 승무 (Seungmu), em homenagem à tradicional dança coreana de mesmo nome. 

Na última linha, escreve: 얇은 사 하이얀 고깔은 고이접어서 나빌레라, traduzido para o inglês por Kyungnyun Richards e Steffen Richards em 2013 como “the sheer white-silk bonnet is folded neatly into a butterfly”, ou “o gorro de seda branca transparente é dobrado cuidadosamente em forma de borboleta”, em tradução livre para o português. 

Na música do GFRIEND, a letra aborda os sentimentos de uma garota inocente pela pessoa que ama, na qual ela compara seu amado com uma borboleta. O eu-lírico pede a seu amado que voe como uma borboleta para que ela possa alcançá-lo e, juntos, construírem um futuro.

No k-drama, por sua vez, a expressão Navillera faz sentido pela leveza dos dançarinos de balé, que se movem como uma borboleta pelos palcos. A sutileza do voo da borboleta está presente em ambos os significados. 

O K-drama é baseado em um popular webtoon, Navillera (ou Like a Butterfly) traz uma história de sonhos e amizade que promete emocionar o público.

PikachuSama
Editor de Contéudo deste site. Eu não sei muita coisa, mas gosto de tentar aprender para fazer o melhor.